sexta-feira, 29 de junho de 2012

Anne Donovan - Conselhos Amorosos de Emily Brontë


"Seja do que for feita as nossas almas,
a dele e a minha são iguais."
- Emily Brontë, em O Morro dos Ventos Uivantes


Ficha técnica: Conselhos Amorosos de Emily Brontë (Being Emily)
Autora: Anne Donovan
Editora Essência
Lançamento original: 2008
Lançamento BR: 2012
351 páginas

"Fiona tem como modelo para a vida a escritora Emily Brontë, que a emociona desde que era criança. Tão profunda e reflexiva quanto sua ídola, ela conta sua passagem da infância para a vida adulta como uma garota de família simples em Glasgow, na Escócia.
Entre suas irmãs gêmeas irritantes, seus primeiros casos amorosos, a morte da mãe, e uma série de acontecimentos que poderiam se passar com todos nós, Fiona, uma sobrevivente nata, encontra na vida de Emily e na família Brontë, a inspiração para se tornar uma grande mulher."

Ao terminar a leitura fiquei me perguntando por quê este livro me cativou.
Não, não pense mal do livro. Ele é deliciosamente escrito, de uma forma que tudo parece fluir naturalmente.
A história de Fiona é uma história comum. Seus percalços a descobrir a si mesma através das muitas tragédias que vão ocorrendo em sua vida; a forma com que ela precisa amadurecer rapidamente a partir da morte da mãe e sua responsabilidade em cuidar de duas irmãs, as gêmeas, mais novas; a descoberta da paixão; as burradas que todo mundo comete...
Sua paixão pela família Brontë, em especial a escritora Emily, do Morro dos Ventos Uivantes, é o fio condutor de tudo. Ela encontra similaridades em sua vida e a da escritora; inspira-se para tomar as decisões que mais a aproximam de sua musa inspiradora. Mas, ao mesmo tempo, tudo ocorre de maneira tão diferente... Como não permitir o mesmo final trágico de Cathy e Heathcliff?  
O livro é dividido em 3 partes, separados em diferença de tempo de 4 anos. Começa com a personagem em sua época que seria o ensino fundamental, parte para o útimo ano do ensino médio e faculdade e depois, sua fase adulta.

Não é um livro de questões filosóficas profundas, ou de romance caliente, ou de tragédias gregas. É um livro que te faz pensar. Principalmente por dizer que assim como Fiona, eu e você somos fadados a ter problemas, medos, decepções, dissabores, segredos, mas que vale a pena cada momento porque você faz o seu caminho. E sempre há alguém do seu lado, como é próprio de ser...


a escritora Emily Brontë

Nenhum comentário:

Postar um comentário