quinta-feira, 22 de maio de 2014

Deborah Simmons - O Anel de Noivado (De Burgh #2)



Ficha técnica: O Anel de Noivado (The de Burgh Bride - de Burgh #2)
Autora: Deborah Simmons
Editora Harlequin (lançado primeiramente pela Nova Cultural)
Lançamento original: 1998
Lançamento BR: 2011 (reedição)
252 páginas

"Para todos Elene Fitzhugh era uma megera. Ela matara o seu primeiro marido a sangue-frio e agora o Rei havia decretado que um de Burgh a desposasse. Mas Elene faria qualquer coisa para ficar livre dos votos matrimoniais, mesmo que tivesse de enfrentar um poderoso guerreiro.
Para Geoffrey, à primeira vista sua futura esposa era uma criatura selvagem, irracional e perigosa. Mas ele honraria a ordem do Rei. Seria o jeito calmo e afetuoso de Geoffrey de Burgh um trunfo para conquistar Elene e transformar o casamento arranjado em um amor traçado pelo destino?"






ROMANCE HISTÓRICO. CLÁSSICO.

Não se preocupem, o TOC literário está totalmente sob controle haja vista eu já li toda essa saga anteriormente. Mas com a reedição da mesma, não podia me furtar a finalmente ter o meu livro preferido dos irmãos de Burgh.
Mais uma vez posto um livro não muito antigo, mas que tem algumas ressalvas para ser encontrado.
Primeiro ele foi lançado pela Nova Cultural, mas a Harlequin o lançou também. A questão é que às vezes ele está sem estoque no site da editora. O jeito é vigiar o site.


Este é o segundo livro da série. Todos os livros são maravilhosos e há até aqueles mais engraçados ou com um pouco mais de ação, mas fiquei apaixonada pelo jeito de Geoffrey desde a primeira vez que o li.
Elene não era uma mulher fácil, mas ela tinha os seus motivos. Criada como um nada por um pai autoritário, que roubara toda a fortuna da própria esposa e, por que não dizer, a vida dela, ela se viu obrigada a ser uma selvagem para se proteger. Viu-se casada com um homem repulsivo que a violara para fazer valer o casamento, e com isso, o degolara na noite de núpcias; e agora, novamente, o destino dela estava sendo traçado pelas mãos de um homem (o Rei), decretando que ela deveria entregar seu castelo, seus bens e seu corpo a mais um homem. Impossível agir com calma!

O que ela não contava era que Geoffrey era diferente de todos os homens que ela já conhecera. Ao invés de gritar com ela, ele a tratava com consideração e educação. Fazia questão da companhia dela às refeições e nunca a julgou por seus atos, ou sua aparência. Isso fez com que aos poucos o coração dela se abrandasse.




Geoffrey era um caso a parte até entre os homens de sua família.
Como a história se passa na época medieval, é sabido que poucas pessoas desse período sabiam ler. O objetivo delas era mais a conquista, por isso, saber manejar a espada era importância sine qua non. Claro que como um de Burgh, Geoffrey era bom cavaleiro, mas ele era bem mais versado nas letras. 
Ao se casar com Elene, ele leva consigo seus livros e isso acaba por fascinar sua esposa porque: ELA NÃO SABIA LER!!

Num tempo em que a mulher era considerada uma mera mercadoria, os modos de Geoffrey, e dos de Burgh de uma maneira geral, eram um mistério para a cabeça de Elene.

Além de ter de conquistar a confiança de sua esposa selvagem, Geoffrey é colocado no meio de uma intriga que quer colocá-lo contra ela, e pior, tenta assassiná-lo.

A autora não é daquelas de escancarar nas cenas românticas (e quem disse que precisa?). E por incrível que pareça, para mim, a cena mais sensual da história, nada tem a ver com sexo em si...

"Com um suspiro, ele se sentou e olhou para a mão dela, mas ficou pasmo, o coração batendo com força em seu peito, pois ela não portava arma alguma, mas segurava uma escova de cabelos...
Geoffrey se ergueu lentamente, temendo fazer movimentos bruscos. Era como se uma corça tivesse saído da floresta para vir comer em sua mão, mas, apesat da ansiedade que sentia, lutava para se controlar. Não queria fazer a esposa sair correndo como um animalzinho assustado (...) Para disfarçar sua ansiedade, andou até a manta de pele que havia no chão e, depois de um momento de hesitação, Elene se sentou desajeitada. Colocando um banquinho atrás dela, Geoffrey parou, abalado ao vê-la com a cabeça inclinada.
Engoliu em seco, afetado com a visão, pois sabia o quanto ela devia confiar nele para lhe dar as costas, e jurou que não a desapontaria.
Sentando-se, Geoffrey logo esqueceu da promessa. O cabelo, fonte de sua obsessão, caía como uma cascata de cores que faziam sua cabeça mergulhar em pensamentos outros que não apenas penteá-los..."

Sentiu que algo profundo estava começando a se passar entre eles? Precisou de beijo, abraço ou trepada para fazer seu coração dar aquela paradinha de prender a respiração?

Um romance histórico cheio de aventura, suspense, intriga, paixão e uma dose extra de paciência por parte do herói. E por causa desse jeito dele, ele é um dos personagens preferidos dessa saga.

5 ESTRELAS.

Abaixo as capas das outras edições:

 Primeiro lançamento pela extinta Nova Cultural


Primeiro lançamento pela Harlequin



capa do livro na França, 
com o lindo John DeSalvo

A autora Deborah Simmons tem outras séries mundialmente famosas, como "de Lacis", "Regency Quartet", "Dark Viscount", além de romances com histórias independentes.




Goodreads  |  Website  |  Blog  |  Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário