segunda-feira, 2 de junho de 2014

J. Kenner - Heated (A Most Wanted Trilogy #2)







Ficha técnica: Heated
Autora: J. Kenner
Editora Bantam
Lançamento original: 03/junho/2014
Lançamento BR: ainda não
416 páginas


"Eu sabia que não deveria colocar meu coração para correr tal risco. 
Mas a paixão feroz tem um preço alto. 

Eu cresci acreditando em certo e errado, bem e mal, preto e branco. Eu sabia que não devia confiar. E então eu conheci Tyler Sharp. 

Ousado, charmoso, e perigosamente sexy, Tyler sempre consegue o que quer. Mas seu sorriso pode ser enganador, suas relações, sórdidas, suas ambições, implacáveis. Eu pensei que eu era a única mulher forte o suficiente para resistir a ele, mas a necessidade um  do outro era muito urgente para negar. 

Um olhar e eu estava em apuros. Um toque e eu tornei-me viciada. Uma noite e eu era dele. 

E agora que eu caí, não há como voltar atrás."



ROMANCE CONTEMPORÂNEO. ERÓTICO. LANÇAMENTO.


(English review scroll down)


Mais uma história pelo ponto de vista feminino, nós encontramos Sloane O'Dell Watson. Uma policial do Departamento Metropolitano de Polícia de Indianapolis que estava passando por um período de licença médica depois de ter levado um tiro.
A pedido de uma amiga, ela foi investigar, por conta própria, o desaparecimento de Amy, uma dançarina de uma casa noturna chamada Destiny. Esse local era comandado por três sócios, Evan Black, Cole August e Tyler Sharp.

Primeiro ela achou melhor dar uma verificada nos sócios e acabou na festa de noivado de um deles, Evan, com Angelina Raine, a filha do Senador Raine, que estava concorrendo à vice-presidência (história deles resenhada no livro #1 - AQUI)

Entre os três sócios, o alvo principal era Tyler porque Sloane tinha a informação de que ele estava saindo com a dançarina.
As fotos de Tyler não faziam juz à sua natureza predatória. Ele não era apenas bonito, mas tinha um ar de perigo completo ao redor dele. E mesmo à distância ela pôde sentir que entre eles o jogo seria outro, e muito mais perigoso...



Sloane parecia ter sido moldada para ser policial. Seu pai trabalhara para o FBI por 20 anos, e agora era chefe de polícia em Galveston, Texas. O que ela aprendeu com ele? "Não tome nada como certo. E não confie em ninguém." 
Essas palavras serviram principalmente para o segundo casamento de sua mãe, quando Sloane ainda era muito jovem. Seu padrasto era um queridinho da Liga de Baseball, mas em casa era abusivo. A mãe vivia apanhando, e numa dessas vezes, quando Sloane acionou a polícia, ainda assim nada saiu nos jornais. Ainda bem que o crápula agora estava morto.

Com o exemplo do pai e a experiência da mãe, era mais do que certo ela seguir os mesmos passos na profissão. Proteger os indefesos.

As advertências de que ela ouvira a respeito dos sócios faria com que qualquer policial tomasse cuidado dobrado. Mas descobrir qualquer pista sobre Amy estava difícil. Os outros empregados e as dançarinas eram tremendamente leais aos patrões; não iriam soltar qualquer informação. Sloane precisava ir direto à fonte se quisesse alguma informação mais segura. E então, ela e Tyler começaram o jogo de gato e rato. Quente e com regras feitas por ele somente.






Com Tyler, Sloane aprendeu na prática sobre o mundo do BDSM, e também a confiar.
Por causa da experiência com o padrasto, Sloane tinha sérios problemas em entregar-se totalmente, confiar implicitamente em alguém. E quando Tyler quis amarrá-la à primeira vez, ela surtou. Isso teria de ser trabalhado... E enquanto se esquecia de tudo à volta, encontrando prazer nos braços daquele homem, Sloane pensava como conseguiria tomar qualquer atitude profissional se descobrisse as falcatruas com que ele estava envolvido, se ela mesma deixara seu coração envolver-se com o homem certo para ela, mas totalmente errado para a policial...

