quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Vicky Dreiling - What a Wicked Earl Wants (The Sinful Scoundrels #1)



Ficha técnica: What a Wicked Earl Wants
Autora: Vicky Dreiling
Editora Forever
Lançamento original: maio/2013
Lançamento BR: ainda não
408 páginas

"Será que um Conde libertino...

Andrew Carrington, conde de Bellingham, acredita em ser um cavalheiro, esteja pescando um estranho encharcado fora do Tamisa ou ajudando uma dama a cada vez mais estar em sua cama. Se o desconhecido torna-se um amigo e a senhora, uma nova amante, tanto melhor. Ele certamente saúda a oportunidade de ajudar Laura Davenport, uma jovem viúva deslumbrante com um enteado rebelde. Sua gratidão, ele espera, será na forma amorosa. Mas a partir do momento em que ele põe os pés em sua sala, ele recebe muito mais do que  esperava ...

...desviaria uma Dama de seu bom caminho?

Foi um momento de desespero. Na iminência de perder o seu enteado, Laura virou-se para o famoso Senhor Bellingham para obter ajuda. De repente, ela, filha de um vigário, está na posição precária de resistir a seus avanços tentadores. Como Bell ganhou sua má reputação é muito claro, a surpresa é o quanto mais há sobre ele do que os jornais de fofocas poderiam revelar. Agora, cada momento com este homem perigosamente desejável coloca o bom nome de Laura em risco e promete um prazer diferente de qualquer outro que ela já experimentou..."

ROMANCE HISTÓRICO. INÉDITO.

Andrew, ou Bell, como é chamado pelos amigos, é um homem de princípios que não corteja mulheres casadas ou virgens; que mantém suas amantes na maior discrição, que participa ativamente na política; que é fiel a seus amigos, mesmo àqueles sem um tostão furado no bolso; que ajuda mulheres indefesas; e que não quer saber de casamento ou sequer de deixar um herdeiro. Esse homem lindo e rico é um mistério para todos.

Laura Davenport é uma viúva jovem, com um enteado na adolescência que tem causado problemas muito mais pelas más companhias do que por ser má pessoa. 
Vivendo no interior e viúva há pouco tempo, ela achou que seria bom mudar os ares e passar uma temporada em Londres. Mas os apuros que seu enteado tem entrado e o aparecimento surpresa do tutor dele, o pavoroso cunhado de Laura, que nunca se importou com o rapaz, fazem Laura temer perder a guarda do rapaz, e a jogam nos braços de um famoso libertino.

Bell e Laura se veem pela primeira vez num baile, e apesar de acharam-se interessante, logo ela é avisada que não deve dar atenção a ele por causa de sua má reputação. Mas Bell estava curioso a respeito da famosa e linda viúva que todos comentavam, mas poucos tiveram a oportunidade de vê-la.

Uma situação embaraçosa acaba por colocá-los como parceiros num plano para afastar as visitas desagradáveis do tutor de Justin. E com isso, eles passam a usufruir da companhia um do outro mais vezes e em público.
Mesmo sem querer ter um novo compromisso, Laura percebe-se estar envolvida com Bell, mas ela sabe da decisão dele de jamais casar-se, apesar de ele jamais ter dito o porquê disso. Por outro lado, Bell a quer como sua amante desde a primeira vez que a viu, mas sabe que ela não é uma dama para tal papel.

E o plano deles segue adiante, e as fofocas aumentam, e o inesperado acontece...
Laura não quer Bell em sua vida por senso de obrigação... Poderia ela simplesmente partir e abandonar o homem que aprendera a amar, levando consigo um pedaço dele?




Eu sou fascinada pelo jeito de escrita de Vicky Dreiling. Ela consegue passar uma atmosfera alegre ao longo de suas histórias. Você vive cada cena como se estivesse ali, participando de tudo. Seus personagens são muito bem descritos e ela não se perde em frivolidades ou detalhes sem importância.

Bell é um herói que você sente a dor dele. Conforme você vai lendo, a descrição de tudo que ele sofreu ao perder sua família, seus pais e irmão, e como as fofocas que se seguiram o machucaram até o âmago, é tão bem feita, que seu coração sangra com ele.

O enredo é interessante ao trazer à tona o quão frágil era o papel da mulher naquele tempo, sem ter os seus direitos garantidos em várias áreas de sua vida. O fato de que mesmo sendo a viúva, Laura poderia perder a guarda de seu enteado - que já era quase um adulto -, se seu nome fosse envolvido em qualquer tipo de fofoca, mostra bem as leis daquela época. É claro que o algoz de Laura era um homem desesperado e sem escrúpulos...

Amadorei a amizade entre Bell, Colin Blockhurst, conde de Ravenshire, e  Harry Norcliffe, Visconde de Evermore. As cenas eram engraçadísimas, e as apostas deles eram absurdamente estapafúrdias. Mas eles eram unidos sempre e ajudavam-se mutuamente, mesmo quando não sabiam os detalhes da situação.
A cena em que Bell não quer que Laura dance com outros homens num determinado baile, mas ele mesmo não pode dançar com ela vezes seguidas sem causar-lhe um constrangimento, e seus amigos prontamente se oferecem a preencher o cartão de dança dela, é maravilhosa!! 

Enfim, este é um romance histórico para você ler, suspirar e amar.

Só tem um detalhe: eu detestei a heroína!!

Mas como isso? Vicky, por favor, não me odeie!!!! O herói é maravilhoso, o enredo é envolvente, os amigos do herói são uns fofos, mas achei a heroína entediante.
Não era pelo fato de ela ser filha de vigário; ou o fato de ela achar que estaria profanando a memória do marido falecido há pouco tempo (que tinha sido um bom marido)...Simplesmente com esta heroína especificamente não consegui sentir conexão.
Tive aqueles altos e baixos conforme lia o livro: as primeiras 100 páginas eu não gostei de Laura; as 90 páginas seguintes (quando ela decidiu que valia a pena investir em Bell e ter sua noite de amor com ele), eu gostei dela, para nas páginas seguintes ela voltar a ser entediante...Aff...até que já estava me encontrando maluca com essa montanha russa de sentimentos.

O ritmo da história é bom, na medida certa.
Se quero ler os outros livros? Com certeza!!! Principalmente porque trata-se da trilogia desses amigos inseparáveis e eu achei-os tentadores.
O próximo livro é de Colin e Angeline, e esta sim mostra-se ser o tipo de heroína que me agrada, ousada, dinâmica e que tem um pronta resposta ao que lhe desagrada. Quando o próximo livro será lançado???

E para conhecer como os 3 amigos se conheceram, a autora lançou um livro-conto somente em ebook:



4,5 ESTRELAS!!!! 

Vicky Dreiling é uma autora que sua obra merece ser trazida para o Brasil por qualquer editora que esteja interessada em investir no gênero romance histórico.
Resenhas da trilogia anterior, "HOW TO..." >> AQUI

Para adquirir este livro:  Amazon  |  Barnes & Noble  |  The Book Depository


*Gravura romântica de Jon Paul Ferrara. www.jonpaulstudios.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário