terça-feira, 19 de novembro de 2013

Brenda Novak - Take me Home for Christmas (Whiskey Creek #5)



Semana Maratona de Resenhas a Pedido




Livro #4




Ficha técnica: Take me Home for Christmas
Autora: Brenda Novak
Editora Harlequin
Lançamento original: outubro/2013
Lançamento BR: ainda não
400 páginas


"Natal é uma época para recordar? .

Pena que nem todas as memórias sejam agradáveis​​. Todos na cidade de Whiskey Creek lembram de Sophia DeBussi como a menina má. Especialmente Ted Dixon, cujo amor ela uma vez desprezou.

Mas Sophia pagou o preço por suas transgressões juvenis. O homem com quem ela se casou era rico e poderoso, mas abusivo. Então, quando ele desaparece, ela secretamente espera que ele nunca mais volte, até que ela descobre que ele morreu em execução a partir de uma investigação do FBI de sua empresa de investimento. Não só ele deixou Sophia sem dinheiro, ele a deixou para enfrentar todos os habitantes da cidade que  enganou.

Sophia é reduzida a procurar qualquer tipo de trabalho para pagar as contas e sustentar a filha. Sem outras opções, ela torna-se empregada de ninguém menos que Ted, agora um escritor de suspense bem sucedido. Ele não pode virar as costas para ela, principalmente no Natal, mas ele se recusa a se envolver emocionalmente. Ele aprendeu a lição da última vez.

Ou será que a estação do amor e do perdão dá a ambos uma nova chance de serem felizes?"


ROMANCE CONTEMPORÂNEO. TEMA NATALINO. 


(English review scroll down)


Com este livro, abro a temporada de leitura sobre tema natalino.
Este gênero é bem explorado nos outros países, só agora começando devagarzinho aqui no Brasil, com a lançamento este mês dos livros de Cecelia Ahern e Debbie Macomber - pela editora Novo Conceito - ambos com tema natalino de fundo.

Mas voltando ao livro em questão, fui apresentada à Brenda Novak com esta belíssima história.
Bela, mas ao mesmo tempo densa. Pensei que seria algo mais água com açúcar. Mas conforme fui lendo, e ao constatar que seriam 400 páginas, percebi que não poderia ter um enredo raso. Na verdade, me peguei em vários momentos com o coração na boca devido às várias situações conflitantes com que a mocinha da história é envolvida.


Sophia sempre foi uma moça bela. Criada para sempre ser a "bela do baile", ela não tinha limites para conseguir o que queria. Não porque fosse má, mas porque seus pais ensinaram-lhe que se você quer algo na vida, deve ir atrás, não importando o preço.
Por causa disso, ainda na época da escola, ela acabou magoando mais do que devia o namoradinho, Ted Dixon, ao envolver-se com Skip, e acabar ficando grávida deste.
É claro que ajudava o fato de Skip ser rico, e ficou mais ainda após o casamento. Ele era considerado um Midas, um gênio das finanças, e seu modo de vida, sua bela mansão, seus carros, seu iate, só comprovavam tudo isso.

Mas o que ninguém sabia é que Skip casara com Sophia primeiro porque ela engravidara. Depois, porque ela era uma espécie de trofeu. E era exatamente assim que ele a tratava.
Skip regulava toda a vida de Sophia, onde ela ia, com quem andava, até mesmo o que comia porque ele tinha horror a pessoas gordas, e não queria que ela engordasse. Ao contrário, ele a obrigava a usar roupas sensuais para esfregar na cara dos outros o que ele possuía, e os outros, não.

O casamento deles já havia acabado, mas ainda mantinham as aparências. Com isso, Sophia entregou-se à bebida.
Após passar um mês numa clínica de reabilitação, eles decidiram que pelo bem da única filha, Alexia, deveriam tentar mais uma vez, e assim, viajaram de iate para o Brasil.
Mas tudo não passava de um embuste.
Skip planejou forjar a própria morte para conseguir fugir com uma quantidade enorme de dinheiro, investimento de toda a cidade, num fundo fajuto.
Só que ele morreu de fato, e deixou a esposa e a filha para sofrerem toda a hostilidade de uma cidade.

Sem dinheiro, sem trabalho, sendo acusada por todos de que deveria ter participação na fraude do marido, Sophia encontrava-se no fundo do poço. E a ajuda veio de onde menos ela esperava...e de quem não conseguia mais manter-se afastada...


Eu simplesmente amei a história.
Um enredo ao mesmo tempo simples, mas com uma riqueza de emoções. Em vários trechos senti-me condoída com o sofrimento de Sophia.
É certo que ela não foi a mais simpática em sua juventude, mas o que ela sofreu por conta do marido, não se justificava. Ter toda uma cidade acusando-a de algo que não havia feito, chamando-a pelos piores nomes, causando perseguição à filha na escola... É muita emoção para administrar.

