sábado, 19 de abril de 2014

Robert Greene - Maestria



Ficha técnica: Maestria (Mastery)
Autora: Robert Greene
Editora Sextante
Lançamento original: 2012
Lançamento BR: 2013
368 páginas

“Além de serem considerados mestres no que faziam, o que Mozart, Leonardo da Vinci e Thomas Edison têm em comum? Como foi que alcançaram a excelência? Que escolhas fizeram com que se destacassem tanto de seus contemporâneos? 
Após realizar um grande estudo de várias personalidades fascinantes e bem-sucedidas – entre políticos, estrategistas, artistas, cientistas e inventores –, Robert Greene percebeu que todas essas pessoas, independentemente de sua área, da cultura a que pertenciam ou do momento histórico, seguiram um padrão similar em suas conquistas. E concluiu que o caminho para a maestria pode ser percorrido por qualquer um de nós. 

Neste livro, Greene examina pesquisas recentes sobre cognição e criatividade, e derruba os mitos da sorte e da genialidade inata, propondo uma maneira radical de examinar a inteligência humana. Ele explica o que é necessário para uma pessoa comum se tornar um mestre: a capacidade de se dedicar totalmente a um tema de seu interesse, a insistência em um aprendizado contínuo e focado, a liberdade criativa adquirida com o domínio da habilidade e a coragem de ser diferente e enfrentar desafios. Se outras obras descreveram o que acontece com o cérebro depois de 10 mil horas de estudo e prática, Maestria revela o que sucede depois de 20 mil horas – o ápice atingido por Einstein, Darwin e por nove mestres contemporâneos entrevistados para este livro. O potencial para alcançar a maestria é intrínseco à espécie humana e resulta de milhões de anos de evolução. Aprenda quais são as três fases decisivas para a sua preparação, identifique sua verdadeira vocação, libere a paixão dentro de você e torne-se também um mestre."

LIVRO ANALÍTICO.

Imagine-se sentado à beira de um penhasco olhando para uma paisagem única. Pense em todo o trabalho que o levou a subir até lá pelo simples prazer de poder ver algo sob uma perspectiva diferente. Você não está competindo nada, não irá ganhar nenhum prêmio. Você o fez pelo simples prazer do desafio. PORQUE VOCÊ GOSTA E SE IDENTIFICA com aquele projeto. O cansaço, a fome e sede (talvez) não significam nada pela satisfação em fazer algo bem feito, em ter conseguido.



Agora pare e pense em quantos desistiram no meio do caminho. Ou pior, quantos sequer começaram porque olharam o alto da montanha e acharam trabalhoso demais.
Essa é a diferença entre a maestria e o fracasso.

Intuição? Vocação? Sorte? Essas são algumas das desculpas usadas pelos que não conseguiram em relação a quem chegou lá. 
Quantas vezes já não escutamos alguém dizer "ah! Mas você deu sorte com seu filho! Ele é... (educado, obediente, bonito, bom aluno...)", como se todo o processo de criação investido naquela criança não tivesse sido árduo, mas apenas um golpe de sorte.

Trazendo exemplos reais, de pessoas conhecidas nos vários ramos ds negócios e ciências, Greene explica como a excelência da Maestria pode ser alcançada pelo "comum".

Mozart, Da Vinci, Beethoven, Thomas Edison, Marie Curie, Martha Graham.... pessoas conhecidas em suas áreas de atuação. Sabe o que elas tinham em comum? NENHUMA DELAS ERA GÊNIO.  Inteligentes? Sim. Perseverantes? Mais ainda. Otimistas? Sempre!

E já dizia o dito popular: "sorte é estar BEM PREPARADO quando o momento chega". 

Aí, você vai dizer: não gosto de livro de autoajuda.
O grande problema desse gênero é que  em muitos casos a ajuda não vem. São páginas escritas ao acaso, com pouco ou nenhum fundamento, apenas para enrolar o leitor.
Entretanto, há livros e Livros de autoajuda.



Esqueça rankiamento, esqueça número de vendas. Livros assim devem ser escolhidos como quando se compra uma roupa ou sapatos. Você passa, pega, analisa, experimenta (lê algumas páginas). As palavras devem ser diretas, como um amigo que fala algo para você porque sabe que aquilo é para o seu bem. É o psicólogo que faz a terapia sem cobrar as sessões. Ou seja, você deve se sentir confortável o suficiente para levar a sério as palavras ditas, mas desconfortável o suficiente para sentir que elas estão pisando no seu calo. Se o livro de autoajuda te causa isso, parabéns! Você encontrou o livro certo para você.

Numa era em que o sucesso é exigido a todo instante, é sempre bom saber/lembrar/aprender o que estamos fazendo de certo ou errado para chegar até ele.



O livro é uma grande conversa com o leitor, mostrando os pontos fortes e fracos de cada etapa; como não se desviar do propósito; como identificar as pequenas vitórias. 

"...Os gênios, por mais que façam, primeiro aprendem a juntar tijolos para depois aprender a construir, e sempre buscam materiais ao redor dos quais sejam capazes de desenvolver-se. Todas as atividades humanas são incrivelmente complexas, não só as dos gênios: mas nenhuma é um 'milagre'."
                                            Friedrich Nietzche

Sobre o autor


Goodreads  |  Website  |  Twitter  |  Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário