segunda-feira, 8 de julho de 2013

Heather Hiestand - The Marquess of Cake (Redcakes #1)






Ficha técnica: The Marquess of Cake (Redcakes #1)
Autora: Heather Hiestand
Editora Kensington
Lançamento original: julho/2103
Lançamento BR: ainda não
234 páginas

"Café, chá ... ou uma chef de confeitaria mais doce do que qualquer doce oferecido...

Pavê Escocês para a rainha Victoria, cones com creme ... Alys Redcake conhece o caminho para o coração de um homem. No entanto, ela não tem consciência de que, com cada pedaço, e uma rápida olhada em seu tornozelo, ela está seduzindo o bonito marquês que frequenta a loja de chá de seu pai. Solteira aos vinte e seis anos, o primeiro amor de Alys é o negócio da família. Mas os pensamentos do toque de um certo cavalheiro estão começando a lhe distrair ...

Com sua fraqueza para o açúcar, o marquês de Hatbrook não pode imaginar nenhuma mulher mais desejável do que uma perfumada com bolo e especiarias. Alys foi confundida como uma simples garçonete. Ele não tem dúvida de que ela daria uma das mais deliciosas amantes. E quando ele se encontra em necessidade de um herdeiro, ele pretende fazer dela sua noiva por conveniência. No entanto, quando eles satisfazem o desejo de um  no outro, negócios e lazer de repente colidem. Será que a paixão de Hatbrook por doces -  e por Alys - mudará seu coração?"








ROMANCE HISTÓRICO. LANÇAMENTO.


(English review scroll down)

Um marquês hipoglicêmico e uma confeiteira de bolos finos. Uma mistura complicada.
Quando o Marquês de Hartbrook entrou na Casa de Chá Redcakes, ele nunca imaginou que além de bolos e pavês deliciosos, seu interesse cairia sobre uma das belas atendentes, que cheirava maravilhosamente a laranja.
Michael  não queria casar. Estava muito bem assentado em sua vida de solteiro cuidando da mãe, da irmã mais nova, Beth, e esperando que seu irmão e herdeiro voltasse da Índia, onde foi por ocasião da guerra.
Com a morte de seu pai  tempos atrás e descobrindo-se cheio de dívidas, por conta dos exageros de jogo de seu pai, ao invés de casar com uma herdeira rica americana, ele decidiu arregaçar as mangas e trabalhar para ter de volta a riqueza da família. E foi bem sucedido nisso.
Além de trabalhar, seu único prazer era comer bem. E os doces daquela Casa de Chá eram tão gostosos, e estavam tão famosos, que até mesmo a Rainha vivia encomendando o seu famoso Pavê Escocês.

Por trás dos famosos quitutes da Casa de Chá Redcake, estava Alys Redcake, a filha mais velha de Barclay Redcake, um homem que conseguiu ficar rico graças a seu tino para os negócios, e as mãos mágicas de sua filha.
Alys cresceu trabalhando na cozinha porque gostava. Suas duas irmãs mais novas, Matilda e Rose, tiveram a oportunidade de ir para a escola e aprenderem boas maneiras para serem ladies. Alys não. Mas ela não se arrependia disso. Gostava de confeitar bolos e de ver a reação das pessoas ao saborearem seu trabalho.
Sua maior surpresa foi descobrir que um marquês era um cliente assíduo da casa de chá de sua família.

Agora os Redcakes eram famosos e seu pai foi consagrado Cavalheiro. Por isso o sr. Redcake decidiu que Alys não deveria mais trabalhar como uma pessoa de classe média, pois, apesar de ela já contar vinte e seis anos e dizer que não queria casar, esse comportamento poderia diminuir as chances de suas irmãs contraírem um bom casamento na sociedade.

Alys não aceitou bem a decisão de seu pai, e enquanto os dois travavam essa batalha, ela e Michael tornavam-se amigos, trocando confidências.

A atração entre os dois não foi avassaladora. Começou de forma calma. E por uma questão de necessidade, diferente para cada um, acabaram por decidir que ambos sairiam ganhando se se casassem. E só a partir daí, com a convivência, qualquer sentimento teria a chance de crescer. Mas não sem ter que passar por uma prova que poderia abalar a estrutura de suas vidas...

O livro chamou minha atenção pela capa. O título é chamativo e o modelo é lindo.
Quando comecei a ler, gostei da narrativa da autora, que logo prendeu a minha atenção.
Achei interessante alguns pontos diferentes que a autora aborda, como por exemplo a família  dos personagens principais passam a transitar entre a alta sociedade, mas na verdade eles não têm qualquer preparo para as artimanhas dos chamados cavalheiros e damas. Em alguns trechos Alys até mesmo menciona o quanto a mãe dela é ingênua para muitas coisas, confiando nas pessoas facilmente.
O fato também de que Alys, a personagen central, não ter tido oportunidade de terminar seus estudos, como aconteceu com suas irmãs, e de que ela realmente gosta do trabalho que faz, sem se sentir envergonhada por isso. É claro que ela fica feliz por seu pai ser consagrado Cavalheiro, mas que isso não afetasse seu futuro junto à Casa de Chá.

