sexta-feira, 12 de julho de 2013

Lisa Renee Jones - Inside Out Series #1 e #2

Este foi um dos casos em que me foi enviado o livro #2 de uma série para ler e resenhar. 
Bom, eu e meu TOC literário temos um acordo: se o livro a resenhar estiver numa numeração muito alta em relação à série, ele (o TOC) vai segurar a pemba dele e me deixar ler o livro mesmo assim. Mas se a numeração estiver baixa (como neste caso), então, eu que me vire para arrumar o livro #1 e lê-lo antes.
Foi o que fiz aqui...




Ficha técnica: If I Were You
Autora: Lisa Renee Jones
Editora self
Lançamento original: 2012
Lançamento BR: ainda não
384 páginas


"Quando Sara McMillan encontra um diário em uma unidade de armazenamento, ela fica chocada e encantada com a vida erótica que a escritora levou. Impossível parar de ler, ela indiretamente vive as fantasias sombrias através de Rebecca, a escritora, até o final aterrorizante.

Certamente algo sinistro aconteceu, Sara procura descobrir os fatos, imergindo na vida de Rebecca. Logo, ela está trabalhando na galeria de arte em que Rebecca trabalhou e conhece os amigos de Rebecca. Encontrando-se atraída por dois homens perigosamente sexies, o dono da galeria e um artista famoso, Sara percebe que ela está indo pelo mesmo caminho  de Rebecca. Mas, com a promessa de suas necessidades mais secretas sendo atendidas por um homem com boa aparência, confiante e com desejo de controle, ela  tem certeza de que nada mais importa. Apenas a vontade de ir cada vez mais."


ROMANCE CONTEMPORÂNEO. ERÓTICA. TEMA ADULTO. INÉDITO.

Por algum motivo, Sara teve acesso ao diário de uma mulher chamada Rebecca Mason. Nele sua dona descrevia algumas de suas peripécias sexuais com um homem apenas identificado como sendo um Dom. Nada de nomes, nada de descrição física. Rebecca se via completamente enredada por esse homem, e mesmo quando ela parecia querer lutar de sua subjulgação e fugir dele, ela não tinha forças. 
As descrições do que ela - Rebecca - e o Dom faziam, isso sim eram cheias de detalhes coloridíssimos. O negócio era tão bom que Sara, uma simples professora de Arte do Ensino Médio, viu-se envolvida naquela trama, ao ponto de, quando o diário acaba no meio de uma cena, como se Rebecca tivesse passado por algo e fugido, Sara cisma de que algo terrível tinha acontecido a ela e que ela precisava de ajuda.
A partir daí começa a "paranoia" de Sara em tentar descobrir mais sobre a vida de Rebecca e saber se ela ainda estava viva e bem.

Uma das conexões encontradas entre os pertences de Rebecca, que estavam estocados num desses guarda-volumes, era uma das galerias de artes mais badaladas de São Francisco e, por coincidência, haveria uma amostra de um novo trabalho de um artista que Sara gostava dentre alguns dias. Pois então é por lá que Sara começa sua caçada.

Na galeria Sara conhece os dois homens que irão povoar o imaginário feminino e as muitas cenas HOT do livro: Mark Compton, o dono da galeria, e Chris Merit, um dos artistas com obras em exposição. Pela descrição os dois não poderiam ser mais diferentes...



Chris Merit X  Mark Compton


O livro mostra-se uma mistura de erótico com mistério. Milhões de perguntas povoaram minha cabeça ao longo da leitura, sobre todos os personagens,e não somente a paranoia de Sara em buscar uma pessoa que existia só no papel.
Os personagens são interessantes, complexos, mas não me senti conectada a eles. Achei a Sara um tanto sem sal e fico pensando porque esses homens que podem ter qualquer mulher a seus pés acabam ficando com as menos prováveis...
E quando tudo se encaminhava para o seu fim... pasmem! Não tem fim. Aff... Vai, acaba comigo de uma vez!! Cliffhanger nãoooooooooooooooooooooooo!!!!!

Normalmente desconfio de livros que trazem como referência a comparação com algum best seller do momento. No caso aqui foi comparado à trilogia 50 Tons.
Para mim cada livro - trilogia, série - é único, por mais que tenha um enredo parecido com outro. Fazer comparação desse tipo se faz como leitor, enquanto está comentando o livro com um amigo. Mas trazer isso como marketing, acho arriscado.
De qualquer forma, dou 3 estrelas porque tirando a Sara, os outros personagens eram interessantes e o enredo prometia.. 





Ficha técnica: Being Me
Editora Gallery Books
Lançamento original: junho/2013
Lançamento BR: ainda não
336 páginas

"Fascinada pelas fantasias nas páginas do diário que ela descobriu, e os dois homens que já encontraram um lugar em sua vida, Sara McMillan encontra-se dividida entre a sua nova vida e seu passado. Agora, mais do que nunca, Sara se identifica com Rebecca, e é certo que algo sinistro aconteceu.

Nos braços do sexy, atormentado artista Chris Merit, Sara procura respostas sobre Rebecca e acaba descobrindo coisas sobre si mesma que nunca soube que existiam. Chris força Sara a reconsiderar quem ela é e o que ela realmente quer da vida, mas não diante da ameaça de separação provinda dos desejos dele. Seu chefe, Mark Compton, lhe oferece abrigo para entender exatamente o que essas necessidades significam para ela, e o que eles poderiam ter feito para Rebecca, mas será que ela pode confiar nele para levá-la a uma conclusão final sobre  a história de Rebecca?" 


