terça-feira, 22 de outubro de 2013

Ka Hancock - Dançando Sobre Cacos de Vidro



Ficha Técnica: Dançando Sobre Cacos de Vidro (Dancing on Broken Glass)
Autora: Ka Hancock
Editora Arqueiro
Lançamento original: 2012
Lançamento BR: 2013
336 páginas


"Lucy Houston e Mickey Chandler não deveriam se apaixonar. Os dois sofrem de doenças genéticas: Lucy tem um histórico familiar de câncer de mama muito agressivo e Mickey, um grave transtorno bipolar. No entanto, quando seus caminhos se cruzam, é impossível negar a atração entre eles. 

Contrariando toda a lógica que indicava que sua história não teria futuro, eles se casam e firmam – por escrito – um compromisso para fazer o relacionamento dar certo. Mickey promete tomar os remédios. Lucy promete não culpá-lo pelas coisas que ele não pode controlar. Mickey será sempre honesto. Lucy será paciente. 

Como em qualquer relação, eles têm dias bons e dias ruins – alguns terríveis. Depois que Lucy quase perde uma batalha contra o câncer, eles criam mais uma regra: nunca terão filhos, para não passar adiante sua herança genética. 

Porém, em seu 11° aniversário de casamento, durante uma consulta de rotina, Lucy é surpreendida com uma notícia extraordinária, quase um milagre, que vai mudar tudo o que ela e Mickey haviam planejado. De uma hora para outra todas as regras são jogadas pela janela e eles terão que redescobrir o verdadeiro significado do amor."

ROMANCE CONTEMPORÂNEO. DRAMA.


Você acredita em amor à primeira vista?


Lucy estava comemorando seu aniversário de 21 anos num clube quando conheceu o "host" de palco. Espirituoso, engraçado, simpático e ainda por cima muito bonito. Só havia um problema até então: ele estava de papo com a sua irmã linda e maravilhosa, Priscilla. Mas ainda assim, Lucy ficou tentada a deixar seu número com Mickey - ou Michael, como às vezes o chamam. Afinal, a esperança é a última que morre.
Mas Mickey nunca ligou...

Mickey era um dos donos da casa noturna e volta e meia ele se fazia de "host", contando piadas e animando as festas. Estava conversando com uma loura linda, mas por alguma razão, sentiu-se atraído por uma morena baixinha, e só depois soube que a festa era em homenagem a ela. Alguma química rolou entre os dois. No final da festa ela deu seu telefone a ele. Entre surpreso e feliz, ele adorou o gesto. Mas nunca ligou.


Você acredita em destino?


Com um histórico de câncer na família, uma noite particularmente difícil rondava a vida de Lucy. Após a cirurgia de sua irmã Priscilla, a qual havia descoberto um caroço em seu seio, Lucy resolve dar uma volta pelo hospital para espairecer e na lanchonete, praticamente deserta, ela encontra um paciente solitário. Qual foi sua surpresa ao ver que tratava-se do mesmo homem que a encantara em seu aniversário naquela noite no clube. O mesmo que ela tivera esperanças de que telefonaria para ela, marcariam um encontro e algo de muito mágico poderia acontecer. Será que só ela percebera que havia uma conexão entre ambos?

Mickey melhorara de sua última crise a ponto de poder sair do quarto sozinho e dar uma volta pelo hospital.
Ele sofre de transtorno bipolar e quando entra no momento de euforia, geralmente logo a seguir ele surta. E nesses surtos ele não sabe quem está à sua volta ou pode até mesmo ser violento.
Seu transtorno é classificado como raro porque seu organismo muito rapidamente acostuma-se com sua medicação, tornando-se necessário estar sempre vigilante quanto à mudar a dosagem ou o tipo de remédio. Seu médico, o Dr. Gleason, mais do que seu terapeuta, é um amigo pessoal.
Ao encontrar-se com aquela mulher que lhe encantara no clube e ser confrontado por ela do porquê nunca havia ligado, ele decide que a vida poderia estar lhe dando uma oportunidade. Ao menos ele poderia tentar...





Lucy e Mickey se apaixonam e decidem casar.
Ao longo dos anos eles enfrentaram as crises e internações de Mickey e o ataque de um câncer em Lucy.
Eles nunca fraquejaram. Nunca pensaram em separação. 
A cada retorno de Mickey do hospital era como um recomeço. A vitória dele sobre o monstro de sua doença. E eles comemoravam como nunca. E se amavam e eram amados por todos.


Você acredita em milagre?


Lucy e Mickey tomaram várias resoluções, e elas foram feitas por escrito. A última delas era de que nunca teriam filhos, assim, não transmitiriam suas respectivas doenças e cargas.
Mas mesmo após ter se submetido a uma laqueadura de trompas, Lucy engravidou. Eles teriam de decidir se mantinham a criança ou interrompiam a gravidez. Se só o amor um pelo outro bastava, ou se aquela vida recém descoberta já fazia parte do círculo de amor deles.


Este foi o livro de apresentação dessa autora para mim e devo dizer que muito me surpreendeu.
Ele havia sido recomendado por uma amiga que dissera "chorei em todos os capítulos".
Opa!!! Isso para mim já era um alerta para NÃO lê-lo!  Mas a curiosidade e ouvir tantas pessoas falando bem, foram mais fortes e eu cedi. E não me arrependi.

Não, eu não chorei em todos os capítulos (será que é porque sou mais duro na queda?), mas tem várias passagens de arrepiar os pêlos.
O amor de Mickey e Lucy é lindo. Mas lindo de uma maneira pura, singela, profunda.
Ela, principalmente, SABIA o que ia enfrentar pela frente, mas simplesmente seria quase impossível viver sem Mickey.

"Naquele momento percebi que não valeria
a pena viver sem Mickey Chandler.
Eu o amava de todo meu coração.
Mesmo com todos os seus problemas." 


As provas por que eles passaram só fizeram fortificar o amor deles. É quase um conto de fadas, mas sem a parte do tudo ser divino, maravilhoso.
Com o advento da gravidez tudo se complica, e eles passam pela maior tribulação de suas vidas, e teriam de, juntos, decidir qual rumo tomar.

Mickey ama Lucy como nunca amou ninguém na vida e ela é seu porto seguro.
Lucy ama Mickey acima de qualquer coisa e torna-se seu pequeno milagre...

Um livro para ler com a alma aberta e deixar-se ser guiado(a) para um lugar onde só o coração tem a chave para abrir a porta.

5 ESTRELAS TOTAL!!!

Abaixo a capa americana.



 Sobre a autora:



Facebook  |  Website  |  Twitter  |  Blog  |  Goodreads


*Livro cedido pela editora em troca de uma resenha de opinião honesta

3 comentários:

  1. Curti o tema. Adoro livros com bebês a caminho, ainda mais com um pai mega apaixonado. Bjim

    ResponderExcluir
  2. Gostei bastante! Já estou com ele em mãos, pois vi você comentando no Facebook e corri garantir meu exemplar. Já está passando na frente de muiiitos outros que estão na fila!

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Recebi o livro, que por acaso a culpada de eu ter comprado foi você(!!!!!!!!!) e estou muito ansioso para le-lo. Se minha pilha nao estivesse taaao graande, eu ja teria terminado hahaha gostei muito da resenha!!

    ResponderExcluir