sábado, 3 de novembro de 2012

Nora Roberts - Laços de Gelo (Trilogia da Fraternidade #2)



Ficha técnica: Laços de Gelo -Trilogia da Fraternidade #2 (Born In Ice - Born In Trilogy #2)
Autora: Nora Roberts
Editora Bertrand Brasil
Lançamento original: 1995
Lançamento BR: 2008
360 páginas

"Neste segundo volume, você conhecerá Brianna Concannon, cuja beleza sutil esconde um coração apaixonado e ardente.
Quando as fortes tempestades de inverno desabam sobre o oeste da Irlanda, os habitantes evitam sair de suas casas, os visitantes se afastam, e a pousada de Brianna Concannon torna-se um lugar frio e vazio. Mas isso a agrada  e a  faz  desfrutar da paz e da quietude, mesmo quando o vento gelado uiva nas janelas.
Entretanto, nessa época ela espera um hóspede pouco comum, o misterioso escritor norte americano Grayson Thane - um viajante inquieto, com um passado complicado. Ele planeja passar o inverno sozinho. Mas, às vezes, o destino tem um plano secreto... e o fogo da paixão pode surgir até mesmo em meio ao gelo.."

Bergerm Brent
Condado de Clare, Irlanda



Doonagore Castle
Condado de Clare, Irlanda


Brianna Concannon é o avesso de sua irmã Maggie. Quieta, carinhosa, Brie prefere calar-se em meio as discussões entre sua irmã e sua mãe, duas mulheres de temperamento quente.
O gelo nas veias de Brie não é causado pela indiferença, mas sim por ter passado boa parte de sua vida evitando contendas.
Desde a morte de seu pai, ao herdar a casa em que moravam, para desagrado de sua mãe, Brie transformou seu sonho em realidade, ao fazer da casa uma estalagem simples, mas aconchegante, onde os visitantes teriam uma cama quente e macia e comida de boa qualidade enquanto ali estivessem.

Foi assim que ela entrou em contato com Gray Thane.
Ele, um ianque, decidiu que seu novo livro seria ambientado na Irlanda, e, assim, passaria uma boa temporada por lá, fazendo pesquisa de campo e conhecendo as lendas locais.
Um andarilho, Gray não tinha família, nem conexões. Sua casa era o mundo, e ele prezava essa liberdade como se precisa de ar para respirar. Mas ele não contava que ao se hospedar na casa daquela mulher quieta, boa ouvinte, meiga e prendada, ele conheceria - e sentiria falta - do lar que nunca teve...

Dos três livros, confesso que este foi o que mais me envolveu.
Brianna é uma mulher forte, apesar de às vezes achar-se uma covarde. Mas sua determinação em transformar sua casa num negócio lucrativo e prazeroso mostra bem que de covarde ela não tinha nada.
Seu coração estava despedaçado após ter sido abandonada pelo noivo a dois dias do casamento, mas ela ainda guardava a esperança de ter sua casa, seu marido e seus filhos.
Brianna é aquela mulher que nos faz pensar em casas com cercas brancas, um jardim, um cachorro, risadas de crianças, um amor e paz no coração. Precisa-se de mais para viver?

Nenhum comentário:

Postar um comentário