terça-feira, 18 de junho de 2013

Dan Brown - Inferno



Ficha técnica: Inferno
Autor: Dan Brown
Editora Arqueiro
Lançamento mundial: 2013
448 páginas


"No coração da Itália, Robert Langdon, o professor de Simbologia de Harvard, é arrastado para um mundo angustiante centrado numa das obras literárias mais duradouras e misteriosas da história: O Inferno, de Dante Alighieri. Numa corrida contra o tempo, ele luta contra um adversário assustador e enfrenta um enigma engenhoso que o leva para uma clássica paisagem de arte, passagens secretas e ciência futurística. Tendo como pano de fundo o poema de Dante, e mergulha numa caçada frenética para encontrar respostas e decidir em quem confiar, antes que o mundo que conhecemos seja destruído."


ROMANCE CONTEMPORÂNEO. HISTÓRICO. DRAMA. SUSPENSE.


"Os lugares mais sombrios
do inferno são reservados àqueles
que se mantiveram neutros
em tempo de crise moral."


Acordar em Florença e descobrir-se sem roupas, sem passaporte, sem seu relógio do Mickey Mouse, sem memória.
É assim, neste estado caótico, que encontramos o professor Robert Langdon em sua nova aventura atrás de algum símbolo que ninguém mais consegue decifrar.
Preparado para mais esta viagem? Então pegue seu passaporte e venha conhecer os segredos por trás dos grandes monumentos em 


Florença - e este David é um dos
pontos turísticos preferidos do professor


Veneza - Ponte dos Suspiros.
Local preferido dos enamorados, mas
na trama você descobre o real
significado para os "suspiros"


Istambul


Sem memória, o Professor Langdon precisa descobrir - e rápido - o que está fazendo em Florença (quando começa a aventura), como foi parar lá, porque tem alguém querendo matá-lo e por que diabos uma peça de material radioativo estava escondida em seu casaco de tweed!!

A partir deste material, que na verdade mostra-se ser um mapa, a aventura se desenrola baseada nos passos dados por Dante desde sua peregrinação do Inferno até chegar ao Paraíso.




O Inferno de Dante
Não há uma data exata para a escrita desses trêm volumes, mas segundo pesquisas, estima-se que o Inferno pode ter sido composto entre 1304 e 1307-1308, o Purgatório de 1307-1308 a 1313-1314 e por último o Paraíso de 1313-1314 a 1321 (esta última data fecha com a morte de Dante).
O nome do livro ser chamado de "comédia" não era porque se tratava de algo engraçado, mas por dois outros motivos. Primeiro porque apesar de tudo que o personagem passa no livro, expurgando seus pecados para alcançar o Paraíso, o livro tem um final "feliz". A segunda razão era que naquela época nem todas as pessoas eram literatas. O povo, quando sabia ler, não entendia as palavras rebuscadas dos eruditos. E Dante quis escrever um livro com palavras simples para que todas as pessoas entendessem seu significado. Por não ter usado de uma linguagem difícil - padrão da época - o livro foi classificado como "comédia".


Muitas obras foram inspiradas na obra de Dante. Pinturas, poesias, sinfonias. Muitas delas são citadas ao longo deste livro.

Esta obra acima, O Inferno, de Botticelli, mostra como seria o design do local. Uma espécie de funil dividido em noves círculos. Cada círculo designa um pecado: 

1º círculo - o Limbo - Os Virtusos Pagãos
2º círculo - Vale dos Ventos - Luxúria
3º círculo - Lago de Lama - Gula
4º círculo - Colina de Rochas - Ganância
5º círculo - Rio Estige - Ira
6º círculo - Cidade de Dite - Heresia
7º círculo - Vale do Flegetonte - Violência
8º círculo - o Maleboge - Fraude
9 círculo - Lago Cocite - Traição

Aí, você pensa: quando que eu vou decorar esses nomes todos? Não precisa. O livro foca apenas nas partes mais importantes do mapa, em especial porque, sabendo a ordem de cada pecado no Inferno, o Professor consegue discernir o que estava errado nele e achar suas próximas pistas.


