quarta-feira, 15 de maio de 2013

Lucy Vargas - Segunda Chance para Amar



Ficha técnica: Segunda Chance para Amar
Autora: Lucy Vargas
Editora self  (distribuído pelo Amazon Digital)
Lançamento: 12/maio/2013
Kindle edition  (134 páginas)


"Annelise Barton era uma das grandes promessas da sociedade nova-iorquina. Seu pai esperava fazer mais um ótimo negócio com seu casamento. Mas tudo desmorona quando ela acredita ter se apaixonado e cai nas garras de um dos namoradores da alta sociedade. Dois anos depois ela ainda está arruinada, humilhada pela própria família e sem esperança de reerguer–se. 

Brice Wincross é um dos famosos irmãos “andarilhos”, frequenta a alta roda e sua família manda no dinheiro de boa parte da sociedade. Mesmo assim os esnobes ainda viram o nariz porque os Wincross são adeptos a um estilo de vida mais livre do que os refinados salões. Desde a primeira vez que vê Annelise se agarrar ao que lhe resta de orgulho para enfrentar o olhar daqueles abutres, ele a admira. Jamais pensaria que uns minutos no jardim lhe dariam a chance de fazê–la enxergar que é dona da própria vida. 

As reviravoltas do destino os levam a paixão inevitável e ambos sabem que estão condenados a nunca mais amar porque seu caso ilícito tem data de validade. As intrigas e mentiras daqueles que deveriam protegê–los os levam a um fim desastroso. Annelise parte mais uma vez, banida e humilhada, decidida a nunca mais ser destruída por alguém. Mas ela não esperava que Brice colocasse em prática sua natureza aventureira e a procurasse pelo país inteiro, decidido a lutar incessantemente por uma segunda chance."


ROMANCE HISTÓRICO. NACIONAL. LANÇAMENTO.

Para tudo!!! Como assim a minha amiga Lucy escreve??? Quando recebi a nóticia fiquei passada...



Não que ela não tenha capacidade para tal coisa. Ela é inteligente pra car...amba e trabalha num photoshop que é uma beleza (ela que o diga o quanto a gente enche o saco dela nos grupos do Facebook pra fazer umas gravuras legais...), mas sim porque eu NUNCA tinha ouvido falar em nada sobre isso. E para completar, a bomba caiu no meu colo com o lançamento do livro dela em pleno Dia das Mães!!!

Mas passada a surpresa, vamos lá. Vamos encarar o trabalho da amiga...



Annelise (será que esse nome tem algo a ver com a Virgem Escriba? Deixa pra lá...) tinha tudo para se tornar uma pessoa amarga. Por um mau julgamento, ela acabou achando estar apaixonada e entregou-se à pessoa errada, que além de não casar com ela, fez questão de espalhar o ocorrido por toda Nova Iorque (canalha!!!). Se isso já não bastasse, ela teve que encarar o "dar as costas" de sua própria família. Suas duas irmãs mais velhas, já casadas, preferiam fingir que não a conheciam quando a viam na rua, e seu pai a tratou pior do que a uma rameira. Insultos eram poucos para o que ele falava para ela. Cansada disso, ela foi refugiar-se na casa de praia de sua mãe.

Mas antes disso, num último evento na cidade do qual seu pai a obrigara a ir, ela começou sua amizade com Brice Wincross...

Brice vinha de uma família de banqueiros. Ele, seus irmãos e seu pai estavam envolvidos, assim como seus antepassados, em qualquer negócio que rendesse um bom dinheiro. Eram ricos e respeitados pela sociedade, mas também, eles não eram do tipo "babar ovo" dela. Faziam o que achavam certo e apoiavam a quem queriam.
Foi exatamente por isso que, apesar de estar noivo a poucos meses de casar, Brice não achou nada demais em apoiar aquela pobre alma que acabara de ser humilhada em pleno baile.

Dessa amizade um sentimento cresceu e eles tornaram-se amantes.
Annalise sabia que esse romance estava fadado a acabar tão logo ele se casasse. Brice era honrado demais para deixar sua noiva, Sarah, abandonada no altar, mas no fundo ela tinha esperanças. Esperanças essas que foram jogadas ao vento e morreram quando da visita de seu pai, em sua casa na praia, pela última vez humilhando-a e dizendo palavras que magoaram-na além do limite. Sem mais suportar, Annalise partiu...



O tempo passa. E nada como o tempo para cruzar certas feridas...
Mas quem disse que o tempo faz esquecer certos sentimentos? E quando Annalise pensava estar curada e feliz, eis que Brice surge na pequena cidade em que ela se refugiara e ele faria de tudo para tê-la de volta...

