segunda-feira, 29 de julho de 2013

Tammara Webber - Easy


Fucha técnica: Easy
Autora: Tammara Webber
Editora Verus
Lançamento original: maio/2012
Lançamento BR: 2013
305 páginas

"Quando Jacqueline segue o namorado de longa data para a faculdade que ele escolheu, a última coisa que ela espera é levar um fora no segundo ano. Depois de duas semanas em estado de choque, ela acorda para sua nova realidade: ela está solteira, frequentando uma universidade que nunca quis, ignorada por seu antigo círculo de amigos e, pela primeira vez na vida, quase repetindo em uma matéria. Ao sair de uma festa sozinha, Jacqueline é atacada por um colega de seu ex. Salva por um cara lindo e misterioso que parece estar no lugar certo na hora certa, ela só quer esquecer aquela noite — mas Lucas, o cara que a ajudou, agora parece estar em todos os lugares. A atração entre eles é intensa. No entanto, os segredos que Lucas esconde ameaçam separá-los. Mas eles vão ter de descobrir que somente juntos podem lutar contra a dor e a culpa, enfrentar a verdade — e encontrar o poder inesperado do amor."

ROMANCE CONTEMPORÂNEO. NEW ADULT. DRAMA.

Logo de cara você sente uma certa similaridade com o livro "Belo Desastre", de Jamie McGuire. Os dois protagonistas masculinos têm idades similares, são tatuados e têm dramas vividos no passado que os marcaram profundamente. Mas para por aí.

Sem querer dizer que este ou aquele personagem é melhor (até porque sou sim fã de carteirinha de Travis Maddox, mesmo ele sendo aquele bad boy todo!), posso dizer que eles são bem diferentes.
Lucas têm seus demônios internos, mas é mais centrado, não vive de brigar e nem arruma confusão por aí.
Seu relacionamento com Jacqueline também é mais calmo, mesmo sendo semi-avassalador.

Oh sim! A atração entre eles é forte, e mais para frente na leitura você vê isso nas palavras de Lucas quando ele fala para ela como ele se sentiu ao vê-la pela primeira vez, mas, ao mesmo tempo, tudo parecia mais controlado.

O cara mau da vez é um mau caráter que estuda na mesma faculdade deles, o melhor amigo do ex-namorado de Jacqueline...
Mas vamos voltar um pouco na história.

O livro é escrito na primeira pessoa, pelo ponto de vista de Jacqueline.
Ela saiu de sua cidade para acompanhar o namorado, Kennedy, na faculdade. Passadas algumas semanas das aulas já começadas, Kennedy decide terminar com ela, justificando que como quer seguir carreira política, é melhor que viva tudo que quer viver agora, e não causar um escândalo no futuro. E Jacqueline toma um pé na bunda porque o namorado decide recuperar sua "versão galinha".

Ela e sua amiga de quarto, Erin, tinham ido numa festa à fantasia de uma das fraternidades da facu, mas sem se sentir no clima, Jacquie decide ir para o carro. É quando ela é atacada por Buck, um dos amigos de fraternidade de Kennedy, com o intuito de violentá-la.
Mas ela é salva por Lucas, que trabalhava como vigia noturno de estacionamento.
A partir daí Jacquie percebe que Lucas estava mais presente em sua vida do que ela imaginava, e que ele inclusive era de sua turma. Ele estava sempre calado, sentado no último banco da sala, desenhando. Com aquele seu jeitão e coberto de tatuagens, ele significava confusão na certa. Mas Jacquie começou a sentir curiosidade sobre ele e a atração deu origem.



A química do casal é muito boa, e conforme você vai descobrindo os segredos de cada um, seus dramas pessoais, tudo se encaixa perfeitamente. A necessidade de um é completada pelo outro.
Entre os vai-e-volta entre eles e algumas situações que os mantêm numa gangorra emocional, o relacionamento solidifica e não tem como você não torcer que tudo dê certo, sem precisar de um livro 2 para que tudo acabe bem.
As cenas românticas são suaves, sem necessidade de apelação. E Lucas é um dos personagens mais fascinantes e carismáticos do ano.
Para quem teve um certo "conflito" quando leu a história de Travis, por causa da reviravolta de comportamento dele, tornando-se muito submisso à namorada, não terá esse problema com Lucas.
Uma delícia de leitura!! E dá até vontade de que tivesse uma continuação!!