Que esta é uma série hot, a gente já sabe.
O ritmo é todo direcionado às partes mais calientes. Não que as cenas eróticas já comecem na primeira cena, elas até levaram algum tempo para acontecer, mas é uma leitura a qual o leitor já sabe onde tudo leva. Por alguma razão achei esta história mais lenta para me envolver do que o livro #1.
Os personagens são interessantes. Tyler é aquele fora-da-lei que a gente torce que consiga se safar. Ele e os amigos formam um trio bom de trabalho. E apesar de Sloane ser uma heroína interessante, fiquei agoniada com a questão "ele e o trabalho X ela e o trabalho". Mais cedo ou mais tarde ele teria que descobrir o trabalho dela e qual o objetivo de ela estar ali com ele. Um enredo meio cliché? Sim, mas que não me deixou confortável. Então, acabou que gostei dos personagens, mas não me senti conectada à história deles.
Ponto negativo: gostaria que os amigos dele tivessem aparecido mais, assim como aconteceu no livro anterior.
Pontos positivos: 
  • cenas bem descritas; 
  • Tyler é um herói fascinante, confiante, inteligente, sexy. Ele sabe o poder de fogo que tem mesmo só falando;
  • Dessa vez a problemática da heroína era mais de nível psicológico. Ela não confiava, e ponto;
  • o fato de ser um livro para cada sócio, a história do casal tem fim.


 4 estrelas.

Abaixo, outra opção de capa:




Para adquirir:  Amazon  

*ARC cedido pela editora, através do NetGalley, em troca de uma resenha de opinião honesta.

--------------------------------------------------------------------------------------------------

(English review)

Another story by the female point of view, we find Sloane O'Dell Watson. A police officer from Indianapolis  Metropolitan Police Department who was going through a license period after having been shot.
At the request of a friend, she went to investigate, on her own, Amy's disappearance, a dancer in a nightclub called Destiny. This place was run by three partners, Evan Black, August Cole and Tyler Sharp.

First she thought it best to check upon the partners and she went to the engagement party of one of them, Evan, with Angelina Raine, the Senator's daughter, who was running for vice president.
Among the three partners, the main target was Tyler because Sloane had information that he was dating the dancer.
Pics from Tyler made ​​no justice to his predatory nature. He was not only handsome but had an air of complete danger around him. And even from a distance she could feel between them the game would be another, and far more dangerous ...


Sloane seemed to have been molded to be a cop. His father worked for the FBI for 20 years, and was now chief of police in Galveston, Texas. What she learned from him ? " Do not take anything for granted. And do not trust anyone."
These words were primarily related to the second marriage of hier mother, when Sloane was still very young. Her stepfather was a darling League Baseball, but at home he was abusive. Her mother was beaten, and one of those times when Sloane called the police, yet nothing went to the papers. Glad the bastard was now dead.

With the example of her father and mother's experience, was more than sure she follow the same steps in the profession. Protecting the defenseless.

The warnings that she had heard about the partners would make any police take extra care. But finding any clue about Amy was difficult. Other employees and the dancers were tremendously loyal to their employers; would not release any information. Sloane had to go straight to the source if she wanted something more reliable as information. And then, she and Tyler began the game of cat and mouse. Hot, and rules made ​​by him only.

With Tyler, Sloane learned in practice about the world of BDSM, as well as trust.
Because of the experience with her stepfather, Sloane had serious problems in relying totally, implicitly trust someone. And when Tyler wanted to tie her to the first time she froke out. This would have to be worked out... And while she forgot everything around, finding pleasure in the arms of that man, Sloane thought how she could take any professional attitude discovered the shenanigans that he was involved, if she herself had left her heart involved with the right man for her, but totally wrong for the police ...

This is a hot series, we already know.
The pace is all directed to the most calientes scenes. Not that the erotic scenes ever start in the first page, they even took some time to happen, but it is a reading which the reader already knows where everything leads. For some reason I found this story to slower involved than the book # 1.
The characters are interesting. Tyler is that out-of-law that we want he wins. He and his friends form a good trio work. And despite Sloane be an interesting heroine, I was agonized with the issue  "he and his work X she and her work". Sooner or later he would have to discover her work and what the purpose of her being there with him. It means cliché plot? Yes, but that did not let me comfortable. So I liked the characters, but I did not feel connected to their history.
Negative point : I would like his friends had shown up more times, as happened in the previous book.
Positives points:

- scenes well described;
- Tyler is a glamorous, confident, smart, sexy hero. He knows the firepower he has even just talking;
- This time the problem of heroin was more psychological level. She did not trust. Period;
-  The fact that it is a book for each one of the partners, the couple's story ends here.

 4 stars

Um comentário: