domingo, 8 de janeiro de 2012

Ei, tem uma estante aí?


Qual foi minha surpresa ao ler este artigo na Revista Veja (11/01/2012, pág 20) sobre um assunto até banal, mas que de certa forma diz respeito a mim e aos muitos leitores compulsivos que conheço: no Brasil NÃO é fácil comprar uma estante para livros.

Seu queixo também caiu? Pois é, este é um assunto que nunca passou pela minha cabeça. Primeiro porque possuo estantes há anos em minha casa. Minha família sempre valorizou a leitura e, com isso, acabei herdando uma bela estante e muitos livros.
Mas fiquei verdadeiramente pasma quanto a esse assunto.
Será isso, como levanta o autor do artigo, um indício do quão pouco os brasileiros leem? Sim, porque como sugerido no artigo, citando nomes de lojas famosas, os donos destas mesmas cadeias de lojas de móveis não deixariam de vender um artigo se este trouxesse a aqueles lucro. Se não vendem é porque não tem saída.

#pasmei

Ainda o autor cita uma experiência que fez a título de curiosidade: clicou na internet, em sites de lojas estrangeiras, a palavra bookcase (estante), e apareceram 725 itens, em cores variadas. Na verdade o número menor surgido foi em relação a estantes para enfeites (o oposto no Brasil).

Fiquei até envaidecida quando li sobre o número de livros comprados/lidos por pessoa em relação a outros países e a minha média anual:

"Na realidade, os islandeses estão entre os leitores mais furiosos, comprando oito livros por pessoa/ano e os domicílios abrigando uma média de 338 livros. Na Austrália e na Nova Zelândia, acima da metade dos lares tem mais de 100 livros.
Como serão os hábitos de leitura dos brasileiros? Os resultados não são nada lisonjeiros. A média brasileira é de 1,8 livro lido por habitante/ano. Isso se compara com 2,4 para nossos vizinhos colombianos, cinco para os americanos e sete para os franceses."

Como sempre, média é média, e fiquei feliz em saber que leio mais do que muito francês/ano.
E você, já parou pra pensar quantos livros leu no último ano? Se você faz parte de algum site de relacionamento ligado à leitura, como o SKOOB por exemplo, na certa você tem como contabilizar o número de livros lidos, comprados, emprestados, etc. Se não, basta fazer um restrospecto pra lembrar a quantas anda seu hábito de leitura.
A valorização desse hábito está intimamente ligada ao número de anos de estudos entre os membros da família.

De fato, um artigo interessante. E apesar do título até estranho ("onde comprar estantes de livros?"), nos leva à analise profunda. Sua leitura está em dia com você mesmo (a)? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário