domingo, 9 de março de 2014

Semana UDL: Allison Brennan - Se Eu Morrer Antes de Você (Lucy Kincaid #1)


LIVRO #7



Ficha técnica: Se Eu Morrer Antes de Você (Love me to Death)
Autora: Allison Brennan
Lançamento original: 1999
Lançamento BR: 2011
479 páginas

"Seis anos atrás, Lucy Kincaid foi atacada e quase morta por um predador que conheceu online. Ela sobreviveu. Seu agressor não. Agora o objetivo de Lucy é juntar-se ao FBI e lutar contra o cyber-crime, mas nesse meio tempo, ela é voluntária em um grupo de direitos das vítimas, navegando na internet disfarçada para enganar e atrair agressores sexuais para as mãos da lei. Mas quando os predadores que ela caça começam a aparecer como vítimas de assassinatos, o FBI tem todo um novo interesse por Lucy. Com seu futuro e possivelmente até sua liberdade em perigo, Lucy descobre que ela é um peão na história de alguém para obter justiça. Ela junta suas forças com o especialista em segurança Sean Rogan e, juntos, eles traçam seu caminho desde salas de chat online até as ruas de Washington, DC. Mas outra pessoa está seguindo-os: um perseguidor tem os olhos em Lucy. O único jeito de ela escapar de sua brutalidade pode ser outra luta até a morte."

ROMANCE CONTEMPORÂNEO. SUSPENSE. POLICIAL.

Os perigos que rondam a internet...

Anos antes Lucy Kincaid era uma jovem segura, inteligente, que queria fazer novas amizades e, quem sabe, arrumar um namorado bacana.
Uma amizade online a levou às mãos de um predador. Mantida cativa por dias, brutalmente espancada e violentada, Lucy viu-se às portas da morte quando percebeu que aquilo não era um estupro normal. Era um jogo de poder e muito dinheiro. 
Seu algoz utilizava a internet e oferecia o "show de horrores" para quem pagasse, e no final, ainda levantava uma enquete de que maneira a vítima deveria ser morta.

Lucy teve sorte ao ser resgatada. E ao invés de encolher-se e agir como a pobre coitada, ela decidiu arregaçar as mangas e preparar-se para nunca mais passar por aquilo de novo.

Tendo uma cunhada que trabalhava para o FBI, Lucy decidiu candidatar-se a essa trabalho. Teve aulas de defesa pessoal, tiro e mergulho, tudo por conta própria.
Desenvolveu um programa que ajudava a rastrear condenados de delitos sexuais, mas que encontravam-se em liberdade, pois, o perfil deles sempre era de que voltariam a agir. Teve sucesso em vários casos.

Mas agora algo peculiar começou a ocorrer.
Primeiro um dos algozes do caso dela havia sido encontrado morto numa marina. Ela passara a sentir-se sendo seguida. E ao fazer algumas pesquisas, descobrira que alguns dos delinquentes que deviam ter caído na armadilha que ela fizera para prendê-los, com a ajuda de seu programa e da polícia - encontravam-se mortos.
Tudo poderia ser uma coincidência, mas quando ela recebe flores com um cartão sem assinatura, todos os fatos apontam: Lucy era novamente um alvo. Mas quem seria o predador dessa vez?

Ajuda para mantê-la em segurança não faltava. A família de Lucy, seus irmãos e sua cunhada, tinham altos cargos, fosse no FBI, fosse na empresa de pesquisa e segurança na qual seus irmãos eram sócios, com os Rogan e Caruso, a RCK Rogan-Caruso-Kincaid.

E por falar nisso, Sean Rogan é uma coisa de louco. Fecha aspas.

Ainda havia o próprio FBI envolvido no caso na pessoa de Noah Armstrong (outro homão).

Será que todos eles conseguiriam manter Lucy a salvo?


"Não vou me permitir ser vítima."


Fazia tempo que um romance policial não me segurava assim.
Comecei a ler meio que por curiosidade, afinal, não conhecia a autora, e não consegui parar. Até mesmo parar para ir dormir foi uma luta!! Mas valeu a pena.

O enredo é instigante.
Apesar de tratar-se sobre violência contra a mulher em última instância,  a forma com que a autora leva o assunto esclarece à população o que se passa aí fora, mas não chega a causar náuseas.
O dever de casa foi muito bem feito. Inclusive na parte dos agradecimentos logo no início do livro, ela cita pessoas que trabalham no FBI.

O ritmo da história é muito bom, sabendo ser leve ou tenso nos momentos precisos.
Os personagens são ótimos. O perfil de cada um é muito bem descrito e desenvolvido. A personagem principal, Lucy, tem seus altos e baixos, mas ninguém esperaria nada diferente de uma pessoa que passou pelo que ela passou. Ainda assim ela não quer ser a vítima. Ela tenta superar seu trauma dia a dia, principalmente ajudando para que outras mulheres não passem pelo mesmo que ela.

As famílias Kincaid e Rogan são um caso a parte. Maravilhosos. Homens fortes, alfas que se unem para defender o que é seu, não importando se tivessem que passar por cima de uma ou outra lei. Conexão total.

A trama é maravilhosa, e no final você fica apreensivo(a) para saber como tudo será solucionado.

Tem até um pouco de romance, sem ser meloso ou piegas. 

É uma série que com certeza você vai querer acompanhar. E a UDL já tem o segundo livro lançado...



5 ESTRELAS

Sem dúvida foi uma semana de livros bombásticos. Começando com o pré-lançamento de Sylvia Day e terminando com esse policial.
E sabendo que a UDL mantém um canal aberto com seus leitores, só podemos esperar que muitos bons livros estão no forno prontos para serem lançados e degustados.

Nós leitores só temos a ganhar!!!

Sobre a autora 


Website  |  Goodreads  |  Facebook  |  Twitter

Um comentário:

  1. Arrasou em mais uma resenha.

    Este livro li faz tempo e adorei...Agora só falta 3.

    ResponderExcluir