quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Cecelia Ahern - A Vez da Minha Vida



Ficha técnica: A Vez da Minha Vida (The Time of my Life)
Autora: Cecelia Ahern
Editora Novo Conceito
Lançamento original: 2011
Lançamento BR: 2012
384 páginas

"Certo dia, quando Lucy Silchester volta do trabalho, encontra um envelope de ouro no tapete. Há um convite dentro dele para se encontrar com a Vida. Sua vida.
Pode soar peculiar, mas Lucy leu sobre isso em uma revista. De qualquer forma, ela não pode ir ao encontro: ela está muito ocupada desprezando seu emprego, fugindo de seus amigos e evitando sua família.
Mas a vida de Lucy não é o que parece. Algumas das escolhas que fez - e histórias que contou - também não são o que parecem. Desde o momento em que ela conhece o homem que se apresenta como sua vida, as meias-verdades serão reveladas totalmente, a não ser que ela aprenda a dizer a verdade sobre o que realmente importa.
Lucy Silchester tem um compromisso com sua vida. E ela terá de cumpri-lo."

Uma coisa doida. É assim que você considera o livro quando começa a lê-lo.
Como uma pessoa pode encontrar - em carne e osso - a sua vida? Pior, como é que todo mundo consegue vê-la? Mas isso acontece no livro e, acredite ou não, você começa a se apegar ao negócio.

Lucy é uma menina absolutamente comum.
Vive sozinha, se sustenta, é a caçula numa família de 3 irmãos, seus irmãos - mais velhos - são bem sucedidos. Sua família como um  todo é bem sucedida. Exceto ela.
Perdeu o namorado, a habilitação, o carro, a casa onde morava. Encontra-se no fundo do poço, mas não sabe disso. E ela tem um problema sério: é uma mentirosa compulsiva.
Isso inclusive me deu nos nervos, porque você se pega lendo um parágrafo enorme de sua descrição de algo, para no final ela dizer "eu menti". Aff...

Mas depois você começa a entender que este é parte do problema. Para salvar a pele ela mente uma mentira pequena,que acaba por pedir outra mentira, e mais outra, e mais....

Quando aparece sua vida é hilário - e ao mesmo tempo amedrontador. É um cara mal vestido, com a barba por fazer, cabelo desgrenhado e com mau hálito. Argh!!!
Lucy precisa mudar sua vida e assim, eles fazem um pacto. Para cada mentira que ela contar, ele revela uma verdade. E desta forma, tomando na cabeça, ela começa a se endireitar, e, consequentemente, Vida também.

O livro tem muitas cenas engraçadas, mas, se você for um leitor como eu, sempre tentando aplicar na própria vida tudo que lê, vai começar a se questionar como anda sua vida. E, se minha Vida viesse ao meu encontro, como seria a aparência dela(e)? Perguntinha difícil essa!!

O legal é ver junto com a protagonista que tudo na vida está interligado. A mentirinha de hoje, vira o problemão de amanhã. E não adianta achar que as pessoas ao redor não nos percebem porque elas percebem sim. Uns mais, outros menos, mas Vida mostra bem que nada passa desapercebido.

Outra coisa bem interessante é que o livro é bem atual. Há várias referências musicais, como "Someone like You" de Adele, além de filmes famosos como "Dirty Dancing", "Robocop", "A Fantástica Fábrica de Chocolate" e "Cantando na Chuva" (a protagonista é louca por Gene Kelly).

E como não acredito em coincidência, este é mais um livro que se passa na Irlanda (pós leitura de trilogia de Nora Roberts que se passa no mesmo país). Minha Vida está me dando "diretas"!!!!!

Se você leu "PS: Eu te amo!" (ou assistiu ao dvd), então conhece bem o jeitinho envolvente da autora, que além de escrever bem, é muito bonita.

a autora


E como trilha sonora, uma música sugerida pela própria autora.
Boa leitura, divirta-se e pergunte-se: "Como anda sua Vida?"

**Ao som de Down on me", com Aslan

Nenhum comentário:

Postar um comentário