segunda-feira, 26 de maio de 2014

Ginny Baird - Beach Blanket Santa (Holiday Brides #4)



Ficha técnica: Beach Blanket Santa
Autora: Ginny Baird
Editora Winter Wedding Press
Lançamento original: 2013
Lançamento BR: ainda não
98 páginas


"Há três anos, Sarah Anderson cometeu um erro terrível. Depois de muitas taças de champanhe no casamento de sua melhor amiga, ela acordou na cama com o padrinho. Para piorar a situação, ele fugiu dela e ela nunca mais ouviu falar dele. Quando Sarah ganha de presente de Natal uma semana na casa de praia de sua melhor amiga, a última pessoa que ela espera encontrar é o destruidor de corações. Mas parece que o destino tem assegurado uma surpresa dupla, e a chave para isso foi dada a pessoas diferentes para o mesmo lugar. 
Com uma tempestade de inverno em fúria na ilha, parece que ambos estão presos juntos. Será que o seu estado de abandonada irá empurrá-los para ainda mais distantes um do outro, ou poderia ser um forma de curar as feridas do passado e levar a um novo começo?



Tudo que Matt Salvatore quer fazer é fugir do mundo e desfrutar de alguns dias de pesca e surf. Ele nem sonha que uma bela explosão de seu passado vai perturbar seus planos. Mas é difícil pensar em sair quando ele se lembra de como ele se sentiu ao  segurar Sarah em seus braços. 
No entanto, três anos antes, quando ele pensou que eles estavam se entendendo, ela literalmente mandou-lhe às favas. Ele tinha quase esquecido da mágoa até que ele olhou mais uma vez em seus grandes olhos castanhos. Quando de repente eles encontram-se juntos para umas férias inesperadas na praia, velhos sentimentos ressurgem e reacendem a esperança. Mas pode Matt convencer Sarah que seus sentimentos são reais, quando seus recursos são limitados naquela casa - e em seu coração?"

ROMANCE CONTEMPORÂNEO. INÉDITO.

Passar o natal na praia longe de tudo e de todos. Era isso que Matt precisava depois de estar amargando uma dor de cotovelo por ter sido chutado por sua namorada Katya. Nem seu irmão e sócio, no escritório de advocacia, conseguia mais suportar seu mau humor.
O natal se aproximava e essa era a situação de Matt. Robert, então, lhe sugere que tire uns dias de folga e vá passar o natal em sua casa de praia. Matt acaba aceitando. Pescaria e surf poderiam amenizar seus pensamentos negativos.

Elaine, ex-esposa de Robert, estava se casando de novo. Ela e seu ex ainda compartilhavam a casa de praia, que haviam comprado na época de seu casamento. Ela sempre passava a semana de natal lá, mas desde que estava se casando naquele dia, e com o natal tão próximo, ela decidiu que sua melhor amiga e madrinha, Sarah, merecia uns dias de descanso. E no auge de sua bebedeira, insistiu que sua madrinha aceitasse as chaves da casa e fosse para lá.

E assim Matt e Sarah se encontram. Ou melhor, reencontram.

Os dois haviam se conhecido no casamento de Robert e Elaine. Ambos acabaram formando o casal de padrinhos. Dançaram, divertiram-se e, pela primeira vez na vida, deixando-se levar pelo momento, Sarah passou a noite com um desconhecido. No dia seguinte, mortificada, ela pede a ele que nunca conte aquilo para ninguém e eles nunca mais se veem.
Até aquele momento na praia.

E como o destino queria fazer o serviço completo, não bastava que eles se encontrassem sozinhos numa casa de praia, numa ilha longínqua, uma tempestade veio e assolou a ilha. Nenhum dos dois poderia sair de lá pelos próximos dias já que a estrada estava intransitável e o ferry boat parado.
Sem terem aonde ir, o jeito era aproveitar o máximo dentro de casa jogando, vendo filmes e cozinhando...



Bom, Sarah não era tão boa assim na cozinha. Ela era muito mais o tipo de mulher de comprar comida pronta. Mas Matt vinha de uma grande família italiana, onde tudo era motivo de se comemorar comendo e cozinhando todos juntos. Ele decidiu que seria bom fazerem biscoitos natalinos. E olha, essa experiência foi para lá de sexy!!!

Os dias se passaram e eles estavam cada vez mais envolvidos.
O natal chega e Matt descobre que além de ser filha única, Sarah nunca sequer teve uma árvore de natal. Sua mãe lhe dera uma criação tirando do roteiro toda a fantasia infantil, todos os momentos mágicos que as crianças passam. Então, ele decide presenteá-la com uma.
Matt percebe que era hora de dizer exatamente o que pensava...



E sabe o que acontece? Ela samba fora!

Como assim? O cara era um gato, inteligente, bem sucedido e estava com os quatro pneus arriados por ela!
Mas Sarah tinha um motivo. Na cabeça dela, Matt vindo da família que vinha, tão cheia de vida, de gente, e eles ainda eram católicos(!!! E ela com aquela criação tosca!), ela era a mulher errada para ele. Por isso, no dia seguinte, assim que ficam sabendo que a ilha está liberada, ela parte.

É claro que a história não termina aqui. Mas o jeitinho que eles chegam ao "felizes para sempre", só lendo.

A história, assim como as outras, é fofa. Esse é o primeiro casal solteiro até agora. As outras me arrebataram mais.

3,5 estrelas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário