quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Tara Chevrestt - Love Request



Semana Maratona de Resenha a Pedidos



Livro #5






Ficha técnica: Love Request
Autora: Tara Chevrestt
Editora Pagan Writters Press
Lançamento original: dezembro/2011 (intitulado "A Facebook Affair"). Relançamento: janeiro/2013
Lançamento BR: ainda não
130 páginas


"Quando Ciara Littleton se rende e finalmente entra no Facebook para socializar sem os limites que sua deficiência auditiva lhe dá, por um capricho, ela procura um amigo de infância. Ao enviar-lhe a primeira mensagem, ela inflama as memórias de uma paixonite de vinte anos atrás. Mas pode um pedido simples de adicionar amigo consertar tudo o que está entre eles e levar a algo mais?

Hunter tem muito a resolver. Um divórcio recente, uma irmã grávida, e agora, ele percebe que está apaixonado por uma mulher que vive a quilômetros de distância. Ele pode superar os limites do romance via Internet para fazer este desejo se transformar em algo real, ou será que a adversidade e a distância serão sua ruína? A adversidade apresenta-se na forma de sua própria irmã - a mulher que tem intimidado Ciara há tanto tempo sem piedade."


ROMANCE CONTEMPORÂNEO.

(English review scroll down)

Uma história de superação.
Ciara Littleton desenvolveu uma surdez aos quatro anos de idade. A autora não explica exatamente o que houve, apenas pontua que na ocasião da perda de sua audição, pelo menos ela já havia passado da primeira fase de aprender a falar, facilitando, assim, que ela não desenvolvesse aquela fala "presa" que normalmente os nascidos surdos têm.

Se uma criança já sofre bullying quando chega numa escola nova, imagina uma que tem esse problema. Logo de primeira algumas meninas decidiram que Ciara seria o alvo das piadas e implicâncias delas. E isso quando ainda estavam no equivalente aos primeiros anos do Ensino Fundamental.
Caitlin e Lindsey eram as rainhas da escola. Nenhuma menina gostava de se indispor com elas. Por isso, Ciara permaneceu sozinha por muito tempo.

Mas uma pessoa ousou desafiar essas duas meninas. E por acaso, ele era irmão gêmeo de Lindsey, Hunter.
Os momentos que Ciara passava com ele eram mágicos. Ele não só não implicava com ela, como sempre se lembrava que precisava falar olhando diretamente para ela, para que ela pudesse ler os seus lábios. Ciara não se comunicava através da linguagem de sinais. Ela usava aparelho auditivo e fazia leitura labial.

Durantes dois anos Ciara viveu entre as angústias das brincadeiras de mau gosto de Lindsey e Caitlin, e os bons momentos com Hunter. Até que seu pai recebeu uma proposta melhor de trabalho e eles tiveram de mudar de estado.

Vinte anos depois, Ciara é uma jornalista formada. Seus pais haviam se separado alguns anos após a mudança e quando ela encontrava-se na faculdade, sua mãe foi diagnosticada com câncer de mama, e perdeu a batalha após longos 5 anos.

Sem família e com poucos amigos, Ciara foi aconselhada pela amiga Tammy a tentar viver um pouco; principalmente depois de passar tanto tempo entre escola e cuidando da mãe. Um modo de encontrar alguém sem passar por todo aquele suplícia de primeiro encontro e ver que o cara não se sente à vontade com alguém que usa aparelho? Abrir uma conta no Facebook (daí o porquê do primeiro título).

Quando ela finalmente cede, ela se lembra do antigo amigo da escola e resolve procurar seu perfil. Perfil achado, mensagem enviada, mensagem respondida com um pedido de adicionar novo amigo.

A partir daí os dois trocam mensagens diárias, até que Hunter decide ir visitá-la em Utah, onde ela morava atualmente.
O encontro foi melhor que a encomenda e eles passaram a ter um relacionamento mais estável.

Mas como seria o reencontro de Ciara com a irmã dele? Como encarar parte de um passado que ela queria deixar para trás?

Lindsey estava grávida de sete meses, com o marido lutando no Afeganistão, quando ela descobre que Hunter e Ciara voltaram a se encontrar. Num primeiro momento ela não gosta nada da ideia, ainda querendo que o irmão não se desfizesse de seu casamento com sua melhor amiga. Mas o destino pode criar algumas peças na vida da pessoa e só talvez, Lindsey e Ciara passassem a ter muito mais do que apenas Hunter como algo em comum...




