terça-feira, 17 de junho de 2014

Abbi Glines - Estranha Perfeição (Perfeição #1)



Ficha técnica: Estranha Perfeição (Twist Perfection)
Autora: Abbi Glines
Editora Arqueiro
Lançamento original: abril/2013
Lançamento BR: junho/2014
208 páginas

"Della Sloane não é uma garota comum. Ansiando se libertar do seu passado sombrio e traumático, ela planeja uma longa viagem de carro em busca de autoconhecimento e dos prazeres da vida real. Seu plano, no entanto, logo encontra um obstáculo: o automóvel fica sem gasolina em Rosemary, na Flórida, uma cidadezinha praiana no meio do nada. Neste cenário, ela conhece o jovem Woods Kerrington, muito disposto a ajudar uma menina bonita em apuros. O que ela não sabe é que Woods é o herdeiro do country club Kerrington e está de casamento marcado com Angelina Greystone, uma união arranjada que culminará na fusão de suas empresas, garantindo o futuro profissional do rapaz. Uma noite despretensiosa parece a solução perfeita para Della e Woods fugirem por um tempo de tanta pressão. Do passado que ela gostaria de esquecer. Do futuro de que ele tantas vezes tentou escapar. Mas eles não poderiam prever que a atração os levaria a algo mais quando os seus caminhos se reencontrassem. Agora precisam aceitar suas estranhezas para descobrirem a perfeição."



ROMANCE CONTEMPORÂNEO. ERÓTICO. CHICK LIT. NEW ADULT. LANÇAMENTO

 Opa! Deu tilt com a confusão de livro 1 de cá e livro 5 de lá? 'bora explicar!

Tudo começou com a história de Blaire e Rush, na série Sem Limites (Too Far). Acontece que os outros personagens na série (amigos, meio-irmãos...) começaram a tomar uma proporção muito grande, e a autora decidiu que eles também mereciam ganhar seus próprios livros.
Diferente do primeiro casal que ganhou 3 livros e mais um quarto, que é pelo POV de Rush, os outros casais terão 2 livros sempre.

Como as histórias acontecem concomitante, ocorre uma fusão, ou seja, você lê Sem Limites, aí pula para Perfeição, volta para Sem Limites, depois vem Chances, e por aí vai. 
Mas para facilitar a nossa vida, a editora Arqueiro preparou uma tabelinha da ordem de leitura, indicando, assim, os livros já adquiridos por ela:


Esclarecido esse ponto, vamos à história. E como a sinopse já resume bem tudo o que ocorre, parto às minhas considerações...

Della é uma mocinha que muito me surpreendeu. O passado dela é pesado, gente!
Durante anos ela viveu literalmente em cárcere privado porque sua mãe tinha sérios problemas mentais e achava que se saísse de casa para o quintal, algo de ruim já poderia acontecer. nem mesmo à escola Della foi.
Com a morte da mãe, Della teve que passar por terapia e um processo de aprendizagem para confiar em si mesma, ousar, conhecer o mundo. Tudo isso com a ajuda de sua vizinha de infância, Braden. Elas se conheceram numa das fugas noturnas da jovem Della em apenas ir ao quintal observar o luar e tocar a grama.

Quando Braden casou e foi para a lua de mel, ela deu a Della o seu velho carro e a incentivou a sair pelo mundo. Della topou e chegou a ir longe, até que a gasolina acabasse e ela lembrar que nunca aprendera a abastecer.
No posto ela foi ajudada por um homem lindo, que a convidou para jantar e dali tiveram uma noite de sexo  - seguro - selvagem. E depois não se viram mais...

Esse homem era Woods Kerrington, o herdeiro do Country Club de Rosemary Beach e amigo de Rush.

O que posso dizer de Woods...



Altamente explosivo!!!

Woods estava vivendo sob pressão. Ele havia sido criado com a ideia e certeza de que herdaria a vice-presidência do Country Club, mas parece que seu pai queria fazê-lo suar a camisa. Não no sentido de ter que provar sua competência para o cargo, mas sim no sentido de manipulá-lo todo o tempo.

Os pais de Woods queriam que ele se casasse com a herdeira Angeline Greystone. Uma loura bonita, mas de uma beleza fria que usava o sexo como arma. As famílias iriam unir fortunas e negócios e seria vantajoso para todos. 
Exceto para Woods que havia crescido observando o casamento dos avós, avô este que deu origem ao Club. O avô acreditava na importância da família e que um casamento sem amor estava fadado ao fracasso.

Woods queria o seu quinhão da família, mas não queria ser manipulado, menos ainda ter uma vida conjugal insípida com Angeline. E depois de ter provado de Della, ele não conseguia esquecer da moça de olhos azuis que topara ter uma noite de amor num hotel de beira de estrada sem cobranças posteriores.

E como esse mundo é pequeno, quatro meses após aquela noite inesquecível, atendendo a um pedido de um amigo, Tripp, para arranjar uma vaga no Club para uma amiga deste, Woods volta a se encontrar com Della. E seu mundo vira de ponta cabeça.

Ficar longe dela? Nem pensar!! Ela trazia à tona o lado homem das cavernas dele. Deixar que seus amigos colocassem as mãos nela? Será que eles tinham amor à própria vida? E o casamento com Angeline? Vamos pesar: um sexo morno numa mão, um vulcão com lavas na outra. Angeline, minha filha, dançou!!



Estamos indo bem? Sim. Até que o Sr. Kerrington, pai de Woods, descobre sobre Della e pega pesado, fazendo com que Woods tome uma decisão há muito postergada. 
Della não achava justo obrigar Woods a viver um pesadelo diário, com o peso de descobrir num futuro próximo que talvez ela tenha herdado a doença da mãe.
Agora, ele precisava ter certeza que Della o aceitaria de volta...

Abbi Glines escreve romances hot. Mas não fica só nisso. À primeira vista você acha que a história é comum, sem grandes atrativos, mas ela coloca algum tempero que eu não consigo largar o livro até terminá-lo. É viciante!
Ritmo muito bom; personagens idem (com retorno dos livros anteriores), e aquele gostinho de: quando sai o próximo mesmo?

Além disso, ao longo da história tem uma playlist, que a editora disponibiliza através do aplicativo de leitor ótico:




E antes de postar uma das músicas incluídas na trama, mais uma notícia boa: além dos livros adquiridos pela editora Arqueiro (incluídos na lista de leitura acima), a autora já garantiu mais dois livros à série. Por enquanto só o #9 teve a capa revelada, YOU WERE MINE (traz a história de Tripp). O #10 tem o título WHEN I'M GONE.



4,5 estrelas.



*Ao som de JUST A KISS, com Lady Antebellum.

Nenhum comentário:

Postar um comentário