(English review scroll down)

Neste livro algumas das perguntas começam a ser respondidas, como quem é o homem - Dom - misterioso do diário de Rebecca, o passado da própria Sara e seu relacionamento difícil, mas HOT, com Chris.
Sara continua trabalhando na galeria de arte em que Rebecca trabalhava - sim, no livro 1 apesar de ela ser uma professora de Arte, ela acaba se candidatando à vaga deixada por Rebecca para tentar descobrir mais sobre a desaparecida.
Conforme ela se relaciona com os dois homens citados, Sara passa a entender melhor a si mesma e a se questionar qual de suas vidas - a antiga ou a atual - é mais parecida com o "verdadeiro eu" dela.
As cenas HOT continuam em alta e Chris mostra-se um amante dominador e muito competente. Ele guarda alguns segredos, mas tão logo ele e Sara resolvem ficar juntos, ele decide desistir de sua vida de Dom em sexy-clubs.
Mas daí vem uma parte interessante: Sara também tem um segredinho sombrio do passado, que é revelado por alguém de seu passado. As reviravoltas são tantas que você precisa se segurar na cadeira para entender quem é a bola da vez.

Enquanto isso Rebecca continua desaparecida...

Definitivamente este livro é para ser lido em sequência. As revelações sobre cada personagem vão sendo dadas aos poucos, mas às vezes parece que você está no meio de um bombardeio...



Embora algumas questões tenham sido respondidas, a principal, sobre Rebecca, continua nas nuvens, e para isso só lendo o próximo...



Para o primeiro livro eu me baseei apenas no que a crítica especializada falou, e cheguei a comentar aqui sobre o "perigo" de se comparar um novo livro com uma série já famosa, de tema similar.
Para o segundo eu preferi ler as críticas dos blogueiros e achei interessante porque era 8 ou 80. Houve resenhas maravilhosas, com 1001 suspiros de meninas amando a série. Em compensação, houve aquelas que até mesmo abandonaram a leitura sem acabar.

De minha parte continuo dizendo que gosto de ser empática, ver o lado do escritor e procurar apreender o que ele queria transmitir.
A ideia original da série é interessante e os personagens têm uma pegada boa (tirando a chata da Sara, é claro), mas por alguma razão não senti conexão.
As capas são lindas, os personagens masculinos têm um misto de mistério e paixão, mas a série não me atraiu. Nem posso dizer que foi porque as perguntas não foram totalmente respondidas porque já li trilogias em que tudo só é explicado no livro final, e ainda assim, eu fiquei absolutamente encantada.

Mas tudo é uma questão de ponto de vista. Talvez você, leitor, ache a série maravilhosa e super recomende a seus amigos. Minha opinião aqui mostra apenas a faceta que eu percebi. Leia e dê sua própria opinião.

3 ESTRELAS.

Sobre a autora:


Website |  Twitter  |  Goodreads  |  Facebook


*ARC do livro #2 cedida pela editora, através do NetGalley, em busca de uma resenha de opiniáo honesta.
----------------------------------------------------------------------------

(English review book #2)

In this book some of the questions begin to be answered, such as who is the mysterious man - Dom -  in Rebecca`s diary, Sara's past and her own difficult  HOT relationship with Chris.
Sara continues to work at the art gallery where Rebecca worked - yes ,in the first book even though she is an art professor, she ends up applying for the vacancy left by Rebecca to find out more about her missing.
As she relates to the two men mentioned - Chris and Mark -, Sara begins to understand herself and question which of her lives - the former or current - is more like the "real me" her.
HOT scenes remain high and Chris shows up a lover domineering and very competent. He keeps some secrets, but as soon as he and Sarah decide to live together, he decides to give up his Dom`s  life  in sexy-clubs.
But then comes an interesting part: Sarah also has a shadowy  secret in her past, which is revealed by someone she knows. The twists are so many that you need to hold onto the chair to understand who is next.

Meanwhile Rebecca is still missing ...

Definitely this book is to be read in sequence. The revelations about each character will be given to the few, but sometimes it feels like you're in the middle of a bombing ...

Although some questions have been answered, the main subject about Rebecca still is in the clouds. That means you need to read the next ...

For the first book I have relied only on what critics have spoken, and I came here to comment about the "danger" to compare a new book with a now famous series of similar theme.
For the second I preferred reading the criticisms of bloggers and found it interesting because it was 8 or 80. There was wonderful reviews, with 1001 sighs of girls loving the series. In contrast, there were those who even abandoned reading without end.

For my part I keep saying that like to be empathetic, to see the hand of the writer and seek to grasp what he wanted to share.
The original idea of ​​the series is interesting and the characters have a good grip (taking the boring of Sara, of course), but for some reason I did not feel the connection.
The covers are beautiful, the male characters are a mix of mystery and passion, but the series has not attracted me. I can not say it was because the questions were not fully answered  in the final book because I have read trilogies where everything is explained only in the final book, and yet, I was absolutely delighted.

But it is all a matter of perspective. Perhaps you, the reader, find this series wonderful and super recommend to your friends. My opinion here shows only the facet that I realized. Read and give your own opinion.

3 STARS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário