domingo, 20 de julho de 2014

Elizabeth Bezerra - Proibida Para Mim (New York #1)



Ficha técnica: Proibida Para Mim
Autora: Elizabeth Bezerra
Editora Bezz 
Lançamento original: junho/2014
287 páginas
POV: primeira pessoa - Neil
Gênero: Romance contemporâneo; Chick Lit

Protagonistas: Neil Durant e Jennifer "Jenny" Connor
Local/ano: NY/atual 



"Quando Neil Durant socorre Jennifer Connor durante um assalto em uma noite fria, ele não sabe que sua vida mudará para sempre. Descobrir que a jovem é cega é uma surpresa para ele. Neil está preso em um casamento de conveniência e sabe que Jennifer é totalmente proibida para ele. O correto é afastá-la de seu mundo sujo, mas o destino insiste em aproximá-los cada vez mais. 
Passado e futuro se entrelaçam de forma surpreendente e os dois se veem mergulhados em uma paixão incandescente."





Irmãos gêmeos. Amor e ódio. Passado e Presente. As duas faces de uma mesma moeda. Os dois lados de uma mesma história...



Nathan e Neil. Irmãos gêmeos...e não poderiam ser mais diferentes...

Neil Durant ficou um longo tempo esperando uma certa pessoa no que seria um encontro de negócios, mas acabou levando um bolo. Em lugar de ter seus assuntos resolvidos, ele acabou se envolvendo numa tentativa de assalto. Num lugar ermo, uma jovem estava sendo atacada por um rapaz.
Ao aproximar-se correndo para ajudá-la, o assaltante foge levando a bolsa dela, mas não a machuca.
Neil a ajuda a recompor-se e imediatamente percebe não só que ela era uma jovem ruiva lindíssima, mas também que era cega.

Por um estranho senso de proteção, Neil passa a considerar como sua a responsabilidade de cuidar da jovem.
Ela recusa que ele lhe desse carona, mas permite que ele a coloque num taxi para voltar para casa.

Não satisfeito com aquele gesto, ele passa a acionar seus contatos e empregados a o ajudarem a tomar conta da jovem.

  

Jennifer Connor - ou Jenny - é uma jovem linda, independente, com longos cabelos ruivos e uma voz cristalina. 
Ao ser defendida por Neil, ela sente-se protegida, mas sabe que não deve confiar em estranhos. Por uma razão que leva Neil a desconfiar de algo mais, ela não quer dar parte à polícia sobre o assalto. Ao ser deixada na porta do prédio pelo taxista contactado por aquele homem gentil, ela só queria ficar encolhida enquanto esperava a amiga chegar do trabalho. Mas como uma avalanche, Neil Durant entrou em sua vida.

A partir desse dia por mais que ela tentasse fugir, parecia que lá estava ele, com sua voz grave e seu jeito mandão, mas, ao mesmo tempo, dócil.
Tudo começou a acontecer rápido demais e quando ela deu por si, estava mais do que envolvida com o homem rico, empresário da área de companhia aérea e hotelaria.
Mas havia um obstáculo. A cegueira de Jenny? Não, a esposa de Neil.

Sophia era uma esposa de mentirinha, apenas no papel, assumida como forma de expurgar culpas do passado.
Ela na verdade era namorada do irmão de Neil, Nathan.
Nathan era o queridinho da família. Aquele a quem todos ficavam em volta e faziam suas vontades. Poucas pessoas conheciam o verdadeiro Nathan. Aquele detentor de um lado negro que adorava inflingir dor em suas amantes e não tinha piedade ou amor por ninguém.

Quando Nathan morreu, Sophia descobriu-se grávida, e pensava em tirar a criança. Num ato magnânimo, Neil resolveu assumir ambos, casou-se com ela e registrou Anne como sua filha.

Com um casamento de fachada, cada um vivia a sua vida. Mas enquanto Neil procurava ser discreto em suas conquistas, Sophia afundava-se em festas e drogas pesadas, sem dar qualquer atenção à filha.

Depois de sete anos, Neil está mais do que decidido a livrar-se desse peso morto em sua vida, mais ainda após conhecer Jenny. Claro que Sophia não deixaria barato.

O divórcio não seria fácil ou barato. Havia certos acontecimentos envolvendo a família Durant que Neil não gostaria que viessem a público, e logicamente Sophia faria questão de usar como moeda de troca. No entanto, para um viciado, sempre há um telhado de vidro a surgir na esquina e Neil poderia virar esse jogo.

É quando a fatalidade mostra sua cara e coloca Jenny e Neil cara a cara a enfrentar uma situação que eles não causaram, mas com certeza seriam eles a pagar caro por isso... 


Uma bela história de amor...
O rico empresário que se encontrava na hora certa, no lugar certo, para ser o cavalheiro em armadura prateada a salvar a dama indefesa.
Por mais independente que Jenny fosse, com certeza à noite na rua, num bairro obscuro, não era lugar para ela circular sozinha.
O empresário e a cantora da noite em restaurantes. O rico que poderia ter tudo que o dinheiro pudesse comprar e a jovem pobre que se mantinha a duras penas.

Não diria que o romance acontece rápido demais, está mais ou menos nos padrões de romances literários atuais. Só achei que o comportamento de Neil foi estranho. Ele se transformou num homem desinteressado pela vida num "stalker" em poucos parágrafos. Cara, se eu fosse cega e um homem vivesse me seguindo, tentasse me dar ordens e colocasse seguranças na minha porta assim, do nada, no mínimo eu colocava uma ordem de restrição contra ele! Em livro pode ser romântico o cara agir assim, mas na vida real dá um medo danado!

Um elenco de peso...
São várias as pessoas que fazem parte dessa história, entre passado e presente.
Atualmente são vários os empregados na empresa Durant ou os contratados a fazerem serviço de segurança e investigação. Além do médico e advogado - cada qual com papel importante para a felicidade futura do casal.
Achei estranho o fato de Neil ser tão rico e a casa ter tão poucos empregados. São citados a babá de Anne, Claire; a governanta sra. Jackson, e um jardineiro. Levando em consideração que ele tem uma filha - MIMADA! - de 7 anos, com problema nas pernas (devido à vida desregrada de sua mãe mesmo ao longo da gravidez). Calvin e Dylan são citados como motoristas/seguranças que sempre o acompanham.
Além disso, há os familiares envolvidos  e amigos mais próximos, como Paige (amiga de Jenny) e Peter (amigo de Neil e que possui a empresa que faz as investigações para o empresário).

O ritmo, o enredo e as partes técnicas...
O ritmo é bom, sem ser rápido demais. 
O enredo é interessante, trazendo uma mocinha fora dos padrões, que mesmo tendo perdido a visão aos 15 anos, de uma forma um tanto trágica, não se afoga em autopiedade.
A história é contada pelo POV de Neil.

A personagem é apaixonada por flores e Neil sempre a presenteia com buquês. A autora, então, buscou o significado de uma espécie de flor específica para mostrar o tamanho do interesse de Neil por Jenny.
Há uma boa e direta explanação sobre o histórico do surgimento do champagne Cristal, mostrando que nisso a autora fez o seu dever de casa.

Dois pontos me deixaram incomodada: mesmo a história não dando ênfase à riqueza do personagem central, em alguns momentos dá-se  a impressão que o mesmo não vive à altura de suas posses. Não precisava colocá-lo como um Christan Grey, que dava nome aos seus "brinquedos", mas também economizar em certos aspectos soou estranho.

Outro momento é o fato de que ao querer presentear à personagem com um cachorro, ele me aparecer com um filhote da raça shitzu. Primeiro, como uma cega vai cuidar de um filhote num apartamento? Depois, sejamos práticos! Amadoro cachorros, acho-os tudo-de-bom, mas para uma pessoa nas condições físicas e financeiras de Jenny, a raça escolhida não tinha nada a ver. Neil poderia não entender nada de cães guias, mas esse fato ficou surreal. Fofo, mas surreal.

A capa é bem bonita, no estilo das capas americanas.

Ponto alto da história: um segredo.
Segredos sempre são bons para apimentar uma narrativa e é exatamente um do passado que vem à tona.
Se por um lado o leitor acaba por descobrir antes, através de pistas ao longo da narrativa, por outro, a gente fica grudada na leitura querendo saber como cada um deles vai reagir ao ver o segredo revelado. Eles vão ficar juntos? Vai causar separação? 
Além disso, há um "mascarado" que quer a todo custo afundar a empresa Durant, roubando segredos e projetos e chantageando pessoas em volta de Neil. Quem seria esse mascarado? E por que ele odeia tanto a Neil? Ou será que o ódio era direcionado a Nathan mas Neil estava pagando o pato? Tenho minhas desconfianças....

Pois é, como é série, não termina.


WTF?


É, minha gente... Para saber o final tem que ler o SEDUZIDA POR ELE, que traz a continuação pelo POV de Jenny.

Enredo muito bom, personagens interessantes e final que te faz querer continuar a ler.

 4 estrelas.


Sobre a autora  


Facebook  |  Blog  | Goodreads  |  Skoob  |  Twitter

Um comentário:

  1. Olha so.. nao sei se vc ta lendo isso ou nao.. nem sei se esse comentario vai aparecer.. o caso eq eu AMO a fic o preco de um amor versao belward que vc fez.. Essa foi a primeira fanfic q eu li entao tenho um enorme carinho por ela... Nao sei se vc ainda olha seu perfil no nyah.. mas se vc puder postar essa versao la de novo vc vai fazer uma fã feliz.. Por favor por favor por favor por favor posta la...
    Melissa mota

    ResponderExcluir