terça-feira, 26 de junho de 2012

Jane Austen, além de tudo | link



Nessas andanças pela internet volta e  meia a gente depara com algum texto falando sobre ou mencionando algo de Jane Austen.
Com a aproximação das comemorações dos 200 anos da primeira publicação de um de seus romances mais famosos, comentado e adorado, Orgulho & Preconceito, muito ainda vamos ouvir falar dela.

A matéria-link abaixo é interessantíssima. Mostra uma nova variação sobre a autora, pela ótica de uma de suas personagens, a Sra. Bennet, mãe de Elizabeth, da obra citada acima.
Um trecho:

Seus romances, sempre pelo ponto de vista de uma jovem mulher do século 19, retratam a sociedade da época de maneira crítica e distanciada, usando sempre uma ironia refinada para escancarar o ridículo das convenções e normas sociais das comunidades. Os escritos dessa autora vão além da crítica a essas pequenas cidades onde seus personagens vivem, ao abranger toda a sociedade inglesa, e exibem como os mecanismos sociais influenciam e moldam a vida dos indivíduos.
Um exemplo perfeito para mostrar o modo como Jane Austen expõe suas personagens e, dessa maneira, constrói a crítica às normas sociais é a Sra. Bennet de Orgulho e Preconceito.
“Trata-se de uma verdade universalmente conhecida que um homem solteiro, dotado de uma considerável fortuna, deve estar precisando de esposa.”


A leitura completa do artigo vale muito  a pena. O link abaixo, e divirta-se:


Nenhum comentário:

Postar um comentário