E ainda há toda a temática de Ted, e sua ajuda, sem saber se o fazia por humanitarismo, ou porque ainda sentia algo por ela.


Senti conexão com os personagens.
O ritmo da história é excelente.
Ponto positivo: a maneira com que a autora analisa as várias situações: o sofrimento de Sophia; o bullying sofrido por Lex; as dúvidas de Ted; as brigas dele com a mãe (que não gostava de Sophia por razões óbvias), tudo de uma forma suave, mas sem amenizar nos sentimentos.
Ponto negativo: sem querer dar spoiler, definitivamente não gostei do envolvimento de Ted com uma certa personagem. Senti-me mal com aquilo. Quem ele queria enganar?

Adorei o jeito de Brenda Novak contar uma história, que em alguns momentos me lembrou o estilo de Debbie Macomber, que amo demais.

E apesar deste livro ser o quinto nesta série, meu TOC literário conseguiu aguentar já que, mesmo com personagens recorrentes, as histórias podem ser lidas separadamente.

Ótima maneira de entrar no espírito natalino. 

5 ESTRELAS!!!

Para adquirir o livro: Amazon  |  Barnes & Noble 

Sobre a autora



Goodreads  |  Website  |  Twitter  |  Facebook


*Cópia do livro cedida diretamente pela autora em troca de uma resenha com opinião honesta

--------------------------------------------------------------------------------------------------

(English review)


I was introduced to Brenda Novak's books with this beautiful story.
Beautiful, but at the same time, dense. I thought it would be something more sweet. But as I was reading, and to see that would be 400 pages, I realized I could not have a shallow plot. In fact, I found myself at various times with the heart in the mouth due to various conflicting situations that the main character story is involved.


Sophia has always been a beautiful girl. Raised to always be the "belle of the ball" , she had no limits to get what she wanted. Not because she was a bad person, but because her parents taught her that if you want something in life, you must go search for it, no matter the price.
Because of this, still in high school, she ended up hurting more than it should her boyfriend , Ted Dixon, when she cheated on him with Skip, and end up getting pregnant.
Of course helped that Skip was rich, and even more so after the wedding. He was considered a Midas, a genius of finance, and their way of life, their beautiful mansion, his cars, his yacht, just proving it all.

But what no one knew was that Skip married Sophia first because she become pregnant. Then, because she was a kind of trophy. And that was exactly how he treated her.
Skip regulated Sophia's life, where she went, who walked, even what he ate because he hated fat people , and she did not want to gain weight. Instead, he forced her to wear sexy clothes to show to others what he owned, and others not.

Their marriage had ended, but still kept up appearances. With this, Sophia gave up to fight and started to drink.
After spending a month in rehab, they decided that for the sake of her daughter, Alexia, they should try again, and so they traveled by yacht to Brazil.
But it was all a hoax.
Skip forge planned his own death to get away with a huge amount of money, investment of the entire city, a phony fund.
Only the fact that he really died, and left his wife and daughter to suffer all the hostility of a city.

No money, no job, being blamed for all that would be involved in fraud of her husband, Sophia was at rock bottom. And the help came from where she least expected... and who could no longer stay away...


I just loved the story.
A plot while simple, but with a wealth of emotions. In several passages I felt pitying the suffering of Sophia.
Admittedly she was not the most friendly in her youth, but she all suffered on account of her husband, was not justified. Having an entire city accusing her of something she had not done, calling her the worst names, causing harassment - bullying - to daughter at school ... It's a lot of emotion to manage.

And there is the whole issue of Ted, and his help , without knowing if he was doing for humanitarianism , or because he still felt something for her.


I felt connection to the characters .
The pace of the story is excellent.
Positive point: the way in which the author analyzes various situations: the suffering of Sophia; Lex being bullied; Ted doubts about his feelings; His fights with his mother (who did not like Sophia for obvious reasons), all at smooth , but not softening feelings.
Negative point: not wanting to give spoiler, but definitely didn't like the involvement of Ted with a certain character. I felt bad about that. Whom he wanted to fool?

I loved the way Brenda Novak tells a story, which at times reminded me of the style of Debbie Macomber, who I love too much.

Great way to get into Christmas spirit .

5 STARS !!!

Um comentário:

  1. Gostaria que as editoras brasileiras investissem mais em livros natalinos Gostaria de ler, mas é em ingles dai ja nao da kkkkk voce sempre muito boa com as palavras!! =)

    ResponderExcluir