O legal no site/blog da autora é que na parte sobre este livro, ela dá a playlist. Uma música para cada capítulo.

Playlist on YouTube: Easy 

1   Skyscraper – Demi Lovato
2   Part of Me – Katy Perry
3   Animal – Neon Trees
4   Tighten Up – Black Keys
5   Hurricane – 30 Seconds to Mars
6   Let Me – Pat Green
7   Ghost – Cavo
8   Kiss Me Slowly – Parachute
9   Breath – Breaking Benjamin
10  All the Same – Sick Puppies
11  Breathe – Ryan Star
12  Chasing Cars – Snow Patrol
13  Wide Awake – Katy Perry
14  I’d Rather Be With You – Joshua Radin
15  The Feel Good Drag – Anberlin
16  The Mess I Made – Parachute
17  Time After Time – Quietdrive
18  Avalanche – David Cook
19  The Cave – Mumford and Sons
20  What Doesn’t Kill You – Kelly Clarkson
21  Say – John Mayer
22  Sweet and Low – Augustana
23  Love Song – 311
24  Hardliners  – Holcombe Waller
25  The Kill – 30 Seconds to Mars
26  From Where You Are – Lifehouse
27  Storm - Lifehouse
Epilogue  Wanted – Hunter Hayes

Mas percebi que todas as canções se referem ao casal do livro: suas tristezas, seu encontro, o crescimento do relacionamento, a separação, a volta... Mas não tinha nenhuma música sobre a situação anterior de Jacqueline. Afinal, ela levou um fora tosco do namorado mesmo depois de ter mudado de cidade por causa dele!!
Então para o idiota que só mais tarde se dá conta da burrice que fez, a música de Bruno Mars, "When I was your Man":

Quando eu era o seu homem
A mesma cama, mas parece um pouco maior agora
Nossa canção no rádio, mas ela não soa como antes
Quando nossos amigos falam sobre você
Tudo o que isso faz é me arruinar
Porque meu coração se parte um pouco
Quando ouço o seu nome
E tudo soa como uh, uh, uh, uh, uh

Jovem demais, tolo demais para perceber
Que eu deveria ter lhe comprado flores e segurado sua mão
Deveria ter te dado as minhas horas quando tive a chance
Ter levado você a todas as festas
Porque tudo o que queria era dançar
Agora minha garota está dançando, mas está dançando
Com outro homem

Meu orgulho, meu ego
Minhas necessidades e meu jeito egoísta
Fizeram uma mulher boa e forte como você
Sair da minha vida
Agora nunca, nunca conseguirei limpar
A bagunça em que me meti
E me assombra sempre que fecho meus olhos
Tudo isso soa como uh, uh, uh, uh, uh

Jovem demais, tolo demais para perceber
Que eu deveria ter lhe comprado flores e segurado sua mão
Deveria ter te dado as minhas horas quando tive a chance
Ter levado você a todas as festas
Porque tudo o que queria era dançar
Agora minha garota está dançando, mas está dançando
Com outro homem

Apesar de doer
Serei o primeiro a dizer que eu estava errado
Oh, sei que provavelmente estou muito atrasado
Para tentar me desculpar pelos meus erros
Mas eu só quero que você saiba
Espero que ele lhe compre flores, que ele segure sua mão
Que lhe dê todas as suas horas quando tiver a chance
Que leve você a todas as festas porque eu me lembro
De quanto você amava dançar
Que faça todas as coisas que eu deveria ter feito
Quando eu era o seu homem

Que faça todas as coisas que eu deveria ter feito
Quando eu era o seu homem






Sobre a autora:


Blog  |  Goodreads  |  Facebook  |  Twitter

Um comentário:

  1. Desde o dia que vi essa capa, já ficou no desespero para ler esse livro. Também sou fã do Maddox, mas confesso que gostei do que você disse do Lucas. Aquele redemoinho de sentimentos e sensações que o Travis sentia, o fazia parecer um bad boy, apesar de não ser. Lucas ser mais relax é melhor para mim. Até dia 15 ele chega pra mim... Vou devorar...

    ResponderExcluir