quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Adrianne Lee - Delectable (Big Sky Pie #1)





Ficha técnica: Delectable (book #1)
Autora: Adrianne Lee
Editora Forever 
Lançamento original: setembro/2013
Lançamento BR: ainda não
260 páginas


O corretor de imóveis em Montana, Quint McCoy irá dizer-lhe que a coisa mais importante é a localização, localização, localização. É uma lição que ele aprende muito bem enquanto ele fica incomunicável por um período de quatro semanas numa viagem de pesca no Alasca. Enquanto ele está fora, sua mãe, Molly, transforma seu escritório na loja de tortas que ela sempre sonhou, Big Sky Pie. Mas essa não é a única surpresa para ele.

Em seu caminho para ir embora da cidade, Callee McCoy só quer dizer um adeus afeiçoado à sua amada sogra. Mas Molly logo convence Callee a ficar e dar uma mão para a nova loja, mesmo que isso signifique "botar fogo" na cozinha com o seu futuro-ex-marido. Assim que Callee e Quint redescobrem sua receita para o amor, eles percebem que alguns casais são tão pecaminosamente  bons juntos que um sabor delicioso nunca é suficiente..."


ROMANCE CONTEMPORÂNEO.



(English review scroll down)


Eu tenho que dizer, você não consegue ler este livro sem ficar com água na boca. Só de imaginar tudo que é mencionado, os ingredientes, a forma de fazer, a textura, a cremosidade... Ui! Dá vontade de largar tudo e correr para a cozinha para experimentar. E isso logo, logo irá entrar no repertório do blog Borboleta na Cozinha...




Mas voltando à história, o enredo trata-se de uma história de encontros e desencontros entre um casal, que passa por um período turbulento, e um deles não sabe como lidar com a situação.

Quint McCoy perde o pai abruptamente num ataque do coração. Como filho único, ele deveria ficar e dar o consolo que sua mãe merecia. Isso sem contar sua própria esposa que tinha o seu pai como o pai que ela nunca teve. Mas acontece que logo após o funeral ele surtou. E foi fazer o que sempre fazia quando queria se sentir melhor, pescar.
Só que esta pesca levou semanas. Ele deixou o seu escritório, a imobiliária, na mão de sua assistente, deixou a mãe em casa cuidando da própria dor e disse à esposa que se ela quisesse poderia entrar com o divórcio. Legal, né?

O caso é que certas pessoas realmente não têm a capacidade de lidar com situações de crise extrema e não tomar grandes decisões por saber que estas serão tomadas com os sentimentos errados. E foi exatamente o que Quint fez.
Passadas as semanas de pesca no Alasca, depois de colocar a cabeça no lugar, ele resolve voltar para casa e consertar todo o estrago que tinha feito.
Mas diferente dele, as mulheres de sua vida não ficaram paradas. Sua assistente arranjou outro trabalho, sua mãe estava para inaugurar uma loja de tortas e sua esposa realmente entrou com o divórcio. E para ser a "cereja do bolo" (tinha que aproveitar o trocadilho!), o seu local de trabalho agora era a loja de tortas.

E agora? Como desfazer toda essa confusão? 

E como desgraça pouca é besteira, sua mãe também sofre um quase fatal ataque do coração ao ouvir a conversa dos dois sobre o divórcio. Conclusão: sua mãe precisa fazer uma cirurgia super delicada e ele e sua quase ex-esposa, Callee, terão de seguir com o projeto de inauguração da loja de tortas.
Como era sua mãe quem cozinhava as próprias tortas - e ela tem um método único -, eles teriam de achar um novo confeiteiro para a loja em tempo hábil. 
E para completar a pressão, descobriram meio que por acaso que sua mãe havia se comprometido a participar de um evento dali a dois dias, com pelo menos 6 tipos diferentes de tortas.

Com toda essa confusão pairando sobre suas cabeças, e um divórcio ainda a ser concretizado, teriam Quint e Callee tempo, disposição e coragem de retomarem a química que existia entre eles?

O romance é leve e divertido. Uma confusão atrás da outra, o que poderia tornar tudo mais estressando, acaba sendo uma deliciosa história de amor.
Quint e Callee, na verdade, ainda se amam, mas não souberam lidar com toda a pressão sofrida tudo ao mesmo tempo. Desejos e sonhos foram mantidos em segredo; apesar de estarem juntos há dois anos, mais pareciam ora uma casal que acabava de se conhecer, ora um casal de idosos que não tem mais a fagulha da paixão. Mas estava ali, palpável... para os outros. Não para eles mesmos.

Assim que comecei  a ler, senti conexão Aquele vontade enorme de saber onde tudo ia dar.
O ritmo da história é bom, sem pressa.
Ponto positivo: O enredo tem como pano de fundo a loja de tortas, por isso, é claro, que iria ser falado sobre as mesmas. E por sorte, a famosa torta de Molly McCoy, mãe de Quint, tem sua receita revelada no final. Os personagens são envolventes, mesmo os secundários. E a solução final para todo o problema dos eventos em que a loja de tortas deveria participar, foi muito boa, já dando o gancho para o próximo livro.
E claro, nada mais sexy do que um homem que sabe cozinhar... em todos os sentidos...


Ponto negativo: eu realmente gostei muito dos personagens, e, apesar de os diálogos serem bons, achei que faltou uma pitada de comédia, quando a oportunidade para isso existia. E gostaria de ter visto mais a transformação de Quint  até ele cair em si o quanto tinha errado, e para tentar reconquistar Callee. Afinal, ele errou feio com as pessoas as quais ele deveria ter estado ali perto. Todos sofreram com a morte do pai dele, mas ele agiu como se o sofrimento fosse só dele. Não questiono a decisão final tomada por Callee, mas o processo de Quint para chegar lá.
Se quero ler os próximos livros? Com certeza. E já estou de olho sabendo que "Delicious", o livro #2, tem o lançamento programado para dezembro.

E após ele, mais dois virão: "Delightful" e "Decadent".

4,5 ESTRELAS

Como adquirir:  Amazon    

Sobre a autora:




Goodreads  |  Website  |  Facebook  |  Twitter


*ARC  cedido pela editora, atravé do NetGalley, em troca de uma resenha de opinião honesta.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

(English review)


This book  is about a couple that is going through a turbulent period , and one of them does not know how to handle the situation .

Quint McCoy lost his father suddenly to  a heart attack . As an only child , he should stay and give comfort to his mother. Not to mention his own wife who had his father as the father she never had. But what happens after the funeral? He freak out. And he went to do what he always did when he wanted to feel better: fishing.
Only this fishing took week . He left his office , a real estate, in the hands of his assistant , left the mother at home taking care of her own pain and told his wife that if she wanted to she could divorce him. Cool, right ?

The case is that some people really do not have the ability to deal with extreme situations crisis and not make big decisions knowing that these will be taken with the wrong feelings . And it was exactly what Quint did.
After weeks of fishing in Alaska, after putting his head togethe , he decides to return home and fix all the damage he had done.
But unlike him , the women in his life were not stopped. His assistant found another job, his mother was to inaugurate a pie shop and his wife actually filed for divorce . And to be the " icing on the cake " ( sorry about the joke! ) , his workplace was now the pie shop .

And now? How to undo this mess?

His mother also suffers a near fatal heart attack while listening to their conversation about divorce. Conclusion : his mother needs to make a super delicate surgery and he and his almost ex - wife, Callee , will have to go on with the inauguration of pie shop project .
As was his mother who cooked her own pies - and she has a unique method - they would have to find a new main chef to the pie shop soon .
And to complete the pressure, they knew quite by accident that his mother had committed to attend an event in two days, with at least 6 different types of pies .

With all this confusion hanging over their heads, and a divorce to be realized, would Quint and Callee have time, willingness and courage to regain the chemistry that existed between them ?

The novel is light and fun. A mess after another, which could make things more stressing, ends up being a delicious love story.
Quint and Callee actually still love each other, but they were unable to handle all the pressure off all at the same time. Wishes and dreams were kept secret, despite being together for two years, sometimes they look like an new couple who had just met, or an elderly couple who no longer has the spark of passion. But it was there , palpable ... for others. Not for themselves .

Once I started reading, I felt connection. That urge to know where everything was going.
The pace of the story is good.
Positive point : The plot has as its background the pie shop, so, of course, that would be talked about pies. And luckily, the famous Molly McCoy's, Quint's mother, pie recipe is there. The characters are engaging,  all of them. And the final solution to the whole problem of the events in the pie shop should attend, was very good, as giving the hook for the next book.
Of course, nothing sexier than a man who can cook ... in every way ...



Negative point : I really enjoyed the characters, and though the dialogues are good, I thought it lacked a bit of comedy, when the opportunity to do was there. And I would like to have seen more of Quint transformation before he realizes all the wrong he did, and to try to Callee back. After all, he missed people which he should have been nearby. Everybody suffered about his father death, but he acted as if suffering were his alone. I do not question the final decision taken by Callee , but the process to Quint get there.
If I want to read the next books ? For sure. 

4.5 STARS

Nenhum comentário:

Postar um comentário