quinta-feira, 9 de maio de 2013

Shelley Munro - One Night of Misbehavior



Ficha técnica: One Night of Misbehavior*
Autora: Shelley Munro
Editora self
Lançamento original: abri/2013
Lançamento BR: ainda não
185 páginas (edição kindle)

"Ele tem suas cicatrizes do lado de fora. As dela estão bem escondidas dentro de si.
Charlotte Dixon ignora a ordem de sua madrasta e comparece a um dos eventos mais aguardados do ano: O Baile de Máscaras. Charlotte apronta mais ainda no baile quando fica aos beijos com um sedutor mascarado. A noite de amor anônima que se segue a faz querer ter uma vida diferente, mas no dia seguinte ela está de volta à sua vida de borralheira.

Um magnata da publicidade, Ash Marlborough estava prestes a contratar um detetive particular para ir no rastro de sua princesa sem nome quando ela aparece na sala de seu trabalho para uma entrevista. Charlotte fica chocada ao encontrar o seu mascarado em carne e osso, e mais ainda quando ele a convida para sair. Apesar de desejar passar mais uma noite com ele, ela não tem tempo para um relacionamento no momento. Não quando ela quer se reinventar e agarrar uma vida diferente com as duas mãos. Mas Ash sabe o que ELE quer, e está determinado a conquistar o coração de sua princesa. Deixe que a daça da sedução comece...

AVISO: Este livro contém uma madrasta conivente; irmãs egoístas; uma avó com tendência à fada madrinha e um herói mascarado sexy disposto a enfrentar a tudo e a todos pelo amor de uma mulher."

ROMANCE CONTEMPORÂNEO-ERÓTICO. 

(English review scroll down the page)

Típica história de Cinderella.
A mocinha cujo pai casou novamente e morreu uns anos depois deixando a morar com a madrasta e duas irmãs chatas e egoístas. A fada madrinha fica por conta da avó, que por sofrer de lúpus de estágio avançado, é obrigada a passar boa parte de seu tempo na cama. Com isso, Charlotte é obrigada a ficar em casa cuidando da avó e de todo o serviço.

A história já começa com o baile tendo passado. Portanto, tem uma espécie de flashback mostrando como ela e Ash se encontraram pela primeira vez. 
É claro que no baile ambos estavam anônimos com suas máscaras, mas a atração foi imediata. Por parte dela, ela realmente sentiu-se atraída por ele sem nunca ter tido qualquer pista de quem ele era. Ele, por outro lado, já havia ido ao baile com uma missão, dada por sua avó, com a conivência da avó dela, de procurar por uma moça fantasiada de princesa, com vestido cor de damasco. Ainda bem que ele gostou do que viu e de uma dança e alguns beijos, eles acabaram, a bem da palavra, f... em algum canto do baile.


Tudo ficaria por isso mesmo se não fosse o acaso colocar na vida de Charlotte uma entrevista para ser designer em uma empresa de publicidade. E quem era um dos donos da empresa e entrevistador? O próprio.
Desde que eles só se viram com máscaras e não falaram seus verdadeiros nomes, um não teria como reconhecer o outro, certo? Mais ou menos.
Ash sentiu uma certa familiariadade quando ela entrou no escritório, e a voz dela parecia familiar. Ela assustou-se ao ver sobre uma das mesas um vaso contendo uma única flor. Flor esta que ela tinha ofertado a ele. Ao vê-la sobressaltar-se ao reconhecer a flor, Ash tinha certeza que tinha encontrado sua princesa desaparecida.

Até aí tudo ia bem. Como típica história de Cinderela, a madrasta encheu o saco dela até que ela desistisse do emprego, fez chantagem emocional para que ela sempre ficasse em casa cuidando da avó (esta tinha sido hospitalizada às pressas e agora tinha pouco tempo de vida).

Dando um jeito de ajudá-la a ter uma certa independência, Ash conseguiu para ela alguns trabalhos de designer freelance e a fez acompanhá-lo em algumas festas.
Ele definitivamente estava apaixonado e queria fazê-la sentir o mesmo que ele. Ela estava envolvida, mas fugia com medo de mais uma vez cair numa espécie de prisão. O que ela precisava era arrumar um jeito de sair da casa da madrasta e ter sua vida independente.

A avó morre, a madrasta a expulsa de casa, contesta o testamento da mãe, ela e a filha ao verem que o relacionamento de Ash e Charlotte começava a ficar sério, decide ir aos jornais contar uma certa verdade a repseito do passado de Charlotte... enfim, o livro que eu estava super a fim começou a ...



A autora deu uns saltos no tempo e deixou alguns vácuos. A conexão que tive com os personagens logo de cara no livro foi se perdendo ao longo da história. E apesar de ser classificado como um romance erótico, achei as cenas fracas. Os personagens eram melhores de garganta. Falavam que iam fazer e acontecer e na hora mesmo do rala e rola, a cena passava meio que por cima. E do penultimo para o último capítulo, tive a sensação de que tinha perdido algo porque uma hora a personagem encontrava-se toda indecisa se queria mesmo ficar com ele, e depois parecia outra pessoa...
Resumindo: uma boa ideia que foi se perdendo.
Dou 3 estrelas porque o livro tem uma introdução que despetou meu interesse, uma capa linda e um mocinho fofo. Isso sem contar que ele tem uma cicatriz imensa que vai do rosto ao ombro, e eu me amarro em livros com mocinhos que têm cicatriz...ahahahaha

As impressões:
O ritmo da história começou de muito bom para super rápido, dando uns pulos e deixando uns buracos na história;
A conexão com os personagens foi instantânea no início, mas perdida ao longo da leitura;
O lado positivo: alguns personagens eram realmente cativantes, como a avó de Charlotte, o pai de Ash e o próprio Ash, que teve uma atitude constante durante todo o tempo;
O lado negativo: como disse, achei que ficaram umas lacunas que a autora poderia ter trabalhado mais, em especial quando Charlotte descobre a verdade sobre a sua origem.

Para adquirir o livro: Amazon  |   Barnes & Noble

Sobre a autora:  Site  |  Blog  |  Twitter  |  Facebook  |  Goodreads

photo credit: Princess Cruises


(English Review)

The book has a good plot, typically Cinderella. The story of the girl who lost her father and had to live with her stepmother and two selfish sisters.
Charlotte meets her Charming Prince at a masked ball but do not even know his name.

They meet each other again when Charlotte went to a job interview, where Ash was one of the owners and interviewers.
Ash falls in love with her from the first moment. Charlotte, despite being in love, wants above all leave her stepmother's house and have her independence. Especially after the death of his grandmother, the fairy godmother.

I would say that the basis of the book is very good. It's always interesting to see a modern tale based on fairy tales. In this case we have two stories in one. While Charlotte personifies Cinderella, Ash is the Beast, having a huge ugly scar on his face. It happened because there was a fire in his house when he was still a child.


In my opinion, the author jumped some events and allowed some time voids. The connection I had with the characters right away in the book was being lost throughout history. And despite being classified as an erotic novel, I found the scenes weak. The characters were better talking. They spoke too much but when the love making time comes the scene went through it over. And the penultimate to the last chapter, I had the feeling that I had missed something because one day the female character  was all undecided if she really wanted to stay with him, and then she  looked someone else ...
In short: a good idea that was being lost.
I give it 3 stars because the book has an introduction that made me feel  interested, got  a beautiful cover and a cute male character. Not to mention he has a huge scar on his face, and I love stories with good guys who have scar ... 

My impressions:

The pace of the story started very well then went to super fast, giving a few jumps and leaving holes in the story;
The connection was instant with the characters at first, but lost along the reading;
The positive point: some characters were really charming, like Charlotte's grandmother,  Ash's father and  Ash himself, who had a constant attitude along the time;
The Negative point: as I said, I thought there were some gaps that the author could have worked better, especially when Charlotte discovers the truth about her origin.


*Cópia do livro enviada por NetGalley, buscando uma resenha com opinião imparcial e sincera.

Um comentário:

  1. Seu blog é óptimo,gostei dou-lhe meus parabéns.
    Com votos de grandes vitórias.
    PS. Se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais,
    faça-o de forma a que possa encontrar seu blog para segui-lo também.
    Sou António Batalha.

    ResponderExcluir