quinta-feira, 20 de outubro de 2011

José de Alencar - Senhora



Ficha técnica: Senhora
Autor: José de Alencar
Editora várias
Lançamento original: 1875


Escrito como se fosse uma história antiga relatada ao escritor, o livro "Senhora" é mais um dos muitos em que ele escreveu sobre mulheres e sua força interior.
Neste ele retrata a vida de Aurélia, uma jovem extremamente inteligente e bela, que perde o pai cedo demais, e tempos depois o único irmão, ficando sozinha com sua mãe. Os anos eram difíceis, muito pobres elas tinham que trabalhar duro como costureiras. Anos mais tarde, ela é reconhecida como neta legítima de um rico fazendeiro e feita única herdeira dele.
Após conhecer os anos de penúria, Aurélia sabe lidar e administrar a riqueza recebida.
Ela se lança entre os salões e logo torna-se um sucesso, sendo cortejada por vários cavalheiros.

Mas seu coração pertencia a um só: Fernando Seixas. Eles se conheceram no período em que ela nada tinha, e apesar de se amarem, também sem recursos, ele não pôde se dar ao luxo de fazer-lhe a corte e, com isso, trocou-a por trinta conto de réis de dote.
Determinada a ter o amor de sua vida de volta, Aurélia esboça o plano de tirar Fernando Seixas de sua prometida e comprar-lhe em casamento ao preço de cem contos de réis de dote.
Vivendo um casamento de fachada eles se alfinetam o tempo todo, mas em frente à sociedade eles são o casal perfeito, apaixonado. E é exatamente durante esse tempo que Seixas põe o seu plano em ação, tentando salvar a única coisa que o casamento não comprou, sua honra.

Com o vocabulário rebuscado da época, José de Alencar nos brinda com o fascinante mundo de Aurélia. Uma mulher decidida, inteligente, orgulhosa, disposta a tudo a conseguir a única coisa que um dia almejou na vida, o amor de Fernando Seixas. Por vezes ela se mostra fria, autoritária, senhora de seus desejos. Mas de fato, tudo era por um objetivo.
Como a Capitu de Machado de Assis, Aurélia tem fãs ardorosos e outros, nem tanto.
O dinheiro é um personagem importante na trama, sendo de algoz ao salvador da relação.

Raiva, desprezo, simpatia, empatia, algum sentimento você há de ter ao ler este romance. Entendendo que para a época o comportamento de Aurélia era já um avanço no comportamento feminino, onde mulheres podiam receber herança e decidir o próprio futuro.

E a pergunta que não quer calar: seria o dinheiro capaz de acabar com uma paixão?

José de Alencar


#leituranossadecadadia:

  • Gayle Wilson - Uma Dama Espanhola (Harlequin)
  • Gayle Wilson - Uma Mulher de Coragem (Harlequin)
  • Julie Tetel - A Noiva do Guerreiro (Nova Cultural)
  • Hannah Howell - A Noiva das Terras Altas (Harlequin)




Nenhum comentário:

Postar um comentário