domingo, 10 de agosto de 2014

ESQUENTA BIENAL | Mariana Pereira - Ao Meu Ídolo, Com Amor



Ficha técnica: Ao Meu Ídolo, Com Amor
Autora: Mariana Pereira
Editora Universo dos Livros
Lançamento: 2014
328 páginas

"Bernardo Monteiro é um jovem ator queridinho de todas as meninas do país. Sua vida parecia perfeita, até que, misteriosamente, suas namoradas começam a ser assassinadas. A experiente investigadora de polícia Ana Maria Paviani, que já solucionou casos praticamente impossíveis, tem o desafio de desvendar esse mistério, que parece não ter solução! Esses assassinatos só não lhe tiravam mais o sono do que a necessidade de contato entre ela e Bernardo. 

Dizer que não se gostavam era pouco para duas pessoas que não tinham a menor vontade de passar mais de dois segundos no mesmo ambiente. Mas eles não terão muita escolha depois do plano que ela e sua equipe desenvolveram. Essa história envolvente vai abalar as estruturas da vida de Bernardo e Ana Maria, principalmente quando alguém começar a se apaixonar..."



ROMANCE CONTEMPORÂNEO. NACIONAL.

Sabe aquelas novelas em que tem um assassinato e todo mundo se mobiliza para saber quem matou fulano? É mais ou menos isso que acontece por aqui.

O livro tem duas pontes: a investigadora Ana Maria, uma baixinha folgada, inteligente, corajosa, que tem muito preparo para o trabalho escolhido, a saber, desvendar crimes; e Bernardo Monteiro, o popstar que encanta as meninas - segundo a descrição, uma mistura de fama entre Justin Bieber e Robert Pattinson.

A história é contada na primeira pessoa por Ana, mas Bernardo acaba aparecendo muito pela simples razão de ele ser o principal alvo do algoz. Todas as namoradas de Bernardo, num período de 3 anos, foram assassinadas. A última, ele havia encontrado o corpo quando o crime tinha sido recém cometido. O grande problema: nenhuma pista. Apenas uma mensagem, um pedaço de papel sempre deixado próximo ao corpo: ao meu ídolo, com amor.

Depois de 3 mortes, algo mais drástico teria de ser feito, e para isso, foi bolado um plano de Bernardo ter uma namorada "fake" para atrair o assassino. Claro que ela teria que ser corajosa e saber se defender de um eventual ataque. Quem foi a escolhida? Sim, é ela.

Tudo poderia ir às mil maravilhas se não fosse o fato de que os dois não se suportavam, do tipo cão e gato.
Sem opção, Ana Maria teve de aceitar. E agora? Quem seria o suspeito? Clara, uma fã ardorosa que seguia Bernardo em todas as festas e trabalhos que ele fazia? Uma ex-namorada ciumenta? Algum outro famoso com dor de cotovelo, querendo tirar Bernardo da jogada?

Muitas são as possibilidades, e Ana terá de saber juntar as peças certas se quiser sair viva dessa missão.

A história é bem interessante.
Se passa no Brasil, em São Paulo, os personagens são bem dinâmicos, com capítulos não muito grandes.
O ritmo da história achei um pouco rápido, mas não chega a atrapalhar a apreensão do leitor à pistas.
Ponto positivo: tem muitas passagens engraçadas e um romance que desabrocha onde menos se espera.
Ponto negativo: achei o linguajar coloquial demais. Não parece exatamente um romance policial, mas sim um romance contemporâneo que por acaso tem um mistério envolvido. Apesar disso, o enredo deixa aquela vontade de ir até o final para saber quem é o real culpado.

Não conhecia a autora; não sei se é seu livro de estreia.
Este livro foi lançado anteriormente pela editora Dracaena.


4 estrelas.

Sobre a autora


Website  |  Facebook  |  Twitter

Nenhum comentário:

Postar um comentário