Personagens mais que perfeitos. A forma com que a autora apresentou cada etapa da vida de Ciara, tudo que ela sofreu, é tão forte, e ao mesmo tempo, tão singelo, que você quase sente a dor dela.
A conexão com os personagens foi imediata.
O ritmo da história é muito bom. Cada capítulo sempre começa com uma cena do passado deles, principalmente do que acontecia na escola, das perseguições que ela sofria.
Ponto positivo: mesmo com toda a questão do bullying, a autora não transmitiu rancor ao longo das páginas. Ela mostrou apenas parte do que uma pessoa com o problema auditivo que Ciara tem, e tendo de sobreviver a tudo isso durante a infância e adolescência (duas fases nas quais as pessoas podem ser bem más), sofre.
Ponto negativo: sempre que pego um livro bom para ler, reclamo quando ele é pequeno...

Uma curiosidade: a autora é surda, portanto, ela tem muita propriedade ao escrever sobre o tema.

5 ESTRELAS!!!

A primeira capa, que gosto muito mais:



Para adquirir:  Amazon  |  Barnes & Noble  |  The Book Depository

Sobre a autora





*Cópia do livro cedida diretamente pela autora, após sorteio de blg internacional


---------------------------------------------------------------------------------------

(English review)

A heartwarming story .
Ciara Littleton developed deafness at four years old. The author doesn't explain exactly what happened, just points out that at the time of her hearing loss, at least she had passed the first stage of learning to speak, thus making a little easy.

If a child has bullied when she arrives at a new school, imagine one that has this problem. In the beginning few girls decided that Ciara would be the target of jokes and teasing.And that happened when they were still in second grade.
Caitlin and Lindsey were the queens of the school. No girl liked to alienate them. Therefore , Ciara stood alone for long time.

But one person dared to challenge these two girls. And coincidentally, he was Lindsey's twin brother, Hunter .
The moments that Ciara went with him were magic . He not only involved with her, as always remembered she needed to talk looking directly at her, so she could read his lips. Ciara did not communicate through sign language. She wore hearing aids and lip reading.


Along two years Ciara lived between the anguish of pranks Lindsey and Caitlin , and good times with Hunter. Until her father was offered a better job and they had to move to another state .

Twenty years later, Ciara is a journalist. Her parents had divorced a few years after the move, and when she was in college, her mother was diagnosed with breast cancer and lost the battle after long five years.

No family and few friends, Ciara was advised by her friend Tammy trying to live a little, especially after spending so much time between school and caring mother. One way to meet someone without going through all that awful first meeting and see that the guy does not feel comfortable with someone who wears hearing aids? Open a Facebook account (hence why the first title ) .

When she finally gives in, she remembers the old school friend and decides to look for his profile. Profile finding, message sent, message answered with a request to add new friend.

From there the two exchange messages daily, until Hunter decides to go visit her in Utah, where she was living.
The meeting was better than they could imagine and they began to have a more stable relationship.

But how would be the reunion with his sister ? Face a part of a past that she wanted to leave behind?

Lindsey was seven months pregnant, with her husband fighting in Afghanistan when she discovers that Hunter and Ciara got together. At first she does not like the idea, still wanting her brother does not undo his marriage to her best friend. But fate can create some pieces in one's life and just maybe, Lindsey and Ciara have passed much more than just Hunter as something in common ...


Characters more than perfect. The way the author presented each life Ciara's stage, all she suffered, it is so strong, and yet so delicate, that you almost can feel her pain.
The connection to the characters was immediate.
The pace of the story is very good. Each chapter always begins with a scene from their past, especially what happened in school, persecution she suffered.

Positive point: even with the whole issue of bullying, the author did not send a grudge over the pages. She showed only part of what a person with a hearing problem that Ciara has, and having to survive all this during childhood and adolescence (two phases in which people can be pretty bad), suffers.
Negative point: whenever caught a good book to read, I complain when it's short ...

A curiosity: the author is deaf , so she has a lot of property to write about the topic .

5 STARS !!!

Um comentário:

  1. Você e sua mania de me deixar querendo ler os livros kkkkkk Realmente me interessei em lê-lo. Concordo com você, a primeira capa era muito melhor. A autora podia traduzir para o português e por a venda na amazon né?

    ResponderExcluir