quarta-feira, 3 de abril de 2013

Jamie McGuire - Walking Disaster [Beautiful #2]



O livro foi lançado ontem (não aqui no Brasil, é claro), e normalmente eu o leria em algumas horas e postaria a resenha no mesmo dia (assim como fiz com Lover at Last, de J.R.Ward). Mas acontece que gosto tanto da história de amor desses dois, que me dei o direito de saboreá-lo beeeemmm devagar. Então, desculpe aí o atraso de 24h na resenha. rsrsrsrs...
Vamos lá!

Ficha técnica: Walking Disaster (Beautiful #2)
Autora: Jamie McGuire
Editora Atria Books
Lançamento original: 2 de abril de 2013
Lançamento BR: previsto para julho de 2013
448 páginas.

"Pode alguém amar além da conta?
Travis Maddox aprendeu duas coisas com sua mãe antes de ela morrer: Ame com fervor. Lute mais fervorosamente ainda.
A vida de Travis é cheia de mulheres passageiras, apostas clandestinas e violência. Mas logo quando ele pensa ser invencível, Abby Abernathy o coloca de joelhos. 
Toda história tem dois lados, Abby teve sua vez\. Agora é a vez de ver a história através dos olhos de Travis."




Não vou dar spoilers para não estragar os gritinhos que vocês darão quando lerem o livro (porque certamente algumas darão). Mas já vou avisando: este livro é melhor entendido se você tiver lido o #1 primeiro, BELO DESASTRE. Senão, vai parecer que estou enchendo esta página com spoilers...

A CAPA

Eu achei linda. O primeiro livro (que no Brasil teve reproduzida sua capa original. Obrigada, Editora Verus!!) teve uma capa mais fofa. Como eu não conhecia a sinopse ao ver o livro na vitrine - apesar de já ter ouvido falar que a história era boa - fiquei sem entender a simbologia daquele vidro e a borboleta presa dentro.
Neste, a capa é a borboleta tatuada no braço de Travis.
O que é até uma coisa maluca, porque no original em inglês ele a apelida de "pigeon" (pombo), em português traduziram para "beija-flor", mas a capa traz uma "borboleta". kkkkkkkkkkkkkk...Coisa de doido. Mas um mero detalhe...
Esperando que mais uma vez a Verus traga a capa original. Pleeeeeeeeeeeeeaaaase!!!!!

O ENREDO

Óbvio que, como já diz a sinopse, é a mesma história vista pelo lado de Travis. Então, é claro que muitas das cenas são repetidas. Mas... como o livro é escrito em primeira pessoa, você lê os pensamentos dele, não mais os de Abby. E acredite, esse cara pensa pra c.... De tudo que ele passou na vida, sua cabeça é uma grande bomba relógia pronta para explodir.
O legal é que o livro também traz várias cenas de quando ela não estava perto dela.

O livro já começa com ele perdendo a mãe (para quem leu o livro 1, sabe que Travis se transformou no que é porque perdeu a mulher que mais amava aos 3 anos de idade). Uma cena super tocante:

"Primeiro, é certo se sentir triste. Está tudo bem se você sentir coisas.
 Lembre-se disso. Depois, Seja criança o maior tempo que você puder. Brinque, Travis. 
Faça bobagens' - seus olhos rolaram um pouco para cima - ' e você e seus irmãos devem
 cuidar um dos outro, e de seu pai. Mesmo quando você crescer e se mudar daqui,
 é importante visitar a família. ok?"

E como a gente lê no livro 1, dito pelo seu próprio pai para Abby, Travis nunca mais foi o mesmo depois da morte da mãe. Mas ele acatou o conselho da mãe:

"Éramos pobres, mas unidos. Os vizinhos sabiam que se
mexesse com um dos Maddox, estariam mexendo com os cinco."

