sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Alice Clayton - Wallbanger




Ficha Técnica: Wallbanger
Autora: Alice Clayton
Editora Omnific Publishing
Lançamento original: novembro/2012
Lançamento BR: ainda não
300 páginas

"Caroline Reynolds tem um novo apartamento fantástico em San Francisco, um mixer KitchenAid, e nenhum O (e não estamos falando de Oprah aqui, gente). Ela tem uma carreira de design ascendente, um escritório com vista para a baía, uma receita de pão de abobrinha assassino, e nenhum O. Ela tem Clive (o melhor gato do mundo), grandes amigos, e nenhum O.

Adicionando insulto ao O-menos, desde que ela se mudou, ela tem um vizinho oversexed com o mais alto 'bate estaca' tarde da noite que ela já ouviu na vida. Cada gemido, espancada, o que foi isso? Um miado?Pontua o fato de que não só ela está perdendo o sono, ela ainda não tem, sim, você adivinhou, nenhum O.

Digite Simon Parker.  Quando o 'bate estaca' ameaça literalmente sua concentração íntima, Caroline, vestida de frustração sexual e uma camisola baby-doll rosa, confronta seu vizinho ouvido-mas-nunca-visto. O encontro no corredor no fim de noite tem, assim, resultados mistos. Ahem. Com paredes finas, mas tensão das grossas ..."


ROMANCE CONTEMPORÂNEO. PITADA SEXY.


NOTA: Esta resenha foi feita meses antes do lançamento no Brasil. O livro será lançado pela editora Benvirá com o título SUBINDO PELAS PAREDES.


Como cheguei ao livro? Zapeando por alguns canais do YouTube me deparei com este book trailer, que nem é oficial, mas de uma fã:


Adorei a sinopse, a escolha dos atores, corri atrás.

Escrito em primeira pessoa, Wallbanger traz a história de Caroline, uma designer de interiores, bem sucedida, que gosta do que faz, além de ser uma cozinheira de mão cheia, ter um gato meio possessivo e estar nas nuvens por ter conseguido alugar um apartamento charmoso.




Tudo parecia perfeito demais, até que nos primeiros dias em sua nova moradia um estranho barulho vem do apartamento ao lado. E depois alguém levando uns tapas... OMG! Tudo que ela precisava era de um vizinho com uma vida sexual para lá de ativa e barulhenta.
Ruim? Nas duas noites seguintes outros barulhos estranhos vieram. E assim, surgiram os codinomes: "Surrada", "Purina", "Risadinha" e o maior deles, "Bate Estaca". Seu vizinho era uma verdadeiro predador!!
Além do barulho que ele fazia, com suas diferentes mulheres, ele ainda era um lembrete vivo a Carol de que sua vida sexual estava num profundo vazio. O "Sr. O" (de orgasmo) não a visitava há eras, e isso só a irritava mais.
Até que numa fatídica noite, os barulhos atrapalharam Carol em sua concentração, digamos, íntima, e ela perdeu as estribeiras e foi bater à porta do Bate Estaca. De madrugada. Vestida de negligé rosa. Sem calcinha. E daí surge seu apelido, "Rosinha Pervertida".

Mas se esse relacionamento "entre paredes" já não fosse tumultuado, ainda tiveram o (des)prazer de se esbarrarem numa festa de inauguração de casa de um casal de amigos, e no meio de uma briga mais um apelido para ela surgiu, o "MelaTesão".

Ou seja, o livro é recheado de apelidos e situações embaraçosas/engraçadas.
Os diálogos são bons e inteligentes. A dinâmica entre os personagens é muito boa, sempre há uma boa piada na esquina de alguma página, e até mesmo os personagens secundários, como a chefe de Carol e suas duas melhores amigas, Mimi e Sophia, são interessantes.

Há várias citações de pratos (pena! Não tem as receitas, mas estou à caça) e belos lugares.



O ritmo da história é ótimo.
E apesar de não ser um livro erótico, o assunto é muito bem comentado e os capítulos finais... bem, haja fôlego!



E o melhor de tudo? Aahhhhhhh..sem dúvida, ELE!!! Simon Parker!!! O fotógrafo mais lindo de São Francisco.





O livro começou como um stand alone mas a autora decidiu fazer mais dois.
5 ESTRELAS e uma vontade enoooooooorme que alguma editora brasileira o traga para cá.

Para adquirir o livro:  Amazon  |  Barnes & Noble

Sobre a autora




Website  |  Twitter  |  Goodreads  |  Facebook

4 comentários:

  1. Eu já adorei a cara de autora! Mto cara de super cômica! Vc ta me obrigando a pegar esse livro, vai furar minha fila de leitura!

    ResponderExcluir
  2. Li quando ainda era uma fanfic de Twilight e A-DO-REI! O livro realmente é uma graça, super leve, uma delicia de ler... E a cena do Clive tentando pegar a 'Purina'? Hilaria demais, chorei de tanto rir...huahuhauhua

    Beijão, Vânia... Adoro vc :)

    ResponderExcluir
  3. Oiee, sua linda, descobri aqui, depois de ler tua resenha no " doce Letras" e vim espiar.. seguindo =)
    aaaah, que curti a capa do livro e tua opinião, gosto muito desses livros, rsrs, quero descobrir esse apelidos aí :P
    Beliscões carinhosos da Máh-
    Cantinho da Máh
    @Maaria_Silvana
    pS:.
    você tem o pdf desse livro? Se tiver envia para mim, por favor *oo*
    m.sil.silva@hotmail.com

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Quem tiver ele em pdf poderia por gentileza me enviar, estou louca para ler.
    Meu e-mail é: Thaynasbk@hotmail.com
    Desde de já agradeço.

    ResponderExcluir