sábado, 24 de janeiro de 2015

Lucy Vargas - Quando Eu Te Beijar (Ward #2)



Ficha técnica: Quando Eu Te Beijar
Autora: Lucy Vargas
Editora self
Lançamento: 24/janeiro/2015
Fomato ebook
Gênero: Romance contemporâneo; Chick Lit; Tema Adulto.
POV: terceira pessoa

Protagnistas: Sean Ward e Beatrice Ward
Local/ano: NY; Baltimore; Livigno, Itália; Riksgränsen, Suécia.

"A cada dia o fim fica mais próximo e eles sabem que essa é sua última chance. Sean quer Beatrice de volta a qualquer custo, mas vai descobrir que seu amor e seus erros não são nada contra o perigo que nunca deixou sua vida. E se ele não pode protegê-la... não pode mais tê-la. No final, todos os segredos e barreiras vão desmoronar junto com sua chance de consertar tudo que fizeram em quatro anos de mentiras e fingimentos.
O tempo está acabando e os escândalos, se amontoando. Agora é tudo ou nada. Mas será que vale arriscar tanto para terminarem juntos?
Prepare-se para o fim da trilogia dos Ward. Eles voltam mais errados, sensuais e perigosos do que nunca."

LANÇAMENTO

E para quem aguardava a continuação de QUANDO EU OLHAR PRA VOCÊ, não irá se decepcionar com o fechamento da trilogia do casal Sean e Bea.

Antes, você, leitor, precisa estar antenado com alguns pontos do livro. Se você ainda não o leu (que peninha de você!!!!!), sugiro que, pelo menos, dê uma olhada na resenha >> LIVRO #1

Então, você acaba conhecendo os personagens principais e sabe que eles estavam no meio de uma crise conjugal, prestes a se separar. 
Buscando entender as razões de cada personagem a fazer o que fez, talvez o leitor acabe achando que o personagem A ou B deveria agir de forma diferente. É daí, então, que entra o prequel. Como tudo começou, como eles se conheceram, nos traz a verdadeira personalidade de Beatrice e por que Sean Ward apaixonou-se por ela >> PREQUEL #0,5

Depois de ter pedido o divórcio e Sean ter feito das tripas coração para demovê-la dessa ideia, Beatrice acaba quase se convencendo de que poderiam ter mais uma tentativa.
Bom, se ela precisava de algum empurrãozinho, a vaca da Chloe foi de ajuda. E o livro #1 termina numa cena clássica de briga feminina pelo osso.

E não é que o livro #2 começa exatamente nessa cena?
Incentivo dado, agora Sean e Beatrice precisam encontrar a melhor forma de darem certo.

Sean continua um homem misterioso, fazendo viagens que deixam o seu secretário, Rico, completamente doido, sem saber onde encontrá-lo. E é numa cena dessa, de distânica, que o casal tem um dos diálogos de preliminares mais sexies que já vi na literatura...


E quando ele retorna de viagem... Virgem Santíssima! Os forninhos cairão!!!

Mas o grande mistério do livro, além da parte romântica de se o casal vai se acertar ou não, é sobre o passado de Sean.
Sim, nós já sabemos que ele foi sequestrado quando estava com 15 anos e que sofreu o pão que o diabo amassou com o rabo. Mas será que você tem a noção exata do que ele passou durante aqueles dias?

Aqui, finalmente todo o mistério a respeito daqueles dias e sobre as suas tatuagens é revelado.

Mas como eu disse na resenha do livro anterior, um dos maiores medos de Sean refere-se à segurança de Bea, e por isso, ela vive cercada por seguranças, quando não, pelo menos Don é o segurança que a segue não importa onde ela vá; seja a trabalho ou visita a família.

Sean moverá céus e terra para dar a Bea toda a segurança que ela precise, nem que para isso, ele tenha que abrir mão da coisa mais preciosa que ele tem... o amor que sente por ela.

"Posso ter errado pela minha vida toda, posso perdê-la por isso, até aceito que me deixe, eu corro atrás. Mas ninguém vai tirá-la de mim. Não sonhei com você todas essas noites, não beijei seus lábios todas aquelas vezes e nem te amei além do limite da sanidade para alguém tomá-la de mim agora. Não sem o meu sangue."

Uma história para fazer você prender o fôlego e torcer que algo de muito certo aconteça.
O livro é recheado de momentos tensos, mas também há passagens de muito tesão ou muita fofura.

Sean e Beatrice decidem que eles podem tentar ser felizes, mas antes terão que lutar contra determinados obstáculos.
Primeiro tem a vaca da Chloe que ainda quer Sean para ela.
E é a partir daí que Sean é premiado com algumas das falas mais lindas do livro...



Ao decidirem tentar mais uma vez, a notícia de que eles estariam se divorciando acaba caindo na rede. Eles teriam de saber como lidar com esse vazamento; usar essa notícia a favor ou contra o que eles queriam construir.

Depois, há a questão da mágoa de Bea em relação ao que Sean aprontou (livro anterior - sem spoiler). Estaria ela disposta a perdoá-lo? Ou seguiria o conselho de sua própria sogra de fazer "olho por olho"?

Ainda há a questão da vida dupla de Sean. Cedo ou tarde Beatrice precisaria ser informada do que Sean fazia cada vez que precisava desaparecer por alguns dias. E isso envolvia a segurança de Bea, a maior das paranoias de Sean.

Se você assistiu o booktrailer do livro >> ASSISTA AQUI, então sabe que algo de bem dramático está prestes a acontecer. E acredite, isso pode levar Sean Ward à loucura.

A leitura é viciante. Você se pega sorrindo nas cenas fofas e bucólicas deles em Baltimore; ou torcendo pelo casal quando fazem as pazes na cama; ou ainda, querendo mais é que alguém quebre a cara da vaca.
Mas, acima de tudo, pelo menos durante uns bons 10 minutos, você se pega com a respiração presa com as cenas adrenalizadas. Nessas, Lucy soube captar a emoção do momento muito bem.

E se o casal ficará junto ou não - aff!!! Tem uma cena que eu queria MATAR o Sean!! JURO!!!!! -, o final surpreende.

E tem um bônus maravilhoso: os primos Derek e Gregory. A gente já conhecia o Jared... Mas, gente!!! Que família é essa com o melhor metro quadrado de homem lindo e tesudo??? Alguém me apresenta uma assim?

Normalmente eu não gosto de livros divididos com o mesmo casal. É chato ter que esperar pela continuação - que geralmente acabou em cliffhanger no livro anterior. Mas, pelo menos, neste caso, a espera valeu a pena. Drama e suspense na medida certa. Romance e sexo também. Nada teve o peso da mão.
As epígrafes de cada capítulo estão lá, expressando o sentimento do personagem.

Sean Ward com certeza passa a figurar na galeria dos CEOs influentes e lindos da literatura. E o casal acaba por ganhar a simpatia dos leitores.
Agora é saber qual Ward virá a seguir.
Será um dos primos lindos ou a irmã ex-problemática de Sean? Que por sinal, nos presenta o pai de sua filha. Que é isso, Senhor???!!!!! Indo pra Itália em 3...2...1...

`Livro à venda apenas em ebook (por enquanto) nas principais plataformas.

Lembrando que em breve a autora terá os impressos à venda dos seguintes livros: CARTAS DO PASSADO; AS CARTAS DA CONDESSA; QUANDO EU TE ENCONTRAR e QUANDO EU OLHAR PRA VOCÊ.

Acompanhe a página dela e não perca: www.lucyvargas.net


Um comentário: