terça-feira, 13 de maio de 2014

Ginny Baird - The Holiday Bride (Holiday Brides #2)



Ficha técnica:The Holiday Bride
Autora: Ginny Baird
Editora Winter Wedding Press
Lançamento original: 2012
Lançamento BR: ainda não
110 páginas


"A garçonete Lucy West está com a sorte em baixa no restaurante. Uma fã de reprises de televisão tarde da noite, ela sempre sonhou com um estilo de vida da década de 50, os 'felizes para sempre'. Mas, na realidade, ela optou por se conformar. Mal tocando a vida com seu magro salário e cansada de viver sozinha, ela acha que se  casar com o  afável, mas distraído Mitch, seria o certo a fazer. O que ela não sabe é que a época de Natal  - e Papai Noel em si - têm outros planos para ela ... 

O pai solteiro William Kinkaid tem as mãos cheias com um filho adolescente e uma filha de cinco anos de idade. Desde que perdeu sua esposa para o câncer, três anos antes, William trabalhou duro para manter as coisas de forma otimista e normal para a família tanto quanto possível. Depois que sua caçula faz um desejo especial de Natal, um William atordoado desperta na manhã de Natal para encontrar uma bela loira no sofá. A mulher não se lembra de nada , e sua filha acha que Papai Noel a trouxe. 
Pode William resolver o mistério sobre quem ela realmente é, sem envolver  seu coração?"



ROMANCE CONTEMPORÂNEO. INÉDITO. 

Mais um romance que acontece em plena época de natal.

Lucy era uma boa pessoa. Trabalhava como garçonete na cidade. Um trabalho duro, ganhava mal, mas ela gostava de Gus, o dono do local. Ela se sentia solitária depois de ter perdido sua família tão nova. Seu sonho era ter sua própria casa, sua família, com direito a filhos, com a lareira acesa, torrando mashmallows. Mas  ao invés disso ela tinha Mitch.
Mitch não era má pessoa. Ele só era distraído demais no que dizia respeito a Lucy, trabalhava muito sempre com a desculpa de que as horas extras dariam à Lucy a casa dos sonhos, o closet cheio de roupas, o carro na garagem. Isso tudo era bom, mas não era só isso que ela queria.

Eles estavam com o casamento marcado para dali a poucos dias, exatamente no dia 31 de dezembro. Era véspera de natal e eles já haviam combinado de passá-lo juntos. Mas em cima da hora surgiu um trabalho e Lucy ficaria sozinha por mais algumas horas.
Para não se sentir uma inútil, como se não estivesse apoiando todo o esforço que seu noivo fazia, Lucy ofereceu-se para levar uns pacotes que ele teria que entregar enquanto ela seguia para casa.

O chão estava escorregadio quando ela chegava próximo ao endereço e quando ela deu por si, estava levando o maior tombo...e a partir daí ela não se lembra de mais nada.

William era um pai de família bem sucedido financeiramente. Havia perdido sua esposa há 3 anos e na época de natal ele tentava a todo custo manter o espírito natalino pelos filhos, Justin, de 12 anos e Carmella, de 5.

Na véspera de natal William esperava ter comprado certo todos os presentes pedidos pelos filhos, porque sua pequena Carmella ainda acreditava que Papai Noel existia. Mas ele não sabia que sua pequena havia feito um pedido muito especial ao bom velhinho, e que, por incrível que fosse, o desejo se realizara no dia seguinte.

Lucy acorda na manhã de natal no sofá de um estranho, com uma baita dor de cabeça, um jovenzinho olhando-a desconfiado e uma menininha que mais parecia uma boneca de tão fofa absolutamente vibrante, dizendo que Papai Noel havia trazido seu presente: uma nova mamãe!! O pior? Lucy sequer lembrava do próprio nome.

A partir daí o desenrolar dos acontecimentos tem várias partes engraçadas e fofas. 
Lucy recebe o nome de Brigit por conta do nome num dos pacotes; ela tem de lidar com o mau humor de Justin que não está interessado em ter uma nova mãe; os pais de William, que moram na casa ao lado, acham tudo fascinante e percebem o interesse do filho em ajudar a moça; Carmella está cada dia mais próxima àquela que ela pensa ser sua nova mãe, e William está absolutamente perdido sobre como ajudá-la a recuperar a memória - afinal ela usa uma aliança de noivado. Isso quer dizer que alguém espera por ela - e, ao mesmo tempo, desolado porque a acha linda e delicada.

De fato, segundo a própria descrição de Carmella, Lucy parece com a sua boneca Barbie!!

Justin, na ajuda para descobrir quem é ela, cria um site chamativo e o caos se forma na porta da casa dos Kinkaids.

E quanto a ela, apesar de querer se lembrar quem era, a cada dia ela se sente mais conectada àquela família maravilhosa, que representava em seu íntimo tudo que ela mais queria. William era um homem lindo, um pai amoroso, falava da ex-esposa com carinho e reverência e ainda tinha a mesma mania que Lucy de como comer suas panquecas.... Não, ninguém normal comia panquecas daquela maneira. Talvez já fosse o destino dando uma ajudazinha?

Uma delícia de história com direito a muitos risos e um final feliz fofo.

4,5 estrelas.

*Livro anterior na série já resenhado.



2 comentários: