sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Nora Roberts - O'Hurley #4 - Trace



Ficha técnica: Trace - O'Hurley #4 (Without a Trace)
Autora: Nora Roberts
Editora Harlequin
Lançamento original: 1990
Lançamento BR: 2009
307 páginas

"Primeiro sigo meus instintos, depois, as regras."

"Faz muito tempo que Trace O'Hurley deixou sua família de artistas itinerantes para seguir uma carreira muito mais ousada... como espião. Agora, porém, chegou o momento de encerrá-la, e tirar longas e merecidas férias. Entretanto, Gillian Fitzpatrick está decidida a convencê-lo a resgatar seu irmão e sua sobrinha, sequestrados por uma organização terrorista. Ela sabe que Trace é o único com a força, a coragem e a técnica necessárias para levar a cabo essa arriscada investigação. Por isso, não mede esforços para persuadi-lo. Logo eles se veem envolvidos em uma perigosa trama..e cada vez mais próximos da paixão..."

Desde que comecei a ler o livro 1 desta série, em que o irmão nunca aparecia, era apenas mencionado, comecei a desconfiar do rumo que ele tomara na vida. E não me equivoquei.

É claro que na história ele acabou virando espião por acaso. No lugar certo, na hora certa, ele salvou um homem que por acaso era um espião. Este homem ofereceu-lhe o trabalho, treinou-o e fez dele um dos espiões mais destemidos da organização.
Para Trace era um prato cheio. Ele que só pensava em viajar pelo mundo, acabou conseguindo isso, ainda sendo financiado pelo governo.
Mas isso só fez com que ele se mantivesse cada vez mais distante da família.

Doze anos se passaram e agora ele quer paz e sossego. Principalmente depois que seu mentor morrera.
O inesperado acontece. A pedido de seu mentor, um pouco antes de morrer, Gillian contacta Trace pedindo sua ajuda para resgatar seu irmão e sobrinha sequestrados. Apenas de olho no que ganharia no final, cem mil dólares, como bonificação para sua aposentadoria, ele aceita. Mas mais a frente tudo muda de figura...

Nora Roberts, para mim, é uma escritora de mão cheia. E como sempre digo, suas descrições das dinâmicas familiares são ótimas. Por este fator eu digo que gostei da série. Quando as irmãs estavam juntas, ou a família como um todo, as cenas eram melhores.
Mas a história de cada irmão, eu senti que conforme os livros passavam, a história ia perdendo a garra. O livro 1 foi o melhor para mim. Este, achei fraco.

Interessante a pegadinha, em inglês, o nome do livro com o do personagem. "Without a Trace", significando "sem nenhuma pista", indicava bem o estado de Trace. Desaparecido no mundo. A família sem saber onde ele se encontrava ou o que ele fazia na realidade para sobreviver.
Mas achei o romance dele com Gillian fraco e previsível.

De qualquer forma, "titia" Nora é A escritora, e mesmo o livro fraco dela é melhor que muitos por aí. Sem contar que mais uma vez a sua doce Irlanda é citada na série.
Por ser Nora, sempre vale a pena a leitura.


Nenhum comentário:

Postar um comentário