segunda-feira, 6 de maio de 2013

Katie McGarry - Dare You To (Pushing the Limits #2)



Ficha técnica: Dare You To (Book #2)
Autora: Katie McGarry
Editora Harlequin Teen
Lançamento original: 28/maio/2013 (em pré-venda)
Lançamento BR: ainda não
462 páginas

"Ryan aproxima seus lábios em meu ouvido: 'dance comigo, Beth'
'Não', eu sussurro em resposta. Eu o odeio e odeio a mim mesma por querer que ele continue me tocando.
'Eu te desafio...'

Se alguém conhecesse a verdadeira história da vida de Beth Risk, sua mãe seria mandada para a prisão, e sua filha Beth de dezessete anos, só Deus sabe para onde. Por isso ela protege sua mãe a todo custo. Até o dia em que seu tio reaparece em sua vida e a faz escolher entre a liberdade de sua mãe e sua própria felicidade. É assim que Beth se encontra morando com uma tia que não a quer e frequentando uma escola que não a entende. Em nada. Excetuando um cara que não deveria atraí-la, mas o faz...

Ryan Stone é o menino de ouro da cidade, um popular atleta do baseball com um segredo que não pode contar a ninguém. Nem mesmo aos amigos que ele compartilha tudo, inclusive umas apostas malucas. A mais louca delas? Pedir a garota menos interessada nele para sair.
Mas o que começa como um desafio torna-se uma atração intensa que nem Ryan, nem Beth esperavam. De repente, o menino com a imagem impecável arrisca seus sonhos e sua vida pela garota que ama, e a menina que nunca deixa um rapaz se aproximar demais, encontra-se desafiando a si mesma a querer tudo aquilo..."

ROMANCE CONTEMPORÂNEO. YOUNG ADULT.


O casal mais-pouco-provável da literatura, e ainda assim, eles dois juntos são uns fofos.




Beth era uma das jovens que viviam numa casa de guarda provisória, com Noah e Isaiah (livro 1). Oficialmente ela não era adotada, mas sim, vivia com sua mãe. Acontece que sua mãe encontrava-se numa fase um tanto perdida, com um namorado traficante, perigoso e violento e que ainda tinha tentado abusar de Beth. Por causa disso, ela preferia viver na casa dos amigos e ir de tempos em tempos cuidar da mãe.

Até que o relacionamento de sua mãe e o namorado chegou num limite em que a polícia foi acionada e Beth acabou em apuros. Para ajudá-la, um tio há muito desaparecido reapareceu e requereu a guarda dela.
Vivendo numa nova cidade e indo para uma nova escola, Beth encontra Ryan Stone, o mauricinho que, apesar de lindo, jamais se interessaria por ela. Afinal, rapazes como ele nunca olhavam para garotas como ela mais do que uma vez, certo?

Ryan não conseguia entender, mas algo em Beth o fascinava. Talvez fosse sua rebeldia, talvez o corpo maravilhoso, talvez o belo sorriso (quando ela se dignava a fazê-lo), ou talvez porque, como jogador de baseball amador, ele via no tio de Beth a oportunidade certa para fazer contatos e conseguir uma vaga num time de baseball profissional.
Beth podia até pensar que Ryan era o cara perfeitinho, mas a vida dele não era um mar de rosas. Seus pais, que adoravam posar de família perfeita, escondiam dos amigos e vizinhos um segredo que poderia envergonhá-los no mais alto grau perante a sociedade. Eles brigavam o tempo todo. E seu pai só tinha um objetivo na vida: ver o filho caçula como um famoso jogador profissional. Fazer faculdade nem mesmo importava.

Imagine juntar  a menina problema com o rapaz certinho e veja a bela tequila que isso pode dar...


"Pode" ~ "Não pode"  - um lance entre os dois

Mais uma vez Katie McGarry traz um livro para adolescentes carregado de emoções. Tanto a vida de Beth, quanto a de Ryan, eram repletas de desafios que não foram eles a causar. A família de ambos (a dela totalmente desregrada, a dele, bancando a certinha) decidiram por eles como deveriam se portar, e, na realidade, eles só faziam reagir em cadeia. Beth, sendo a rebelde que não levava desaforo para casa. Ryan, sendo o bom moço que nunca discordava com nada. Ao encontrarem-se, uma espécie de equilíbrio agitou a vida deles, mas como todo equilíbrio, leva um tempo até que entre no eixo.
Achei que desta vez a autora levou um pouco mais de tempo para trabalhar a história romântica deles, porque a bagagem emocional de cada um era grande e pesada. Mas, uma vez que esta começou, deslanchou bem.



Ryan é bem protetor em relação a Beth, mesmo sabendo que os antigos amigos dela eram barra pesada.
Quando o livro chega no final, eu, como sempre, fico com um gostinho de quero mais. Sempre achando que a autora poderia ter incluído mais algum capítulo.

O livro tem um bom ritmo - como disse antes, um pouco mais lento que o livro 1; os personagens são cativantes. 
Um dos pontos positivos dessa série é que para o público o qual ela é direcionada, a autora traz histórias com enredos fortes, mostrando um outro lado da vida que talvez o seu público alvo não conheça, mas ainda assim, ela não o faz de forma pesada ou depressiva. O leitor torce pelo final feliz dos personagens. Eu mesma me peguei suspirando de alívio em algumas partes do livro quando algo que parecia estar indo por água abaixo, de repente, teve uma solução satisfatória.
E definitivamente a gente fica querendo saber o que será do próximo personagem.

E nossa trilha musica... Com certeza Ryan faria qualquer coisa por Beth...




O livro 3, já entitulado como "Crash into You", trará a história de Isaiah. O mecânico da turma.




O livro está em pré-venda (em inglês), com lançamento previsto para 28 de maio. Esperemos que a Editora Verus lance aqui no BR ainda este ano.
Boa leitura!


*Ao som de "Grenade", com Bruno Mars.

Nenhum comentário:

Postar um comentário