Depois desse início trágico, a história já pula para após ele tê-la visto a primeira vez numa de suas lutas pelo "Círculo".
Quando ele se apaixona por Abby, nem ele sabe que sentimento era aquele. Ele não era como os outros caras que viviam se apaixonando e sofrendo quando levavam um pé na bunda. Por isso, naquela manhã após ter feito amor com Abby e descoberto que ela o havia deixado (eu avisei que você precisava ler o livro 1 primeiro!!!), até seu primo Shep se espanta com a crise que ele teve - que é muito bem descrita. E você solta alguns suspiros (alguns??? Soltei vários ao longo do livro!!!) quando o vê tão arrasado ao longo do romance deles:

"Minhas mãos pousaram sobre o azulejo e fechei meus olhos. 'Por favor, volte.'
Falei pra mim mesmo. Ela não podia me ouvir, mas eu não consegui parar
de desejar que ela voltasse e me salvasse
da dor horrível que eu sentia sem ela aqui."


Lembra-se de Kara, a acompanheira de quarto de Abby no Morgan? Ela não aparece muito por aqui (graças a Deus! Garota rabugenta!), mas ela falou algo certo no livro 1:

"Vocês está tentando salvar o Travis, e ele
espera que você consiga. 
Vocês dois são um desastre." (p. 213, Belo Desastre)

O livro é bem isso. Abby tem um segredo de seu passado; Travis se apaixona pela única menina da universidade que não queria nada com ele; eles começam a namorar; brigam e reatam várias vezes; participam de aventuras juntos; não conseguem ficar separados um do outro.
Se Abby é o "belo desastre" do livro 1 (travis sempre comenta o quanto a acha linda), ele seria o "desastre ambulante". O que seria um bom nome para o livro 2. No final, Kara estava coberta de razão.

O livro é o mesmo, diferente. Há por exemplo mais descrições da luta dele no escritório de Benny e a outra em Las Vegas, o passeio dele e Shep pelas ruas de Las Vegas, o retorno dele à casa do pai após o Dia de Ação de Graças quando ele desmorona junto aos irmãos...

O FINAL

É claro que não sou doida de contar o final!!!
Mas você pensa: "ué! Eu já sei o final quando li o livro 1". Siiiiiimmmmm, mas a autora nos brinda com um epílogo para lá de diferente (diria até ousado), dando uma puxadinha na possibilidade do próximo livro.
Não, acho que não haverá mais um livro sobre esse casal. A história deles teve início, meio e fim e foi bem contada por ambas as partes. Mas a própria autora anunciou em seu site um tempinho atrás de que vai continuar escrevendo sobre os Maddox, os irmãos de Travis. Como será que se chamaria a série? "Beautiful #3"? Ou "Os Maddox 1"? Cenas dos próximos capítulos...


Minhas impressões sobre o livro... Bom, já devem ter percebido que me amarro num bad boy...ehehehe... A história de Abby e Travis me cativou desde o livro 1, e a espera da versão dele foi aguardada com ansiedade.
No primeiro livro - ambos escritos em primeira pessoa - achei que a autora estava realmente escrevendo uma história. Você lia o lado de Abby, sua opinião, mas se sentia mais como um observador. Na versão de Travis achei o lado emocional muito mais presente. Você se envolve com o personagem, a carga emotiva é maior. Tem horas que você ama ou odeia a reação dele, mesmo entendendo o porquê daquilo tudo. 
Os pensamentos dele eram tantos e tão confusos que, no original em inglês, o livro de Abby tem 432 páginas, mas o de Travis, 448. 

Um livro para se ler mais de uma vez? Com certeza. Esperando julho chegar para ler tudo de novo em português.
Se você leu o primeiro e já conhece a hsitória de cor, mesmo assim NÃO pule partes do livro 2. Os pensamentos de Travis estão bem impressos ali, como uma digital. Se pular alguns trechos você pode acabar perdendo a linha de raciocínio dos motivos que o levaram a fazer cada coisa.

A TRILHA SONORA

E assim como na resenha do livro anterior eu escolhi uma música como trilha sonora (na verdade a música consta na história), nesta aqui não poderia faltar.
E como o tempo todo o livro fala sobre a "salvação" de Travis Maddox, nada como uma música que fale sobre isso.
Para a alegria da minha amiga Luciana Vargas que se amarra no HANSON, a música escolhida é SAVE ME. Tudo a ver...

