sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Nora Roberts - Protegido pelo Porto [Saga da Gratidão #3]



Ficha técnica: Protegido pelo Porto (Inner Harbor)
Autora: Nora Roberts
Editora Bertrand Brasil
Lançamento original: 1999
Lançamento BR: 2006
350 páginas

"Phillip Quinn fez de tudo para sua vida parecer perfeita. Com uma carreira bem sucedida e um apartamento com vista para o mar, em Baltimore, sua vida nas ruas ficara definitivamente para trás. Entretanto, bastou olhar para Seth, e Phillip recordou do menino que ele próprio fora no passado.

Phillip pretendia cumprir a promessa que fizera ao pai em seu leito de morte, razão pela qual considerava Seth como uma obrigação. Jamais imaginara que pudesse vir a amar o menino. Em pouco tempo, sua promessa ao pai deixou de ser apenas uma obrigação. E o futuro de Seth como membro da família Quinn parecia assegurado... até que uma estranha chega à cidade. Ela alegou estar fazendo uma pesquisa na pequena St. Christopher para seu novo livro, mas o verdadeiro motivo de suas observações são os Quinn... e ela traz um segredo que pode separar a família... para sempre."

Resumo bem explicativo para o que deveria ser o final da trilogia da gratidão.
Até aqui os três irmãos Quinn estavam fazendo das tripas coração para provar que o pai não havia cometido suicídio - como a seguradora de seguros alegava e, com isso, não pagava a eles o que tinham de direito; que o pai não havia traído a mãe - como os fofoqueiros de plantão estavam espalhando pela cidade; que eram uma família de bem e respeitável para tomarem conta de um garoto de dez anos de idade - tiveram que remodelar toda sua vidinha perfeita.

Nos dois primeiros livros, enquanto eles lidavam com toda a papelada e burocracia, houve tempo para os romances rápidos e decisivos nas vidas de Cameron e Ethan. Agora chegou a vez de Phillip.
O organizado, almofadinha e bem sucedido Phillip Quinn nem mesmo morava mais em Chesapeake, mas na cidade de Baltimore, em Inner Harbor. Ele gostava mais da vida na cidade grande. Mas não se furtara, assim como cada um deles, a abrir mão de alguns confortos para cumprir sua palavra dada ao pai.
Ele só não contava com o aparecimento de Sybill. Uma famosa escritora que aparentemente viera à cidade para um pesquisa de campo; quando, na verdade, ela viera certificar-se sobre Seth.

Como dito nas resenhas sobre cada livro, cada filho adotado tivera sua parcela de tristezas em vidas anteriores. Todos eles sofreram algum tipo de abuso e muito cedo aprenderam que tinham que se defender se quisessem continuar vivos. Cada um teve seu tempo de adaptação até sentirem que na casa do casal Quinn estavam sãos e salvos.

Não temos noção do quanto isso ocorre por aí. Família desestruturadas, abusando de crianças, vivendo sob a lei da violência. Isso só vem à baila quando algo de pior ocorre, geralmente uma tragédia, e só então paramos e dizemos "que horror!", esquecendo do assunto no minuto seguinte.
Esta foi mais uma história de ficção, mas como muitas, poderia ter acontecido. Muitas crianças são salvas das mãos de pais violentos e displicentes, e mais ainda poderiam ser salvas se nossas leis sobre adoção fossem mais flexíveis e rápidas...

Sobre a história, posso dizer que minha experiência lendo Nora Roberts não poderia ter sido mais feliz. Já me recomendaram outras trilogias - que serão lidas em seu devido tempo. No momento pretendo ler o quarto volume da "trilogia" (coisa de louco isso...) e fechar com chave de ouro sabendo como tudo ficará para Seth alguns anos depois, já sendo um legítimo Quinn.

História cativante, romance envolvente. Um ótimo livro para se ter como companhia.

E para quem leu este livro e prestou atenção à descrição do ap de Phillip, vai identificar a figura abaixo.... ;)


Nenhum comentário:

Postar um comentário