quarta-feira, 6 de agosto de 2014

ESQUENTA BIENAL | Julia Quinn - Os Segredos de Colin Bridgerton (Os Bridgertons #4)



Ficha técnica: Os Segredos de Colin Bridgerton (Romancing Mister Bridgerton)
Autora: Julia Quinn
Editora Arqueiro
Lançamento original: 2002
Lançamento BR: 2014
336 páginas

"Há muitos anos Penelope Featherington frequenta a casa dos Bridgertons. E há muitos anos alimenta uma paixão secreta por Colin, irmão de sua melhor amiga e um dos solteiros mais encantadores e arredios de Londres. 

Quando ele retorna de uma de suas longas viagens ao exterior, Penelope descobre seu maior segredo por acaso e chega à conclusão de que tudo o que pensava sobre seu objeto de desejo talvez não seja verdade. 

Ele, por sua vez, também tem uma surpresa: Penelope se transformou, de uma jovem sem graça ignorada por toda a alta sociedade, numa mulher dona de um senso de humor afiado e de uma beleza incomum. 

Ao deparar com tamanha mudança, Colin, que sempre a enxergara apenas como uma divertida companhia ocasional, começa a querer passar cada vez mais tempo a seu lado. Quando os dois trocam o primeiro beijo, ele não entende como nunca pôde ver o que sempre esteve bem à sua frente. 

No entanto, quando fica sabendo que ela guarda um segredo ainda maior que o seu, precisa decidir se Penelope é sua maior ameaça ou a promessa de um final feliz."

ROMANCE HISTÓRICO. LANÇAMENTO.

Doze anos.
Não, não estou falando de um puro malte escocês. Estou falando do tempo em que a Srta. Penelope Featherington se encontra apaixonada pelo Sr. Colin Bridgerton.
E tudo aconteceu quando ela conseguiu derrubá-lo do cavalo, aos 16 anos de idade.

Depois de 12 anos e 4 temporadas fracassadas - leia-se: sem ter recebido sequer um pedido de casamento -, Penelope já é considerada uma solteirona. Sua mãe já não nutre esperança de que ela case,e, por conta disso, já não se envolve na escolha de seu guarda-roupa. O que por si só já é um alívio, afinal, Lady Whistledown disse que ela parecia uma fruta cítrica madura, ao vestir-se sempre com cores que a desfavoreciam, como o amarelo e o laranja.

Os anos se passaram mas a paixão que ela nutre por Colin permanece.
Ele, por sua vez, agora com 33 anos, resolveu sossegar um pouco de seu lado viajante. E como todo filho de Violet Bridgerton, foge do casamento como o diabo foge da cruz.
A convivência dele com Penelope sempre foi calma, haja vista que ela e a irmã dele, Eloise, são melhores amigas, debutaram juntas e têm a mesma idade. Encontrar Penelope na casa de sua mãe na hora do chá é um costume normal para Colin.

Mas um evento relativamente inocente acende algo em Colin.
Numa tarde em que Penelope deveria encontrar-se com Eloise para saírem juntas às compras, o mordomo informa que a srta havia saído com a mãe. Levada ao salão da família para esperar a amiga, Penelope acaba lendo páginas de um livro que estava aberto sobre a mesa. Só ao começar a ler, ela percebe não tratar-se de um livro qualquer, mas parte do diário das viagens de Colin.
Ela fica fascinada com o detalhe descritivo dele sobre a paisagem, o mar, as pessoas. Quando a leitura parecia enredá-la no vai e vem das ondas, e ela teria que virar a página....ele chega e a pega no flagra!!

Saia justa!!

Como eles têm intimidade suficiente, passado o mal estar, eles conversaram abertamente sobre as impressões dela a respeito da escrita dele. A partir dali, Colin passa a olhar para Penelope de forma diferente. Como ele pôde nunca tê-la reparado? Ou melhor, como os homens da ton podem tê-la deixado escapar por 4 temporadas inteiras?

Com o retorno de Colin há pouco tempo do Chipre, além de Penelope, há outro assunto que acaba sendo a sensação do momento: quem é Lady Whistledown?

Uma recompensa foi oferecida a quem descobrisse a identidade secreta da colunista mexeriqueira.

Façam suas apostas!! Você já descobriu quem é Lady Whistledown?



Totalmente suspeita para falar sobre os Bridgertons porque sou xonada por essa família. Adoro a dinâmica entre eles. Mesmo quando brigam entre si, o respeito e o amor que sentem uns pelos outros é palpável.
Violet, a mãe, está sempre às voltas tentando fazer o próximo filho da lista  se casar.
Colin mostrava-se muito mais reticente, primeiro, porque ele queria no mínimo o mesmo que os três irmãos anteriores tinham:amor no casamento. Depois, porque ele não parava em Londres tempo suficiente para prestar atenção numa provável candidata à futura Sra. Bridgerton.
Ele era rico, seu irmão Anthony fazia questão que cada irmão vivesse à altura do nome Bridgerton, mesmo sem possuírem títulos - exceto Daphne, é claro, que havia se casado com um duque. Sua aparência era mais do que comentada como um dos homens mais bonitos da ton; e seu sorriso cativava de crianças - junto aos muitos sobrinhos - às senhoras viúvas e de idade avançada. Até mesmo Lady Whistledown já havia comentado inúmeras vezes sobre o charme irresistível de Colin.
Mas era isso que começava a inquietá-lo: seria ele só um Bridgerton charmoso? E Penelope (re)aparece em sua vida com umas ideias inquietantes... Como ignorar a ambas?

Mais um romance que não começou de repente. Talvez da parte de Colin tenha chegado como uma surpresa. Penelope sempre esteve ali, mas era a garota invisível. Entretanto, da parte dela, ela sempre acompanhara a trajetória de Colin. Mesmo quando ele estava viajando, ela podia saber sobre ele através de sua amizade com Eloise.

Teriam o homem charmoso e a garota invisível alguma chance de futuro?

5 ESTRELAS


Nenhum comentário:

Postar um comentário