A doença de Michael não é denonimada prontamente, mas pelos sintomas o leitor sabe do que se trata.

A atração que eles sentem a princípio é muito mais pela parte física mesmo. Ela se encanta por ter um marquês como cliente, e ele acha fascinante o fato de ela cheirar a laranjeira e a doce, o que era natural já que ela passava horas na cozinha confeitando. Só com o passar do tempo eles começam a se conhecer e, assim, o sentimento flui mais naturalmente.

Achei o livro fantástico por ser do gênero que gosto, histórico, mas ao mesmo tempo, ter uma certa "pegada" de modernidade.

Personagens carismáticos.
Ritmo da história bom.
Ponto positivo: a história é baseada numa época de regência, mas traz uma realidade diferente do que normalmente aparece em romances históricos: o lado da classe média e daqueles que ficam ricos pelo seu trabalho, e não por serem herdeiros.
Ponto negativo: onde estão as receitas daqueles doces maravilhosos???
Se vou ler os outros livros da série? Com certeza estarão na minha lista de leitura.

Como a série se chama Redcakes, e são 4 irmãos, as três moças e mais um rapaz que voltou da guerra, acredito que teremos pelo menos 4  livros.

Prepare-se para se surpreender com o livro 2, que será lançado em dezembro!! Já posso dizer que a capa é linda...



5 ESTRELAS!!

Para adquirir o livro:  Amazon  |  Barnes & Noble

Sobre a autora


Goodreads  |  Facebook  |  Blog  |  Twitter

E sobre a trilha sonora, claro que depois de ler um livro mencionando tantos doces maravilhosos, a  música me veio logo à mente..




*Arc do livro oferecido pela editora, através de NetGalley, em busca de uma resenha de opinião honesta.
------------------------------------------------------------------------------------------------------

(English review)

A hypoglycemic marquess and a baker of cakes. A complicated mix.
When the Marquess of Hartbrook went to Redcake's Tea Shop, he never imagined that in addition to delicious cakes and trifles, his interest would fall on one of the beautiful attendants - called cakies -  who smelled wonderfully as orange.
Michael did not want to marry. He was well seated in his single life taking care of his mother, younger sister, Beth, and hoping that his brother and heir back from India, where he was during the war.
With the death of his father long ago and finding themselves deeply in debt, because of his gambling father, rather than marry a rich American heiress, he decided to roll up his sleeves and work to take back the wealth of family. And he was successful.
Besides working, his only pleasure was eating well. And that sweet Tea Shop were so delicious, and it was so famous that even the Queen lived ordering their famous Scotch Trifle.

Behind the famous delicacies of Redcake's Tea Shop, Alys Redcake was the eldest daughter of Barclay Redcake, a man who managed to get rich thanks to his business acumen, and the magic hands of his daughter.
Alys grew up working in the kitchen because she liked. Her two younger sisters, Matilda and Rose had the opportunity to go to school and learn good manners to be ladies. Alys not. But she did not regret it. She enjoyed baking cakes and seeing the reaction of people to savor her work.
Her biggest surprise was to discover that a marquess was a regular customer of her family tea  shop.

Now the Redcakes were famous and his father was consecrated "Sir". So Mr. Redcake decided that Alys should no longer work as a middle class person, because although she was twenty-six years and say she did not want to get married, this behavior could reduce the chances of her sisters contracting a good marriage in society.

Alys did not well accept her father's decision, and while the two were fighting this battle, she and Michael became friends, exchanging confidences.

The attraction between them was not overwhelming. Began in a calm. And as a matter of necessity, different for each one of them, finally decided that both would gain if married. And only from there, living together, any feeling would have a chance to grow. But not without having to go through a test that could shake the structure of their lives ...

The book caught my attention by the cover. The title is interesting and the model is gorgeous.
When I started reading, I liked the written of the author, who soon arrested my attention.
I found some interesting points that the author discusses different, such as the family of the main characters start to move between high society, but in fact they have no preparation for the antics of so-called gentlemen and ladies. In some points Alys even mentions how her mother is naive to many things, trusting people easily.
The fact also that Alys, the main character, not having had the opportunity to finish school, as did her sisters, and she really enjoys the work she does, without feeling embarrassed by it. Of course she is happy because her father was consecrated "sir", but if it did not affect her future in  Tea Shop.

Michael's disease is not related promptly, but by the symptoms the reader knows what it is.

The attraction they feel for each other is more  physical. She is delighted to have a marquess as a customer, and he finds fascinating that she smells like orange and sweet, which was natural since she spent hours in the kitchen baking. Only with the time they begin to know how each one behaves and thus the feeling flows more naturally.

I think  the book is fantastic not only for being the genre I most liked, historical, but at the same time have a certain clue of modernity.

Charismatic characters.
Pace of the story is good.
Positive point: the story is based in a time of regency, but brings a different reality than  normally appears in historical novels: the side of the middle class, and those who are rich for their work, not because they are heirs.
Negative point: where are the recipes of those wonderful sweet??
If I read the other books in the series? Surely will be on my to-be-read list.

5 STARS!!!

Um comentário:

  1. amei o blog esse pavê e tudo de bom parabéns amei.
    gostaria de receber novidade em meu e-mail.

    ResponderExcluir