terça-feira, 19 de março de 2013

Lara Adrian - A Ascensão da Meia Noite [Midnight Breed #4]



Ficha técnica: A Ascensão da Meia Noite (Midnight Breed #4 - Midnight Rising)
Autora: Lara Adrian
Editora Universo dos Livros
Lançamento original: 2007
Lançamento BR: 2012
349 páginas


"Em um mundo de sombras e escuridão, o desejo é a arma mais mortífera… 

Para a jornalista Dylan Alexander, o que começa como a descoberta de uma cripta oculta acabará se transformando em uma espiral de violência e mistério que colocarão sua vida em perigo. Mas nada é mais perigoso do que o homem ferido e extremamente sedutor que emerge das sombras para carregar Dylan e um mundo sombrio… 
Irado por causa de uma traição, Rio é um guerreiro que empenhou a vida na luta contra o exército de Renegados. Ele não permitirá que nada atrapalhe seu caminho – muito menos uma mortal que pode pôr em perigo a existência da Raça, ameaçada agora por um sombrio mal que despertou de sua letargia eterna. 
Repentinamente, Dylan não consegue mais resistir ao toque de Rio, e descobre que eles estão unidos por laços fortes. Ela deverá escolher: deixar o reino da meia-noite ou arriscar tudo o que tem por esse homem que lhe mostrou o verdadeiro sentido da paixão e os infinitos prazeres do coração…"




Mea culpa não ter feito mais nenhuma resenha da série RAÇA DA MEIA NOITE, apenas citando os 3 primeiros livros anteriormente.

Esta é uma saga também lançada pela Universo dos Livros, mesma editora que lança os nossos amados Irmãos da Adaga Negra. Conheci as duas séries antes mesmo de serem lançadas no Brasil e por se tratarem de temas semelhantes, guerreiros fortes, lindos que uma vez que encontram suas companheiras, é para sempre, me apaixonei pelas duas. Mas a editora deu uma atenção especial aos Irmãos da Adaga, que falta pouco para nós, leitoras brasileiras, nos igualarmos no lançamento do livro de Blay e Qhuinn (cenas dos próximos capítulos...). Por isso, o lançamento desta série aqui está um pouco relegado a segundo plano. Mas acredito que com a equiparação da série Adaga, a editora se foque nas outras sagas.

Voltando ao tema em questão, esses irmãos guerreiros, chamados vulgarmente de vampiros pelo fato de precisarem de sangue humano para sobreviverem (Sim, Dona Stephenie Meyer! Sem essa de sangue de animal!), precisam lutar contra os Renegados, vampiros que deixaram sua sede de sangue falar mais alto e tornaram-se maus, matando os humanos que os alimentam.
Eles vivem num mundo a parte, totalmente escondidos dos olhos humanos. Não podem andar à luz do dia e têm toda a tecnologia a seu favor, graças principalmente ao gênio cibernético Gideon.
Diferente de suas companheiras, humanas, que têm em seu DNA a capacidade de se reproduzirem com tais guerreiros especiais. Sua identificação fica a cargo de um sinal de nascença nelas: uma lágrima e uma lua crescente em ponto variado de seu corpo.



Cada companheira da raça, como essas humanas são chamadas, tem um dom especial. Pode ser a coisa mais estranha possível como curar com as mãos ou ouvir pensamentos alheios.

Nesta história, bastante tocante até, temos o guerreiro Rio, que foi traído por sua companheira de raça, ao ter entregue uma ação deles ao pior inimigo da raça na ocasião, o irmão do líder Lucan, com a promessa de que seu marido sairia ferido apenas o suficiente para sair da Ordem e parar de lutar. Desnecessário dizer que o inimigo não cumpriria esta parte do acordo, e a bomba acionada para explodir o local acabou ferindo quase de morte exatamente a Rio. Ao ser descoberta a sua traição, sua esposa Eva, cortou a própria gargante.
Dando continuidade à sua recuperação, envergonhado pela traição da companheira, Rio pretende terminar uma nova missão acabando com sua vida. Sua tentativa fracassou quando ele foi descoberto numa caverna pela repórter Dylon. A partir daí começa a história deles.

Lembra-se que falei sobre os dons das companheiras? No caso de Dylon era ver fantasmas de mulheres. Isso significa que um dos fantasmas vistos foi da ex-companheira de Rio...

Esta série tem romance, aventura, um pouco de poderes especiais, pancadaria e um leve apelo sexual.
Dos 4 livros até agora lançados, o 3 foi o que achei mais chatinho, mas normalmente gosto das histórias.
O 5º livro, O VÉU DA MEIA NOITE, já encontra-se disponível à venda. E parece que a companheira do próximo é uma guerreira à altura...





SOBRE A AUTORA



Quando criança Lara Adrian costumava dormir com a coberta enrolada em volta do pescoço com medo de ser vítima de algum vampiro. Mais tarde, sob a influência de Bram Stocker e Anne Rice, ela parou para pensar se na verdade seu desejo secreto era outro: o de andar em meio a um mundo sombrio, vivendo um sonho sensual e perigoso, com um homem sedutor, com poderes sobrenaturais. Equipada com todo esse medo e desejo do sobrenatural que Lara tornou-se uma das escritoras de maior vendagem, pelo New York Times.

Atualmente a autora vive com seu marido na costa da Nova Inglaterra, região nordeste dos Estados Unidos.

Sua saga RAÇA DA MEIA NOITE encaminha-se para o 12º livro:

1- O Beijo da Meia Noite
2- O Beijo Escarlate
3- O Despertar da Meia Noite
4- A Ascensão da Meia Noite
5- O Véu da Meia Noite

Ainda não lançados no BR:

6- Ashes of Midnight
7- Shades of Nidnight
8- Taken by Midnight
9- Deeper than Midnight
Novela extra - A Taste of Midnight
10- Darker After Midnight
11- Edge of Dawn (lançado lá fora em fevereiro/2013)

A ser lançado:

12- Crave the Night

Um comentário:

  1. Lara pelo amor de Deus.. lance os livros na versão brasileira.. eu sou apaixonada na sua serie.. são os melhores livros. e se não for pedir muito.. lance tambem os filmes, tenho certeza que vai ser a explosão de nossa geração.. sou completamente sua fã!
    beijos ... Ketila'

    ResponderExcluir