quarta-feira, 19 de março de 2014

Semana Nacional: A.C. Meyer - Louca por Você (After Dark #1)


LIVRO #3




Ficha técnica: Louca por Você
Autora: A.C.Meyer
Editora Charme
Lançamento: 2013
250 páginas

"Ele era tudo que ela queria...

Julie Walsh foi apaixonada por Daniel Stewart a vida inteira, mas ele só a via como sua irmãzinha. Até que o destino resolve dar uma mãozinha e dá a Julie a oportunidade de balançar a vida e o coração de Danny. 

Ele não queria se apaixonar... 

Daniel reprimiu seus sentimentos por muitos anos. Sem interesse em investir em relacionamentos sérios, aproveitava a vida com uma garota diferente a cada dia, investindo seu real sentimento no sucesso do seu bar, o After Dark. 
Até que o destino lhe dá uma pancada na cabeça e um sacolejar no coração e mostra que a garotinha que ele sempre tratou como sua irmãzinha, é na verdade, aquela que pode fazer ele começar a pensar em "para sempre". Mas quando Daniel resolve dar uma chance para esse estranho sentimento que se apodera dele, ele esbarra  numa pedra em seu caminho: Alan, o guitarrista da The Band, que resolve tentar conquistar o coração de Julie. 

Será que Julie vai realizar seus sonhos e finalmente ficará com Danny, ou será que Alan é o seu verdadeiro Príncipe Encantado, que virá resgatá-la com sua guitarra? 

Atenção: este livro contém altas doses de romance, situações hilárias, homens gostosos e um amigo gay fodástico e apaixonante."


ROMANCE CONTEMPORÂNEO.

Julie perdeu os pais muito nova e foi criada por um casal de amigos deles, os Stewart.
Estes tinham um casal de filhos: Jo, que logo torna-se melhor amiga de Julie, e Daniel, o mais velho, que logo torna-se a paixãozinha de Julie.
O tempo passa, eles convivem como uma grande família e na adolescência, Julie percebe que finalmente algo pode acontecer entre ela e Daniel. Mas da mesma forma que veio, foi, e Daniel volta a ser aquele "irmão" mais velho superprotetor.

O grande sonho de Julie sempre foi cantar e ela realmente tinha uma voz linda. Quando Daniel abriu um bar, que logo ficou super famoso entre a galera dos 20 aos 35 anos, Julie quis se apresentar lá. Por que não? Eles eram praticamente família e Daniel e seus sócios estavam atrás de bandas para tocarem em dias alternados.
Daniel teve um crise dizendo que ela era nova demais, não saberia se defender dos garanhões de plantão - homens como ele - e vetou o assunto definitivamente.
A opção de Julie? Servir mesas.

Meses passam e o bar vai tão bem que há a possibilidade de abrir uma filial, e Daniel viaja para outra cidade a fim de ver alguns imóveis para a expansão.

Você acredita em coincidência? Eu não. E o vocalista de uma das bandas resolveu naquele fim de semana que tinha que abandonar tudo e seguir para um retiro espiritual. Isso faltando duas horas para o bar abrir e o show começar.
Solução temporária? Julie.
Claro que o fim de semana torna-se um sucesso e um video vai parar no YouTube...

Enquanto isso, viajando, Daniel acessa a página do bar na mídia social e vê excelentes comentários a respeito do show e da vocalista...Peraí! Como assim vocalistA? A banda só tem homem! Procurando o link no YouTube ele vê uma loura linda, sexy e super afinada arrasando na canção Fever. Os cabelos da nuca arrepiam, o conteúdo da calça começa a crescer e ele pensa "danou-se!"



A qualidade do video não permitia que Daniel identificasse a cantora, mas ele sabia que ela era mais que maravilhosa. Imagine a surpresa dele ao deparar-se com sua "irmãzinha" Julie vestida para matar, fazendo os marmanjos na plateia babarem, e pior!!! Fazendo o guitarrista Alan, o maior "pegador" da banda, se desmanchar em agrados a ela no palco para todo mundo ver.
Cabeças iam rolar!!

Como a necessidade faz o sapo pular, e brigas entre os sócios, Julie ficou, mas Daniel nunca mais foi o mesmo.

Se a primeira guinada em sua vida deu certo, agora Julie precisava partir para o plano 2: acordar Daniel e fazê-lo vê-la como uma adulta e não mais como a pequena Jully.
Ajuda mais que bem vinda do amigo George (toda mulher precisa de um amigo gay, vivo dizendo isso!) e tudo segue seu curso.

Daniel e Julie ficam juntos, mas o namoro parece mais ser um caso escondido, e isso a incomoda. Ele dá vários sinais de que ainda não está pronto para o compromisso, até que  uma situação faz a ficha dela cair e tudo é terminado. A única coisa boa nessa mesma época é que ela é convidada a ir cantar numa das casas de Jazz mais conceituadas de Nova Iorque. E é para lá que ela embarca.

E agora, se quiser tê-la de volta, Daniel terá de se superar e mostrar que está mudado e pronto para os "felizes para sempre"...

A história é fofa mas totalmente previsível. Conforme você avança na leitura meio que já sabe o que vai acontecer.
Na história, uma autora que amo, Kristen Proby, é mencionada como sendo a leitura do momento de Jo, irmã de Daniel. Talvez essa autora seja um parâmetro de inspiração para Meyer - o que é ótimo porque Proby escreve romances contemporâneos super envolventes e hot. Este livro aqui não é hot, é sexy fofo. Alguns outros pontos que poderiam seguir para ficarem mais parecidos com os da Proby:


A capa e contracapa estão muito bonitas.
O ritmo é rápido demais. No início achei que tudo ia bem, mas várias cenas poderiam ter sido mais trabalhadas, dando mais drama ou suspense à coisa.
Achei que Daniel "sofreu" pouco e o grande destaque do livro foi George, o amigo gay. E pelo andar da carruagem, com George se envolvendo em tudo (pelo trecho de como será o livro #2) a série ao invés de chamar-se "After Dark" (o nome do bar), deveria ser "As Aventuras de George", porque ele sim é o cara.
Pontos positivos: bom livro para se ler numa tarde chuvosa. A revisão está boa, encontrei pouquíssimos erros. A playlist. Bem de "mulherzinha", mas... fofa.
Ponto negativo: a previsibilidade total. Tudo muito corrido: as cenas românticas; o namoro fake, a viagem a NY, o retorno de lá; até mesmo o que acontece poucos dias antes de ela embarcar... Creio que o ritmo atrapalhou mais do que a previsibilidade. Senti como se estivesse vendo uma das novelas mexicanas, com cenas mudando num estalar de dedos.
Se vou ler o livro #2?  Pode ser porque gostei demais do George...

Não sei se o livro é encontrado em lojas, eu nunca vi. Comprei-o pela internet através do site da editora.

3,5 estrelas.

OBSERVAÇÃO PÓS RESENHA:

Os direitos do livro foram adquiridos pela editora Universo dos Livros e será (re)lançado entre julho e agosto/2014, com nova capa (abaixo):



Sobre a autora:



Um comentário: