segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Cathy Lamb - If You Could See What I See







Ficha técnica: If You Could See What I See
Autora: Cathy Lamb
Editora Kesington
Lançamento original: julho/2013
Lançamento BR: ainda não
448 páginas

"Durante décadas, as mulheres da família de Meggie O'Rourke administram Renda, Cetim, e Bugigangas, uma empresa de lingerie especializada em criações primorosas e práticas para o dia a dia. A dinâmica da família de Meggie, porém, é perpetuamente disfuncional. Na verdade, se Meggie não estivesse sendo chamada de volta a Portland, Oregon, por sua avó, ela estaria inclinada a ficar longe de todos.

Desde a morte de seu marido há um ano, as emoções de Meggie têm sido um fluxo constante, e  isso tem afetado sua carreira como documentarista. Encontrar maneiras de manter os negócios da família à tona e lidar com as brigas de suas irmãs e primo, pelo menos, lhe daria um foco temporário. Para atrair clientes para seu site, Meggie decide entrevistar parentes e funcionários sobre seus primeiros sutiãs e lingerie favoritas. Ela prevê algo inovador e engraçado, mas as confissões que surgem são inesperadamente comoventes. Há histórias de primeiros amores e remorsos doloridos, erros apaixonados e encontros surpreendentes. E, como as revelações iluminam o passado de sua família, Meggie começa a encontrar seu próprio caminho  para seguir adiante."



ROMANCE CONTEMPORÂNEO. DRAMA.

(English review scroll down)


Muito me surpreende que nenhum outro livro desta autora tenha sido lançado no Brasil desde TERAPIA DO CHOCOLATE

Essa autora é maravilhosa, tem uma capacidade incrível de colocar no papel sentimentos que gostamos de manter às escuras, já que nem sempre são agradáveis. Mas ela faz isso com uma leveza tamanha, e ainda consegue fazer o leitor rir.

Neste livro encontramos os dramas de Meggie O'Hourke e sua família. Após ficar viúva, Meggie decide voltar para junto de sua família. Família esta que por anos administrou o negócio de lingerie, chamado Lace, Satin and Baubles.
Meggie, por outro lado, trabalhava na área de produção de filmes. Mas com sua vida emocional cheia de altos e baixos, sem se concentrar no que fazia, ela decide dar uma ajuda aos negócios familiares.

Eis que ela tem uma ideia interessante: fazer um documentário em que pessoas contariam como foi a sensação de seu primeiro soutien e/ou sua roupa íntima preferida. Nem preciso dizer que nisso apareceram verdadeiras preciosidades. Histórias de amor e traição. Desejos e vingança. Tudo que uma roupa íntima, cheia de laços e rendas pode fazer aflorar.


É claro que nesse ínterim há toda uma relação familiar para ser discutida. Lacey e Tory são as duas irmãs de Meggie, e as três não poderiam ser mais diferentes. Mas como eu disse, os caminhos percorridos pelos personagens são sinuosos, mas ao mesmo tempo, delicados.
E no final sempre uma revelação, uma descoberta, que mexe com o leitor, podendo-o levar ao riso ou às lagrimas. Ou quem sabe aos dois ao mesmo tempo.

Em tempos de séries longas e trilogias, um refrigério à alma.
Sempre vale muito a pena ler Cathy Lamb...
Torcendo que uma editora brasileira traga este e outros livros dela.

5 ESTRELAS!!!!



Para adquirir o livro: Amazon  |  Barnes & Noble

Sobre a autora


Website  |  Facebook  |  Goodreads  |  Pinterest


*ARC enciado pela editora, através do NetGalley, em troca de uma resenha de opinião sincera.
------------------------------------------------------------------------------

(English review)


This author is wonderful, she has an incredible ability to put feelings on paper we like to keep in the dark, as they are not always pleasant. But she does it with such a lightness, and still manages to make the reader laugh.

In this book we find the dramas of Meggie O`Hourke and her family. After being widowed, Meggie decides to rejoin her family. This family who for years managed the lingerie business called Lace, Satin and Baubles.
Meggie, on the other hand, working in the area of ​​film production. But with her emotional life full of ups and downs, without focusing on what she did, she decides to help the family business.

Here she has an interesting idea: make a documentary in which people tell her as was the feeling of their first bra and/or their favorite lingerie. Needless to say it appeared true treasures. Stories of love and betrayal. Desires and revenge. All only a beautiful lingerie, full of bows and lace, can bring out.

Of course in the meantime there is a whole family relationship to be discussed. Lacey and Tory are Meggie`s sisters, and the three could not be more different. But as I said, the paths taken by the characters are meandering, but at the same time delicate.
And in the end always a revelation, a discovery that messes with the reader, it may lead to laughter or to tears. Or maybe both at the same time.

I loved the characters, even the most rough.
The pace of the story is good.
Relevant points: Cathy always makes the reader be part of the story,  living all experiences, every emotion. Read with an open mind and heart.

5 STARS!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário