quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Texto Verdade: "A Arrogânica Segundo os Medíocres" | Link



Sabe um daqueles textos que você esbarra na internet e vê que ele se encaixa como uma luva na maneira que você pensa? Pois bem, isso acaba de me ocorrer com o texto "A Arrogância Segundo os Medíocres", de Carmen Guerreiro, do site AnsiaMente. (Leia o texto na íntegra clicando no link).

É muito chato perceber que até mesmo entre pessoas ditas amigas, você precisa regular a forma que fala, seus conhecimentos intelectuais, suas experiências...

Essa censura intelectual me deixa irritada. Isso porque a mediocridade faz com que muitos torçam o nariz para tudo aquilo que não conhecem, mas que socialmente é considerado algo de um nível de cultura e poder aquisitivo superior. E assim você vira um arrogante. Te repudiam pelo simples fato de você mencionar algo que tem uma tarja invisível de “coisa de gente fresca”.



O texto é rico em exemplos. E mesmo que você não seja o do tipo que tudo condena "nos outros", na certa, pelo menos, já conviveu com quem faça isso...


 Não pode falar que não gosta de novela ou de Big Brother, senão você é chato. Não pode fazer referência a livro nenhum, ou falar que foi em um concerto de música clássica, ou você é esnobe. Não ouso sequer mencionar meus amigos estrangeiros, correndo o risco de apedrejamento.

De qual lado do muro você está?
Aos que me conhecem, ou não, que me desculpem, mas não me venham dizer como regular o meu tempo, meu interesse, meu dinheiro, meu gosto literário e/ou musical.
Eu não teria dito melhor. E o texto nem é novo (publicado em maio/2012)

E o pior é que vivem, mesmo: no universo da pobreza de espírito.


Museu Madame Tussauds, em Londres


Nenhum comentário:

Postar um comentário