sexta-feira, 21 de junho de 2013

D. A. Wills - Forbidden to Love



Ficha técnica: Forbidden to Love (The Erosians #1)
Autora: D.A. Wills/ Debbie Davies
Editora Createspace
Lançamento original: 2012  Relançamento: março/2013
Lanlamento BR: ainda não
370 páginas

"Os deuses me criaram. Eles me possuem. Eles governam minha vida.

Bem, eles gostam de  pensar que o fazem.
Há quase um ano fui rejeitada e banida por Eros, o deus do Amor. Agora tenho sido forçada por ele a viver uma vida de escravidão no mundo mortal, completamente proibida de amar alguém, a não ser ele - a menos que eu queira dor, um coração partido e tortura como futuro promissor.

Meu ódio por Eros é quase tão forte quando o desejo de escapar dessa vida de solidão, o que parece praticamente impossível. Até que eu o encontro, um mortal sem aura, que rouba meu fôlego e queima  meu coração. Agora eu preciso encontrar um jeito de estar com ele, mesmo que isso signifique perder tudo o que eu tenho e começar uma guerra para acabar com todos os mundos. Sorte minhas esses caras estarem dispostos a matar  para me proporcionar uma vida.

Eu posso ser proibida de amar, mas estou determinada a viver."


ROMANCE CONTEMPORÂNEO. URBAN FANTASY. YOUNG ADULT.


(English review scroll down)


Adorei a sinopse.
Este é o típico livro de que gosto. Fantasia, amores impossíveis, fuga, briga, muita aventura e a possibilidade de HEA (felizes para sempre).

Logo de início a história me prendeu.
Esta é a história das três criaturas moldadas por Prometeus, a pedido de Zeus, para satisfazer o desejo do deus Eros desde que ele havia "perdido" o amor de sua vida e a queria de volta. Perdido não é exatamente o termo, ela havia deixado passar a oportunidade e quando a quis de volta já era tarde demais.
Implorando a Zeus que a trouxesse de volta, este não atendeu o seu pedido, mas em troca criou a primeira das criaturas. Allana era exatamente igual em aparência à mulher perdida por Eros. Mesmo similar em aparência, e criada para amar somente a ele, Eros não a quis.
A segunda criada foi Amora, com uma beleza sem rivalidade. Ainda assim Eros não a quis.
E a terceira foi Acacia, nossa protagonista. Mal olhou para ela, Eros a rejeitou.
As três foram mandadas para viver na terra como se fossem mortais, e já que foram feitas para satisfazer as necessidade do deus do Amor, o trabalho delas aqui era ajudar que os casais - as almas gêmeas - se encontrassem. Mas havia um porém: elas próprias NUNCA poderiam amar alguém além de Eros, mesmo significando que esse amor JAMAIS seria correspondido. Afinal, se ele era obrigado a viver uma eternidade sem o amor da sua vida, por que ele facilitaria a vida de suas criaturas?

(Quem disse que um deus não pode ser filho da mãe?)


Mesmo recebendo as três como presente, e não pretendendo amar nenhuma, Eros se irrita com Zeus e lhe dá um prazo de 12 meses para que fizesse seu amor retornar.
Nove meses havia se passado.
Acacia pressentia que assim como era certo Zeus mais uma vez não atender o pedido de Eros, ela e suas duas "irmãs" estavam fadadas a serem destruídas.
Mas ela ainda tinha um trabalho a fazer: unir os casais.

Isso era conseguido através da aura de cada um. Ela via a aura de cada pessoa e ao perceber que elas combinavam, bastava dar um jeito "cósmico" para que eles se encontrassem. Foi quando numa dessas buscas ela se surpreendeu ao localizar um rapaz sem aura.

Como assim? Será que ele não era humano? Se não, o que seria? Outro deus, semi-deus, demônio?

Acontece que além de descobrir que ele não tinha aura, a força gravitacional que os cercou foi forte.  Chamada de "Chama da Paixão", Acacia não teve como fugir do que passava a sentir por Josh. 
E quem disse que Eros ia facilitar?



Aí, começa a verdadeira aventura. Tentar manter o relacionamento em segredo (meio difícil quando antigos deuses podem ouvir pensamentos dos outros) ou fugir.

Josh é um fofo. O típico garoto do ensino médio lindo, educado, atleta, que se dá bem com todos, tem todas as meninas atrás dele, que poderia ficar com qualquer uma, mas se sente atraído pela "esquisita" da escola. Ele é super protetor com Acacia e faz de tudo para fazê-la sentir-se bem e segura...

 
"Mas você já sabe que eu a salvei e a salvaria
todas as vezes. Não, na verdade isso é mentira.
Eu a protegerei contra tudo. assim
você nunca precisará ser resgatada"



Acacia terá de fazer uma difícil escolha entre abandonar sua alma gêmea e viver infeliz pelo tempo que lhe resta, ou, tentar ser feliz ao lado dele sabendo que isso pode levar a ambos à morte.
O livro tem romance, mitologia, drama, aventura. Você se sente assistindo algo entre "Fúria de Titãs"  e "Percy Jackson". 