SALVE-ME

Amando você como eu nunca amei ninguém antes
E precisando que abra esta porta
Te implorando, como se, de algum modo, pudesse mudar a situação
E me peça também, eu preciso tirar isto da minha cabeça

Eu nunca pensei que estaria dizendo estas palavras
Eu nunca pensei que precisaria dizer
Outro dia sozinho é mais do que posso suportar

Você não vai me salvar?
Salvação é o que eu preciso
Eu apenas quero estar ao seu lado
Você não vai me salvar?
Eu não quero ficar
Apenas vagando sem rumo neste mar da vida

Você não vai...
Ouça, por favor querida não saia pela porta
Estou de joelhos, tudo que estou vivendo é por você

Eu nunca pensei que estaria dizendo estas palavras
Nunca pensei que encontraria uma maneira
Outro dia sozinho é mais do que posso suportar

Você não vai me salvar?
Salvação é o que eu preciso
Eu apenas quero estar ao seu lado
Você não vai me salvar?
Eu não quero ficar
Apenas vagando sem rumo neste mar da vida

Repentinamente o céu está caindo
Poderia ser tarde demais para mim?
Se eu nunca disse "Me perdoe"
Então estou errado, sim eu estou errado
Então eu escuto meu espírito chamando
Imaginando se ela está ansiando por mim
E aí eu entendo que não consigo viver sem ela

Você não vai me salvar?
Salvação é o que eu preciso
Eu apenas quero estar ao seu lado
Você não vai me salvar?
Eu não quero ficar
Apenas vagando sem rumo neste mar da vida

Você não vai me salvar?
Você não vai me salvar?
Você não vai me salvar?





10 comentários:

  1. Primeiro te perdoo pelo pequeno "atraso" na resenha,pois se fosse eu tbm leria bem devagar pra aproveitar o máximo do Travis (Meu Amado)!! AMEI a Resenha!!! E agora?? Como faço pra esperar até Julho!! MUITOOOO Ansiosa!!! Bjs!! BRIGADUUUUUUUUUUUU

    ResponderExcluir
  2. Belíssima Resenha! Obrigada! Já estava super ansiosa para ler, agora mais ainda se possível. rsrsrs

    ResponderExcluir
  3. Que isso Vânia? Quer me matar cara? Sou suspeita para falar do Travis, porque eu simplesmente adoro esse marrento tatuado. Achei uma grande sacada da escritora nos abrilhantar com a versão do Travis. Além da gente saber o que se passa na cabeça dela, é possível fazer um paralelo dos acontecimentos, dando um enfoque maior naquilo que ficou obscuro na versão da Abby. Amei!

    ResponderExcluir
  4. Que isso! Hanson!!!! Não creio! Eu não li o primeiro livro e nem esse, também não me interessei muito pela série ainda. Mas li a resenha do outro e desse e pela descrição, combina com o Travis mesmo! A música é linda, cara! hahahahaha Sou suspeita.

    Bjuuux

    ResponderExcluir
  5. Estou doida por este livro. Além do novo livro de IAN, este do Travis é um dos mais aguardados por mim. Adorei sua resenha, instigante e sem spoilers, uma delícia de ler. Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Vania! Gostei muito da sua resenha, eu já estava ansiosa para ler este livro, agora então fiquei mais ainda. Espero que chegue logo ao Brasil.

      Excluir
  6. Adoro resenhas! Gosto de saber a opinião das pessoas que respeito sobre livros. É sempre uma fonte de informação preciosíssima!
    E, depois de ler a sua resenha, tenho que arranjar tempo para ler o primeiro volume, e aguardar ansiosa pela publicação do segundo!
    Toda resenha feita no calor da emoção de uma leitura, é sempre adorável!
    Parabéns, Vânia. Obrigada por dividir conosco as sua impressões.
    Bjks

    ResponderExcluir
  7. Amei sua resenha...
    Me empolgou bastante para ler esse livro!

    ;D

    ResponderExcluir
  8. Meu Deus... o que foi essa resenha?

    Me arrepiei váááááárias vezes e tive quer ler duas vezes tb!!

    Eu imaginava que o livro seria bom, mas lendo a sua resenha já espero um ótimo e maravilhoso livro!!

    Como assim outro final? Epílogo?? Tô surtando...

    Tb espero que a capa seja a mesma!! rs

    Ai... ai... Vânia... na próxima vez seja mais rápida viu?! kakakakakakakakka

    Adorei a resenha e muito obrigada por ela!

    Quero reler Belo Desastre antes de ler este livro!!

    Beijos envenenados!!

    ResponderExcluir