domingo, 2 de fevereiro de 2014

Maratona NetGalley: S.E. Gilchrist - Awakening the Warriors (Legends of the Seven Galaxies #1,5)




Ficha técnica: Awakening the Warriors
Autora: S.E. Gilchrist
Editora Escape Publishing - Harlequin Enterprises Australia
Lançamento original: 2013
Lançamento BR: ainda não
54 páginas

"Fran devia estar louca quando deixou sua vida comum e segura para tornar-se voluntária como uma colona em forma de uma nova terra. Agora ela está presa em uma cela de prisão em um planeta alienígena um zilhão de quilômetros de casa e com destino a uma morte horrível em câmaras de pesquisa notórias. 

Ela tem uma chance de escapar: despertar os longos impulsos sexuais dormentes dos Guerreiros Darkon algemados na cela ao lado. 

É um trabalho desesperado, mas alguém tem de fazê-lo."

ROMANCE CONTEMPORÂNEO. FANTASIA. ERÓTICO.


(English review scroll down)


O livro é praticamente um conto, pouco mais de 50 páginas. E já começa com um grupo de mulheres presas numa cela, sem saber ao certo qual será o seu futuro, a não ser que não deve ser nada bonito.
De todas as mulheres em semelhante situação, Fran parece ser a mais determinada a ajudar a todas a serem libertas. É quando uma delas diz que numa das celas encontram-se presos alguns dos famosos e temidos guerreiros Darkon. Mas como eles estão presos há mais tempo do que elas, eles parecem enfraquecidos.

Uma das maneiras de fazê-los sentirem-se melhores e aptos a lutarem por todos é por despertá-los sexualmente. Das mulheres presentes, umas não possuíam a idade adequada, muito jovens ou muito velhas, ou ainda elas morriam de medo dos guerreiros.  

Quain e Jerrel estavam presos há muito tempo e estavam sem nenhuma condição de salvarem a si próprios, quanto mais um bando de mulheres. Mas ao serem "despertos" por Fran - através de uma boa transa - e eles conseguem dominar os guardas da prisão e ajudar a todos a escapar.
Após isso, a única coisa que passava pela cabeça de Fran era ir para casa e fugir daquele pesadelo, mas os dois guerreiros tinham planos diferentes e não iriam deixá-la se livrar deles com essa facilidade...



Eu me senti lendo um livro de transição, no qual o único objetivo era mostrar como eles poderiam escapar da prisão e que, provavelmente, Fran agora pertenceria aos dois guerreiros.
A história foi curta demais para sentir qualquer conexão. 
Talvez lendo o restante da série dê para sentir melhor que direção a autora pretende levar os personagens.

3 estrelas.

Sobre a autora:



*ARC cedido pela editora, através do NetGalley, em troca de uma resenha de opinião honesta.

-----------------------------------------------------------------------------------------

(English review)


The book is a short story, just over 50 pages. And it begins with a group of women prisoners in a cell, without knowing exactly what will be their future, unless it should not be pretty.
Of all women in similar situations, Fran seems more determined to help all to be released. It is when one says that one of the cells are attached some of the famous and feared Darkon warriors. But as they are stuck longer than them, they seem weak there.

One of the ways to make them feel better and able to fight for all is by awakening them sexually. For all women there, some lacked adequate, very young or very old age, or they scared of the  warriors.

Quain and Jerrel were arrested long ago and were in no condition to save themselves, let alone a bunch of women. But to be "awakened" by Fran - through a good f*** - and they can master the prison guards and help everyone escape.
After that, the only thing that went through the mind of Fran was to go home and get away from this nightmare, but the two warriors had different plans and would not let her get rid of them that easily ...


I felt myself reading a book of transition, in which the sole purpose was to show how they could escape the prison and that probably Fran now belong to the two warriors.
The story was too short to feel any connection.
Perhaps reading the rest of the series take to feel better toward what the author intends to take the characters.

3 stars .

Nenhum comentário:

Postar um comentário