sexta-feira, 7 de março de 2014

Semana UDL: Emma Chase - Atraído


LIVRO #5



Ficha técnica: Atraído (Tangled)
Autora: Emma Chase
Lançamento original: maio/2013
Lançamento BR: Previsão de lançamento para ABRIL/2014
272 páginas

"Drew Evans venceu na vida. Charmoso e arrogante, ele fecha negócios milionários e seduz as mulheres mais lindas de Nova York apenas com seu sorriso. Seus amigos são leais e sua família o apoia. Então porque ele está trancado em seu apartamento há sete dias, terrivelmente deprimido? 
Ele dirá que está gripado, mas isso obviamente não é verdade. 

Katherine Brooks é uma mulher linda, inteligente e ambiciosa, que não deixa nada nem ninguém distraí-la de sua busca pelo sucesso. Ela foi contratada pela empresa de investimentos do pai de Drew, o que vira a vida do rapaz de cabeça para baixo: a competição com ela o estressa, sua atração por ela o distrai e suas investidas fracassadas o frustram. 
Logo quando Drew achava estar próximo de ter tudo aquilo que queria, seu excesso de confiança põe tudo a perder. Será que ele conseguirá enfrentar os contratempos e vencer o verdadeiro desafio de sua vida: o amor?"

ROMANCE CONTEMPORÂNEO. ERÓTICO. PRÉ-LANÇAMENTO.


Ô, meu pai eterno... E a cada novo livro da UDL que pego, para tentar esfriar do anterior, a temperatura sobe um pouco mais!!! 



Drew Evans era muito bom em duas coisas: no seu trabalho como investidor e com as mulheres. Nos dois quesitos ele era um jogador implacável, jamais entrava para perder. E a história já começa com ele se dando bem. Com duas ruivas. Gêmeas. Um cafajeste com todas as letras em neon.

Mas na semana seguinte sua vida recebe um nocaute. Uma nova funcionária na empresa, na qual seu pai era um dos sócios, mexe com as estruturas dele.
Não que ele tivesse nenhum código de honra, afinal, transar com uma colega de trabalho para ele era inadmissível. Uma boa funcionária era mais difícil de encontrar do que um belo par de pernas para se enfiar no meio. O grande X da questão era que essa funcionária em particular já havia cruzado o caminho dele. E não tinha caído em sua conversa de conquistador.

Kate Brooks estava abrindo sozinha o caminho para o seu sucesso. Sua mãe era dona de um pequeno restaurante, e apesar de nunca terem passado fome, também não tinham dinheiro sobrando. Ela decidiu optar por uma carreira que a fizesse ganhar muito dinheiro. E ela era danada de boa nisso.

Ao chegar na Evans, Reinhart & Fisher, Kate veio como a nova promessa a somar na equipe; sangue novo para atrair novos investimentos. E isso mexeu com o ego de Drew. Ele era o expert na empresa, para que precisavam de sangue novo? Com isso, ele deixou de lado a atração que sentia por ela e começou a jogar pesado. Quem sairia vencedor nesse negócio?

Mas ao serem obrigados a unir forças para ganhar um novo cliente, Drew não gostou da contra proposta do cliente e a partir dali o relacionamento dele com Kate subiu a um novo nível.

A atração anteriormente ignorada? Voltou com carga total. Mas daí havia um outro problema: Kate era noiva. Parecia que sempre tinha sido noiva. E o noivo dela, na concepção de Drew, era um borrabotas João Ninguém que sequer chegava aos pés dela. Isso só fazia o sangue dele esquentar mais. O que ela podia ver naquele fracassado?

O clímax se deu na festa de Ação de Graças do escritório. Um rompante entre os dois e toda a química estava ali para qualquer um ver. Atração fatal sem as partes de assassinato.



O mal estar leva Kate a romper o noivado e num final de semana eles conseguiram colocar para fora todo o tesão recolhido.

E nessa hora, caro leitor, haja chá gelado!!!!!

Quando tudo se encaminhava para já um happy end, eis que o ex-noivo surge com uma serenata em punho. E Drew que não sabia tocar nem reco-reco sentiu-se humilhado e achou que tinha perdido a parada.
Enfiando os pés pelas mãos ele entende errado a mensagem corporal de Kate e agora, lá se encontra ele no estado quase vegetativo que o leitor vê desde as primeiras páginas.

Dava para dar a volta por cima? Só com plano de guerra e ele vai com tudo para cima dela na tentativa de reconquistar sua confiança.

Se dá certo já neste livro? Ahhhhh...você terá de ler para saber!!

Presta atenção: este livro é diversão do começo ao fim.
A começar que pela primeira vez uma autora inicia uma série dando voz ao mocinho. Sim, nada de ponto de vista feminino. É Drew quem narra a história toda e acredite, tem muito ensinamento sobre a mente masculina aqui. Só por isso já vale a pena a leitura.

Depois tem toda a dinâmica da história. O bom e velho cafajeste, que transa sem compromisso e nunca, jamais, repete uma transa com a mesma mulher, se vê de quatro por uma mulher que não quer saber dele.
Clichê? Talvez sim, mas de verdade, a princípio, a atração que ele sente por ela é colocada de lado e eles passam à rivalidade no escritório. E isso já gera ótimas piadas.

A questão amizade/família também é um ponto forte na trama.
Drew não é má pessoa. Talvez mimado, filho caçula de família rica, sempre teve tudo à mão, além de ser extremamente inteligente e lindo. Nunca precisou correr atrás de mulher alguma. Sua auto confiança é bem explícita em sua narrativa e ele prova as razões dele.
Ele mantém amizades de anos, os filhos dos outros dois sócios da empresa, além do carinho que tem pelos pais dele, a irmã VACA, Alexandra, e a sobrinha fofa de 4 anos, Mackenzie.

Enquanto você assiste a dinâmica entre ele e Kate, primeiro quase se matando no escritório e depois aos beijos e abraços, carinhos e amassos na cama, você também dá ótimas gargalhadas. Minhas partes favoritas? A jarra de dólares (você vai entender o que significa tão logo leia) e os truques dele para fazer Kate aceitar jantar com ele (após o furo que ele dá com ela). Creia, o céu é o limite na cabeça desse cara.




O ritmo da história é uma delícia. Primeira pessoa na voz dele.
A conexão com os personagens é imediata. Você quer logo descobrir toda a história que ele tem para contar.
Pontos positivos: já listei alguns acima mas repetindo: a história é bem contada mesmo o enredo sendo algo já batido; as interações entre os personagens são ótimas; muitas partes engraçadas. Não termina em cliffhanger!!! Uhuuuuuuuu!!!!!
Ponto negativo:  como está na moda esse negócio de ponto de vista de um e depois o outro, na certa a série vai se prolongar por causa disso. Mas se você parar para pensar, até mesmo uma piada já conhecida continua boa de ser escutada e é engraçada, quando contada da forma certa. E parece que Emma Chase tem esse dom. Vamos esperar para ver...

5 Estrelas

E por falar no resto da série, já temos algumas informações sobre:



Livro #1,5  já lançado lá fora. Traz a história dos personagens 1 ANO APÓS o que se desenrola em "Atraído".



Livro #2 - ainda  a ser lançado em 2014. Traz os mesmos personagens, pelo ponto de vista de Kate, mas com acontecimentos 2 ANOS APÓS "Atraídos".



Livro #3 - Voltando no tempo, este livro acontece na MESMA ÉPOCA que  "Atraídos", entretando é a história de Matthew e Dee (o melhor amigo de Drew com a melhor amiga de Kate).

E ainda terá o livro #4 - ainda sem capa definida, voltando com o POV de Drew.

Confuso? Pode parecer agora, mas na ocasião de cada lançamento com certeza estaremos na expectativa de saber o que se passa com cada um deles.
Essa série é diversão na certa!!!

Sobre a autora


Goodreads  |  Website  |  Twitter  |  Facebook

Um comentário:

  1. Amei sua resenha!!!!!
    Fiquei com um pouquinho de desespero para ler e uma sensação de que vou amar ;D
    Já tá na minha lista de livros mais desejados!

    ResponderExcluir