Minhas impressões:
A introdução do livro é maravilhosa, para quem gosta de mitologia.
Os deuses do Olimpo sempre causam muita confusão com seus sentimentos à flor da pele e seu egoísmo exagerado. É cada qual achando que tem razão.
As três criaturas de Eros são as mais perdidas. Elas foram criadas, uma após a outra, com a ÚNICA finalidade de satisfazer a Eros, e quando não conseguiram cumprir com seu objetivo, foram condenadas a uma vida sem amor, "amando" um homem/deus que jamais as amaria de volta.

Conforme a história se desenrola, o meu interesse por Acacia foi diminuindo. Minha leitura permaneceu ainda interessada por causa de Josh.
Mesmo com toda aquela aventura no mundo de Hades, a fuga, o aparecimento de Luca - que cria um certo triângulo amoroso - fiquei desapontada.
Creio não foi pelo enredo, ou pelo egoísmo dos deuses - já esperado, mas sim por Acacia. Achei a personalidade dela fraca. E por vários momentos isso me cansou.

Pode ser que, como este é o primeiro livro, os poderes dela aumentem e ela fique mais esperta para lutar de igual para igual com os outros seres mágicos, mas no momento fiquei meio que em suspense...

Senti conexão com os personagens, mas depois perdi.
A parte que mais gostei foi da fuga no carro, mas achei que depois disso, a ida dela ao encontro de Hades, foi demorada demais.
Ainda não sei se lerei o próximo livro. Não que eu esteja me fazendo de difícil, mas porque realmente ainda estou analisando que sentimento o livro me passou....

Pelo enredo que amo e por Josh, dou 3 ESTRELAS.

Sobre a autora:




*Cópia do livro enviada por NetGalley por uma resenha de opinião honesta.
-----------------------------------------------------------------------------------------

(English review)

I love the synopsis.
This is the typical book I like. Fantasy, impossible love, escape, fight, lots of adventure and the possibility of HEA .


The story got me.
This is the story of the three creatures shaped by Prometheus, at Zeus`s request, to satisfy the desire of the god Eros since he had "lost" the love of his life and wanted her back. Lost is not exactly the word because in fact he had missed the opportunity and wanted back when it was too late.
Begging Zeus to bring her back, Zeus did not answer his request, but in turn created the first of Erosians. Allana was exactly the same in appearance to the woman lost by Eros. Although similar in appearance, and created to love only him, Eros did not want her.
The second one, Amora was created as a beauty without rivalry. Still Eros did not want it.
And the third was Acacia, our protagonist. Barely looked at her, Eros rejected her.
The three were sent to live on earth as if they were mortal, and as they were made to meet the need of the God of Love, their work here was to help couples - the soul mates - met. But there was a catch: they themselves could NEVER love anyone but Eros. After all, if he was forced to live an eternity without the love of his life,  would he ease the lives of his creatures?

Even getting the three as a gift, and not intending any love, Eros is angry with Zeus and gives him a period of 12 months to take his love back.
Nine months had passed.
Acacia sensed that just as Zeus was right once again miss Eros' request, she and her two "sisters" were doomed to be destroyed.
But she still had a job to do: to find soul mates.

This was achieved by each aura. She saw the aura of each person and when realized they matched, it was enough to find a "cosmic"  way for them to meet each other. That's when one of these searches she was surprised to find a guy without aura.

How so? Was he not human? If not, what would he be? Another god, demigod, demon?

It turns out that in addition to discovering that he had no aura, the gravitational force that surrounded them was strong. Called "Flame of Passion", Acacia did not escape the feeling that passed through Josh.
And who said that Eros would make things easy?

Then the real adventure begins. Try to keep the relationship secret (kinda hard when ancient gods can hear others thoughts) or flee.

Josh is a cutie. The typical high school boy:  gorgeous, polite, athlete who gets along with everyone, have all the girls after him, he could be with any one, but is attracted by the "weird"  of the school. He is overprotective with Acacia and does everything to make her feel well and safe...

Acacia will have to make a difficult choice between abandoning her soul mate and live miserable by the time she have left, or try to be happy with him knowing that it might take both to death.
The book has romance, mythology, drama, adventure. You feel something between watching "Clash of the Titans" and "Percy Jackson".

My impressions:
The beginning of the book is wonderful for anyone who loves mythology.
The gods of Olympus always cause a lot of confusion with their feelings to the surface and exaggerated selfishness. 
The three Erosians are the most miserable. They were created, one after the other, with the ONLY purpose of satisfying Eros, and when they could not reach their goal, they were condemned to a life without love, "loving" a man / god who ever  love them  back.

As the story going on, my interest was lost. My reading still remained interested because of Josh.
Even with all that adventure in the world of Hades, the escape, a new character presence, Luca - to create a romance triangle - I was disappointed.
I believe it was not the plot, or the gods's selfishness - it  was expected, but by Acacia. I thought her personality weak. And many times it made me feel tired.

It may be that, as this is the first book, her powers increase and she becomes smarter to fight on equal terms with the other magical beings, but at the time I was kind of in suspense ...

I felt connection to the characters, but then lost.
The part I liked most was the runaway in the car, but I thought after that, the trip to meet Hades took long time .
Still do not know if I'll read the next book. Not that I'm playing hard to get, but because I'm really still analyzing how I'm feeling about all of this ....

By the plot and Josh, I give 3 STARS.



Nenhum comentário:

Postar um comentário