Os Personagens
Alguns dos personagens centrais: O Consórcio - logo no início o autor explica que esta é uma organização secreta com escritórios em sete países. O nome foi modificado por questões de segurança ou privacidade. Ou seja, o Consórcio, mesmo com nome falso, é REAL.

Durante a aventura Langdon recebe a ajuda da Dra. Sienna Brooks e Dra. Elizabeth Sinskey.
O vilão, já dito em todas as reportagens e redes sociais, portanto, não estou dando spoiler, é Bertrand Zobrist. Um milionário que tem uma ideia fixa na mente e desde que os governos dos principais países ricos não lhe deram ouvidos, ele toma as providências pelas próprias mãos.

O Enredo
Normalmente os livros de Dan Brown - tendo o Professor Robert Langdon como personagem central - são focados em muita simbologia (cátreda do Professor na Universidade).
Neste, baseado na primeira parte do livro de Dante, leva os personagens a decifrar qual seria o pior entre os pecados existentes no Inferno (daí a sequência naquele mapa acima) e como isso se encaixa com uma possível disseminação de um vírus letal que poderia acabar com a humanidade, assim como ocorreu na época da Peste Negra.

Zobrist é um gênio. E ele tem um forte ponto de vista a ser considerado.
A Terra tem a capacidade de manter e se auto-sustentar para até 4 bilhões de habitantes. Acontece que já chegamos à marca de 7 bilhões. A água está acabando, a comida está acabando. Apenas os muito ricos têm as vantagens na educação, na saúde. O resto da população luta para se manter de pé.
Na época da Peste Negra, onde cerca de 25 a 75 milhões de pessoas morreram, apesar de toda a tristeza com tantos óbitos, houve um recomeço. Não é à toa que após isso veio a época da Renascença...  Se isso deu certo no passado, por que não repeti-lo?

Mas aí você fala: isso é genocídio!!!
Antes de julgar, leia.
A solução criada foi um golpe de mestre.

AVISO:
Se você está acostumada a ler os livros de Dan Brown, então já sabe que ele cria o caos para daí dar sua explicação lógica. Aqui não é diferente. Há todo um embasamento, um estudo sobre o assunto levantado - o ponto principal da trama trazido pelo antagonista Bertrand Zobrist. Leia com a mente aberta. Não tome nada como certo e não confie em ninguém. A trama sempre pode te surpreender.

"Busca e Encontrarás".


Os Pontos Altos (minha opinião)
Sou suspeita para falar sobre os livros com Langdon porque desde o primeiro, "O Código Da Vinci", fiquei apaixonada e viciada. Mesmo sofrendo várias críticas - em especial por causa do cabelo com chapinha ahahahah - adorei a escolha do ator Tom Hanks para o papel. O homem é um camaleão!!!


Sempre aprendo muuuuuuito lendo esses livros. Os locais visitados são maravilhosos, as descrições de detalhes não conhecidos do grande público e suas explicações históricas.
Além de aprender mais sobre a obra de Dante (eu havia lido o livro completo muito nova, então, muita coisa eu já tinha esquecido), aprendi outros detalhes como por exemplo, o que são os MONSTROS CTÔNICOS, o significado histórico e quando ocorreu a primeira QUARENTENA e a origem dos MUSEUS.
Gosto de ler estes livros com uma caneta marca texto do lado, porque para mim é um verdadeiro tesouro aprender sobre cada coisa e saber onde posso encontrá-los numa pesquisa futura.

Um livro 5 ESTRELAS (dá para dar mais???).

Os livros anteriores:







"Em situações de perigo,
não existe pecado maior do que a omissão"


Sobre o autor:


Facebook  |  Goodreads  |  Twitter  |  Website

Nenhum comentário:

Postar um comentário