O livro é um conto. É o livro estreia de Lucy e ela veio com tudo.
Começando que escrever um romance histórico não é nada fácil. Outra época, outros costumes, até outro país.
A capa é linda. Uma paisagem super romântica.
Os personagens são cativantes. Todo tipo de emoção passou por mim enquanto lia. Primeiro morri de pena da Annelise. Ela fez uma besteira, concordo, mas a reação da família dela foi super-ultra-exagerada. Eu queria matar o pai e as irmãs pelas barbaridades que falavam para ela e dela!!!



E quando Annelise ficou de saco cheio das palavras da tia dela e encheu a mulher de porrada...ahhhhhh...adorei!!




Depois, veio o orgulho por ver que ela tomou as rédeas de sua vida e se mandou para um lugar melhor.
É claro que o coração bateu mais forte quando Brice aparece na cidadezinha em que ela agora vive, com a boa desculpa de que iria abrir um banco lá. Imagina...

Bom, a maneira que ele faz para convencê-la a voltar para ele...isso você terá que ler para saber. Mas eu garanto que você vai soltar muitos suspiros ao longo da leitura.

E mais, o livro tem todo o jeitinho de poder ganhar pelo menos mais duas continuações com as histórias dos irmãos dele. Um deles é casado, mas e daí? Dá pra fazer uma espécie de flashback. E quanto ao caçula, Dane, ele é um barato. Não quer saber de compromisso com mulher nenhuma e agora está metido numa enrascada...ahahahahah. Ia adorar ler a história dele!

Resumindo, taí um livro curtinho para você passar bons momentos e dar boas risadas.
E mesmo sendo o primeiro romance da nossa amiga, digo que ela não deve nada a outras escritoras que já li.
Lucy....



Para saber mais sobre a autora:



Facebook  |  Twitter  |  Blog


Para adquirir o ebook >>  Amazon

Quando o livro realmente me inspira, ao longo da leitura sempre bate uma trilha sonora na minha cabeça. Desta vez a trilha fica por conta de Jason Mraz e sua música "The Woman I Love" (A Mulher que Amo). Totalmente a cara de Brice Wincross...

A MULHER QUE AMO (tradução)

Talvez eu te perturbe com as minhas escolhas
Bem, você também me perturba as vezes com a sua voz
Mas isso não é suficiente para mim
Sair e seguir em frente
Vou te amar como a mulher que amo

Não temos que nos apressar
Você pode demorar quanto tempo quiser
Estou aguentando firme
Meu coração está em casa
Com a minha mão atrás de você
Vou te segurar se você cair
Yeah, vou te amar como a mulher que amo

As vezes o mundo pode te fazer se sentir
Que você não é mais bem-vinda
E você se derruba
Você se deixa enlouquecer
E naqueles momentos que você para de amar
Aquela pessoa que adoro
Você pode relaxar
Porque, querida, te protejo
Te protejo

Ei

Não quero mudá-la
Você tem tudo sobre controle
Você acorda todo dia diferente
Uma outra razão para mim aguentar firme
E não estou apegado de maneira alguma, você está se mostrando
Vou te amar como a mulher que amo
Yeah, vou te amar, oh yeah
Yeah, vou te amar
Você é a mulher que amo









4 comentários:

  1. A família da Anne (olha a intimidade) eu não quero ver nem pintada de ouro. Sai fora... E olha que eu já li sobre famílias odiosas em vários livros, mas nesse chega a ser sacanagem, fala sério. Em alguns momento eu queria que ela já tivesse acordado para a vida, mandado todo mundo a m... e partido rumo ao desconhecido. Vamos ver se depois desse apelo ela lança os outros dois né?

    ResponderExcluir
  2. Amei sua resenha! E você me deixou aqui em desespero para ler o livro da Lucy! Eu já sabia deste lado dela e até já li alguma coisa que ela escreveu e tinha certeza que um dia desses ela ia tomar coragem e iria a luta! E pela sua resenha já deu para sentir que ela arrebentou e que veio para ficar. Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  3. Vania, muito obrigada pela primeira resenha do meu 1° livro! Fiquei super feliz por você ter gostado e dado um espaço pra ele no seu blog! Claro que se a inspiração surgir eu escrevo a história do Dane!
    Ah o Annelise não é por causa da VE, já pensou! Terror total!
    Amei os gifs! Destaque pro soco da Hermione e pro awesome especial do Dean! Vou nem dormir! LOL

    Bjuux

    ResponderExcluir
  4. Resenha emocionante e eu fico cada vez mais ansiosa para ler o livro da querida Lucy,realmente ela é muito inteligente,tem um super bom gosto e mais que provou isso começando por um romance histórico com personagens cativantes que fazem a gente se jogar na história.

    resenha linnda!!

    bjsss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir