sábado, 3 de maio de 2014

Jennifer Probst - Casamento por Conveniência (Casamento Bilionário #1)



Ficha técnica: Casamento por Conveniência (The Marriage Bargain)
Autora: Jennifer Probst
Editora Leya - Quinta Essëncia
Lançamento original: fevereiro/2012
Lançamento BR: 13/maio/2014 - PRÉ-LANÇAMENTO
240 páginas


"Um compromisso por interesse chamado de “casamento”.

Desesperada por dinheiro para salvar a casa de sua família, a impulsiva Alexandria McKenzie se entrega a uma última e inusitada tentativa: faz uma simpatia de amor para encontrar um marido. Um marido rico, de preferência. 

Nicholas Ryan não acredita em amor eterno, casamento e família. No entanto, para que possa herdar as ações de seu tio e se tornar sócio-majoritário da empresa da família, ele deveria atender a um único requisito do testamento: casar-se e manter-se casado por pelo menos um ano. 

Nick e Alexa possuem muito pouco em comum, apenas o fato de Alexa ser a melhor amiga da irmã de Nick. Mas, movidos por seus interesses, os dois decidem se unir. Um acordo nupcial simples, sem paixão e sem complicações. Esse será o combinado por um ano. Mas a convivência será capaz de fazer nascer algum sentimento entre eles?"

ROMANCE CONTEMPORÂNEO. PRÉ-LANÇAMENTO.

Alexa e Nick se conhecem desde novos. A irmã de Nick, Maggie, é a melhor amiga dela desde sempre. Mas os dois não se veem há algum tempo. Até que Maggie resolve unir os dois graças à necessidade de ambos. Não, não se trata de uma necessidade romântica, sequer física. Simplesmente de conveniência.

Os pais de Alexa estão seriamente ameaçados de perder a casa. Depois de gastarem o que não tinham com o problema de saúde do pai, e mais ajudando a pagar a faculdade de medicina do irmão dela, Lance, a hipoteca está para vencer e eles precisariam de 150 mil dólares para quitarem a dívida.
Alexa é dona de uma pequena livraria, que precisa urgentemente de uma reforma e expansão. O banco negou um empréstimo, já que ela não tem nada para dar como garantia. A solução seria encontrar um marido rico com urgência.

Como se eles estivessem dando em galhos...

É por isso que Maggie pega Alexa fazendo um encantamento para a Mãe Terra, no início do livro, para tentar encontrar esse marido.
E é daí que Maggie tem a ideia de unir sua melhor amiga a seu irmão, já que...

Nicholas já era um homem extremamente rico aos 30 anos. A sua empresa de arquitetura, a Dreamscape, ia muito bem, mas ele poderia estar ainda melhor.
Com a morte de seu tio, o majoritário da empresa, Nicholas poderia herdar as ações e ter o controle maior. Acontece que seu tio queria que seu sobrinho preferido tomasse jeito na vida. Por isso, em seu testamento, ele definiu que para Nicholas se apossar de todas as ações, ele deveria casar num prazo breve estipulado e permanecer casado por pelo menos 1 ano.

A família Ryan não foi o melhor exemplo para Maggie e Nicholas. Seus pais, já separados, viviam de trocar parceiros. Para não ser lembrada de sua idade, sua mãe preferia evitar ficar perto dos filhos, e seu pai estava se encaminhando para a quarta esposa.
A única lembrança que Nicholas guarda do período em que era criança era das brigas de seus pais, de sua mãe se embebedando e seu pai dando em cima das outras mulheres, de passar feriados familiares sozinho, de ter seu cachorro arrancado dele. Ele não queria isso para si, por isso, jurou que nada de ter família própria.
Mas já que seu tio lhe aprontara essa, ele podia simplesmente arrumar uma esposa e fingir estar casado por um ano.

Como os dois já se conheciam, ao mesmo tempo que o acôrdo poderia ser fácil, tornava-se mais difícil. Eles conheciam suas vulnerabilidades da época de infância. Mas como estiveram afastados por uns bons anos, havia segredos da parte dos dois; e conviverem na mesma casa como um casal não seria fácil.

As diferenças entre eles eram enormes e, por isso mesmo, hilárias em várias ocasiões. Água e vinho geral. 
Mas a parte estética ajudava a amenizar a situação. Os dois tornaram-se adultos com ótima aparência, e o desejo começou a rondar à porta.
Alexa, que já tivera uma paixãozinha por ele quando adolescente, temia voltar a sentir algo mais forte. Nicholas surpreendeu-se ao encontrar uma Alexa ainda mais bonita e sexy do que ele se lembrava. 
Será que iriam resistir por 12 longos meses?

  

A história tem várias cenas engraçadas, até porque o casal sempre fica destemperado na presença um do outro. Conhecerem-se por anos ajudava na mesma proporção que atrapalhava.
O desenrolar do sentimento vai sendo definido aos olhos do leitor com pequenos gestos e frases soltas meio que sem querer.
Achei o título dado em português um tanto previsível. Há tantos livros com esse mesmo nome que na hora da pesquisa acaba confundindo e pipocando um monte de outros na tela.
O ritmo é bom, com alguns saltos no tempo que fazem a narrativa não ficar enjoativa.
Os personagens são queridos desde o início, com boa conexão.
Não é um livro hot - mesmo que ele possa vir a ser classificado como tal. Ele é sexy. Na verdade, ele é super romântico com umas pitadas sexies.
Pontos positivos: o romance envolve, mas não é um enredo profundo. Cada livro retrata um casal - os personagens vão aparecendo paulatinamente, então, você já fica sabendo quem será o casal central do próximo. Isso significa: NO CLIFFHANGER. Aleluia!!!
Ponto negativo: apesar de ter cenas engraçadas - na maioria das vezes ri bastante lendo-as -, a cena dos cachorros eu achei desnecessária. EU ficaria chateada se fizessem aquilo comigo, por melhor que fossem as intenções... Mas no geral, foi ok. 

Abaixo, a capa original (que eu prefiro à essa brasileira, que deu um tom noir sexy que não combina com a história):



Como disse antes, o livro faz parte de uma série com 4 livros.  





Além disso, como é citado, no início da história, que Alexa estava fazendo um feitiço, baseado num livro, a autora lançou o que seria o tal livro:



O lançamento está previsto para 13 de maio, e já se encontra em pré-venda nos principais sites.

Sobre a autora


Goodreads  |  Facebook  |  Website  |  Twitter

Um comentário:

  1. Juro que quando vi esse lançamento eu nem imaginei em ler a sinopse porque pensei que fosse uma coisa e pelo que vi na sua resenha é outra completamente diferente. Sabe que me interessei?

    ResponderExcluir