sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Ally Condie - Destino

A moda agora é escrever trilogias. Sempre fico com pé atrás quando leio, ainda na livraria, na orelha do livro "este é o primeiro de uma trilogia". Mmmmmm....E se o bolo desandar ainda no primeiro momento? (desculpe o trocadilho, mas ser boleira é fogo, né?).
Mas mantendo a mente aberta, ok, vamos encarar.

Ficha técnica: Destino (Matched)
Autora: Ally Condie
Editora Suma das Letras
Lançamento original: 2010
Lançamento BR: 2011
239 páginas



O livro é considerado gênero jovem-adulto.
Narra a história de Cassia, uma jovem de 17 anos que vive num tempo onde toda sua vida é controlada pela Sociedade. Onde morar, o que e quanto comer, no que trabalhar e até com quem se casar.
A partir do Banquete de Apresentação de Par, no qual ela conhece seu futuro companheiro, a gente toma conhecimento de como a Sociedade controla a vida das pessoas.
A princípio a própria personagem, Cassia, acha tudo lindo, maravilhoso, porque essa é a vida da qual ela está acostumada. Mas acontecimentos futuros começam a fazê-la pensar. E pensar não agrada a Sociedade.

A descoberta do par, a morte do avô, a viagem da mãe, a decisão surpreendente do pai, todos esses acontecimentos fazem  Cassia passar a duvidar se esse estilo de vida é o correto às pessoas. Por que você não tem o direito de escolher sequer a cor da roupa que quer vestir?

Gênero jovem-adulto? Bom, esse livro me deu o que pensar. Surpreendeu-me porque não esperava tantos pensamentos filosóficos num livro tido como esse gênero. Geralmente os livros jovem-adulto são mais superficiais. Esse fez-me reavaliar decisões e oportunidades.
Você vive num tempo no qual pode escolher qualquer coisa? Ótimo, mas aprenda a viver com isso, porque suas decisões, querendo ou não, afetam os a seu redor. Você não é uma ilha. Não abuse de seu direito. Use-o com responsabilidade.
Por outro lado, não pense que você é o rei/rainha da verdade. Algumas pessoas precisam aprender com seus próprios erros, enquanto outros preferem aprender dos erros alheios. Seja você o tipo que for, respeite o próximo. E se esse "próximo" for alguém que você ama, fique e espere o momento de apoiar. Quem disse que viver é fácil?

O livro termina num suspense. Espero que a autora saiba levar a história nos 2 próximos. Ela plantou bem a semente. Será o fruto bom? Leia e descubra. No mínimo você irá crescer com Cassia. 

#leituranossadecadadia:
  • Catherine Archer - Canção Ardente (Nova Cultural)
  • Mary Balogh - [Bedwyn 5] Ligeiramente Escandaloso
  • Jude Deveraux - Lenda (Bertrand)
  • Michelle Willingham - Guerreiro Guardião (Harlequin)


Nenhum comentário:

Postar um comentário