sexta-feira, 18 de novembro de 2011

"Quase" moro numa livraria

Vivo lendo em blogs por aí a seguinte frase "queria morar numa livraria"... Esta é a sensação de todo bookholic (viciado em livro). Porque a gente não se contenta em ter livros novos pra ler. A gente quer TODOS.
O viciado vai à livraria sem que seja só pra dar um cheirinho (horrível a partir da metade do mês quando sobre mês pro seu pagamento...)
Vivo rodeada por livros desde há muito.
Não, não trabalho numa livraria ou editora (quem me dera...). Simplesmente minha família sempre valorizou ter uma biblioteca em casa. E nessa biblioteca encontra-se de tudo. Romances contemporâneos, romances históricos, policial, literatura fantástica, suspense, infantil, infanto-juvenil (pra acompanhar o crescimento da gurizada), biografias, didáticos, auto-ajuda, coleções, clássicos, um bom dicionário da Língua Portuguesa, bíblias de diversas edições...



O gosto pela leitura vem devagar. Não dá pra ser forçado. É muito mais de exemplo do que de ordem. Mas uma vez  que você é picado pelo "mosquito da leitura", não tem cura. Pode ter um mês ou outro no qual você lê mais ou menos. Mas nunca para de ler.
Há agora os sites organizadores de leitura. Verdadeiras estantes nas quais podemos catalogar livros lidos, desejados,  a ler, fazer comentários, trocar, vender... Contam até quantas páginas já lemos em nossa vida!

Leio porque gosto, leio porque preciso.
Normalmente leio em minha cama, onde as posições mudam de acordo com o muito tempo em que me encontro lendo. Um verdadeiro contorcionismo. Mas também leio no ônibus, no metrô, na barca. Enjoar? Que nada! Os óculos ainda não se tornaram necessários...ainda bem. Mas meu sonho de consumo é ter um cantinho da leitura. Mais do que um cantinho, uma janela. Com uma linda vista, almofadas macias e de música de fundo apenas o canto da natureza.


Um dia chego lá.
Por enquanto, a pilha só cresce e o gosto pela aventura recomeça a cada novo exemplar, a cada nova apresentação, a cada virada de página.

os livros pegam senha e aguardam meu chamado.
A pilha não para...

e os de receita que acompanham minha outra paixão:
cozinhar sobremesas

Nenhum comentário:

Postar um comentário