segunda-feira, 10 de junho de 2013

SEMANA DOS ROMANCES HISTÓRICOS: Megan Frampton - Hero of my Heart



Livro #2 da Maratona de
Romances Históricos




Ficha técnia: Hero of my Heart
Autora: Megan Frampton
Editora Loveswept
Lançamento original: abril/2013
Lançamento BR: ainda não
264 páginas


"Quando o corrupto irmão endividado de Mary Smith arrasta-a para um pub decadente para vender sua virtude pelo maior lance, Alasdair Thornham vem em seu resgate. Claro que o marquês está longe de ser um marido perfeito. Embora ele seja muito bonito, com um corpo perfeito, forte, queixo talhado, e penetrantes olhos verdes, Alasdair também é muito afeiçoado ao ópio, preferindo delírio  à realidade. Ainda assim, ele ajudou Mary, e agora ela tem a intenção de retribuir o favor. Ela vai mostrar que ele não é mau, apenas problemático.

Mary era uma donzela na necessidade de um herói, mas o plano de Alasdair é torpe. Ele nunca previu o  desejo dela em salvá-lo. Alasdair é bastante reservado em seu tormento particular, até que este anjo prova que um coração ainda bate em sua alma quebrada. O diabo talvez queira mantê-la no inferno, mas será que as boas intenções de Mary pode levá-los de volta para o céu nos braços um do outro?"

ROMANCE HISTÓRICO. TEMA ADULTO.

(English review scroll down)

Um livro romântico mas que, ao mesmo tempo, toca fundo.
Mary foi literalmente resgatada por Alasdair quando tinha sua virgindade sendo leiloada dentro de um pub sujo. Ele percebeu que ela parecia alheia a tudo que se passava, mostrando claramente que estava drogada. Um impulso o fez resgatá-la, pagando cinco libras por ela. Mas depois disso, ele não sabia bem o que iria fazer com ela.
Sem família, sem dinheiro e agora sem reputação, Mary encontrava-se completamente perdida. Se não fosse por aquele homem, notadamente um nobre, por seus gestos, ela poderia se considerar perdida para sempre. Mesmo sem conhecê-la, Alasdair veio ao seu auxílio, e mostrava-se um homem honrado.

O que Mary não sabia era que Alasdair era um nobre, um marquês, mas pouco se importava com seu título. Ele estava se autodestruindo pela culpa, pelo remorso. Seu vício em ópio, que começou por conta de um ferimento à bala, estava cada vez pior, e ele não tinha qualquer desejo de livrar-se dele.
Por alguma razão, ao ver aquela moça sendo leiloada, indefesa, ele quis fazer algo por ela. Ao comprá-la das mãos daquele homem horrível e levá-la para o quarto da estalagem onde se hospedava, ele não tinha nada em mente a não ser libertá-la. Mas depois de uma noite de sono, a qual conseguiu dormir sem ter pesadelos graças à presença dela, Alasdair decidiu que a vida talvez estivesse lhe dando uma nova chance, e ele faria de tudo para retomá-la.

O livro começa com a cena do leilão. A partir do momento em que Alasdair resgata Mary e a leva para seu quarto, você se vê envolvida numa trama que esconde algo mais por baixo de todo aquele gesto dele. Em alguns momentos me senti um pouco perdida sobre o porquê de ele agir daquela forma, até entender que tudo tinha a ver com o vício que ele tentava esconder.
Quando descobre sobre o vício dele, ao invés de fugir ou recriminá-lo, Mary, agradecida pelo gesto dele em salvá-la, decide ajudá-lo. Mas ela, apesar de assustada em pela primeira vez ver-se confrontada numa cidade grande, toma sérias atitudes forçando-o a deixar o vício.

Mary encanta-se pela força e ousadia dele, a forma com que ele tratava os subalternos, cheio de autoridade. Um típico nobre. Ele ficou fascinado pela gentileza e força de vontade dela. O toque dela era a única coisa que o acalmava em meio à crise de abstinência.

Duas pessoas de mundos diferentes que encontraram-se e viram a oportunidade de salvarem-se. E em meio a tudo isso um sentimento maior surgiu e os fez querer ficar juntos.

Desde o início as cenas me prenderam. A cada capítulo eu queria descobrir mais sobre o que tinha acontecido com cada um deles. Assim, a conexão com os personagens foi rápida.
O ritmo da história é bom.
Algumas vezes senti-me triste ou com raiva por determinados comportamentos dele, principalmente quando ele tenta manter Mary afastada dele, achando que ele não era merecedor de alguém como ela.
Ponto positivo: o tema do vício, apesar de sério, foi descrito de forma suave, de maneira que o leitor entenda as razões do personagem e realmente queira que ele se recupere.
Ponto negativo: algumas cenas íntima foram apenas citadas. Gostaria que elas tivessem sido descritas. A impressão que eu tive é que os dois ainda precisavam conversar sobre mais coisas não citadas na história.
Um livro que recomendo às pessoas que gostam de romance histórico que não seja tão superficial.

4 ESTRELAS!!!

Para adquirir o livro:  Amazon  |  Barnes & Noble

Sobre a autora: 




Facebook  |  Goodreads  |  Site  | Twitter


*Cópia do livro fornecida pela NetGalley para uma resenha com opinião sincera
------------------------------------------------------------------------------------------------------

(English Review)

A  romantic book but at the same time it makes you feel deep.
Mary was literally rescued by Alasdair  when being auctioned her virginity in a dirty pub. He noticed that she seemed oblivious to everything that was going on, clearly showing that she was drugged. An impulse did rescue her, paying five pounds for her  freedom. But after that, he did not know what he would do with it.
No family, no money and no reputation now, Mary was completely lost. If it was not for that man, she was sure he was a noble, by his gestures, she could be considered lost forever. Without even knowing her, Alasdair came to her aid, and showed himself a man of honor.

Mary did not know that Alasdair was a marquis, but cared little for his title. He was self-destructing by guilt, remorse. His addiction to opium, which started because of a gunshot wound, was getting worse, and he had no desire to get rid of it.

For some reason, seeing the girl being auctioned, helpless, he wanted to do something for her. To buy her from the hands of that horrible man and take her to the room of the inn where he was staying, he had nothing in mind but to release her. But after have slept so well, which was able to sleep without having nightmares thanks to her presence, Alasdair decided that life might be giving him another chance, and he would do anything to get his life back.

The book begins with the scene of the auction. From the moment that Alasdair rescues Mary and takes her to his room, the reader becomes embroiled in a plot that hides something else underneath all his gesture. In a few moments I felt a little lost as to why he acts that way, until I understood that everything had to do with the addiction that he tried to hide.
When she learns about his addiction, rather than flee or blame him, Mary, grateful for his gesture to save her, decides to help him. But she, though frightened at first that it is facing a big city, takes attitudes forcing him to leave the addiction.


Mary enchants  by his strength and boldness, the way he treated his subordinates, full of authority. A typical noble. He was fascinated by the kindness and strength of her will. Her touch was the only thing that calmed him through the crisis of abstinence.

Two people from different worlds who met each other and saw the opportunity to save themselves. And in the middle of this a great feeling came and they wanted to be together.

Since the early scenes catched my attention. Each chapter I wanted to find out more about what had happened to each of them. Thus, the connection with the characters was fast.
The pace of the story is good.
Sometimes I felt sad or angry about certain behaviors from him, especially when he tries to keep Mary away from him, thinking that he was not worthy of someone like her.
Positive point: the theme of addiction, although serious, was described in a smooth manner so that the reader understands the characeter's  reasons for doing that and really want him to recover.

Negative point: some intimate scenes were just mentioned. I wish they had been described.The impression I got is that the two still needed to talk about more things not mentioned in the story.
A book I recommend to people who enjoy historical romance that is not so superficial.

4 STARS!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário