sábado, 7 de junho de 2014

Anne Bishop - A Filha do Sangue (Trilogia das Joias Negras #1)



Ficha técnica: A Filha do Sangue (Daughter of the Blood)
Autora: Anne Bishop
Editora Saída de Emergência
Lançamento original: 1998
Lançamento BR: 2014
431 páginas

"O Reino Distorcido se prepara para o cumprimento de uma antiga profecia: a chegada de uma nova Rainha, a Feiticeira que tem mais poder que o próprio Senhor do Inferno. Mas ela ainda é jovem, e por isso pode ser influenciada e corrompida. Quem a controlar terá domínio sobre o mundo. Três homens poderosos, inimigos viscerais - sabem disso. Saetan, Lucivar e Daemon logo percebem o poder que se esconde por trás dos olhos azuis daquela menina inocente. Assim começa um jogo cruel, de política e intriga, magia e traição, no qual as armas são o ódio e o amor. E cujo preço pode ser terrível e inimaginável"




LITERATURA FANTÁSTICA.

Começando por dizer que esta trilogia é bem diferente do gênero de livros que costumo ler. As explicações começam já no início, quando a autora apresenta as representações das casas e seus poderes, e também a lista dos principais personagens.

A Trilogia das Joias nos traz um reino sensualizado, mas apesar disso, a série NÃO É ERÓTICA.
Os 3 Reinos são chamados Terreile, Inferno e Kaeleer. Tais reinos são governados por aqueles que fazem parte do "sangue", formados por bruxas e feiticeiros. Ao nascer, essas pessoas têm o "sangue" governado/orientado por uma determinada joia. Quanto mais escura a joia for, maior o seu poder (Branca, Amarela, Olho de Tigre, Rosa, Azul-Celeste, Violeta, Opala, Verde, Azul-Safira, Vermelha, Cinza, Cinza-Ébano e Negra). Os reinos são separados e têm suas fortalezas bem resguardadas por seus guardiões.


O governo é matriarcal; os machos, basicamente, servem às fêmeas como meio de manutenção, e uma das formas de as servirem é através do sexo (daí a confusão em se achar que o livro é literatura erótica).

Atualmente o cargo de Rainha é ocupado por Dorothea, e para alçar o posto e mantê-lo, ela destruiu todos aqueles que poderiam ameaçá-la. Mas mais do que isso, ela criou no Reino uma atmosfera de desconfiança, transformando muitos em verdadeiros escravos.
Além da rainha, há ainda outro personagem marcante: Saetan Daemon SaDiablo.
Ele é o Senhor Supremo e Guardião do Inferno. Ele teve dois filhos: Daemon e Lucivar. Ambos foram levados para servir à rainha - especialmente no quesito sexual -, e ela consegue isso principalmente porque eles têm um anel de controle e obediência.
Ambos são lindos e poderosos, porém por uma série de detalhes explicados ao longo do livro, eles ainda não tem como se livrar do julgo de Dorothea. Apenas através da realização da profecia, com a vinda da verdadeira Rainha, eles serão libertos. E um deles será o consorte desta rainha...

Ao longo da narrativa o leitor encontra todo tipo de situações quando se vive sob um julgo injusto e, entre o povo, ou pelo menos entre uns poucos que conhecem a profecia, há uma centelha de esperança. E essa esperança, ainda que tardia, pode vir na forma de uma garota chamada Jaenelle.




A contagem de tempo - expectativa de vida - dos personagens é longa. Portanto, não se espante quando se passam, 100, 200 ou 1000 anos.

O grande lance do enredo é tentar entender que todos os aspectos físicos e reais da trama - as prisões e escravidão - representam as prisões e escravidão interiores que as pessoas se permitem manter. Uma vez entendidas as razões da permissão disso em cada um, todo o contexto histórico flui melhor.

A grande verdade é que este livro é quase uma história criptografada. Para cada leitor um sentimento virá à tona, por isso a opinião sobre a série é tão diversificada. 
E sendo uma trilogia, é importante entender o quadro geral e o que ainda está por vir.
Aqui já há um certo fechamento - em parte do que a profecia traz -, mas o cumprimento de tudo, há de se esperar os livros posteriores.

O ritmo não chega a ser lendo, mas é bem pormenorizado.
Os personagens são fortes, viris, e trazem dentro de si o que há de melhor e pior no ser humano, em especial ao se encontrar em situações extremas.
É uma série indicada às pessoas de espírito aberto, que gostam de sobrenatural.
Para mim a capa brasileira é a mais bonita de todas.



4 estrelas.

Sobre a autora


Nenhum comentário:

Postar um comentário