terça-feira, 18 de novembro de 2014

Emma Chase - Domado (Atraído #3)



Ficha técnica: Domado (Tamed)
Autora: Emma Chase
Editora Universo dos Livros
Lançamento original: 2014
Lançamento BR: 2014
224 páginas

"Matthew Fisher é mais um sedutor de Nova York. Seu trabalho como agente de investimentos lhe permite desfrutar de alguns prazeres materiais e morar em um apartamento com vista para o Central Park. Matt também é um mulherengo incorrigível. Ele admite que, enquanto não encontra a Senhora Certa, se diverte com todas as Senhoras Erradas.
Deloris Warren é uma garota diferente. Seu trabalho como química de combustíveis aeroespaciais não a impede de ser uma mulher bela, sensual e espontânea. Deloris é do tipo decidida principalmente em relação a homens. Por ter tido seu coração partido, ela resolve não se envolver mais em compromissos e apenas aproveitar os encontros casuais pelas noites de Nova York.
Ao se conhecerem, Matt percebe que Dee é especial e propõe à bela uma amizade um pouco mais colorida. A garota aceita, mas sob uma condição: ele não deve se apaixonar. Será que ambos vão conseguir cumprir essa promessa?"


ROMANCE CONTEMPORÂNEO. CHICK LIT.

Dee - Deloris Warren - é a melhor amiga de Kate, enquanto Matthew e Drew foram praticamente criados juntos, desde que seus pais são sócios da financeira. Dois casais, histórias concomitantes, e tudo regado à muita confusão e diversão.

Lembra da história de "Atraido", enquanto Drew e Kate tinham sua luta particular em não demonstrarem o quão atraídos estavam um pelo outro, disputando quem conseguia mais contas para a empresa, isso quando não davam umas rapidinhas em toda oportunidade que tinham?
Pois bem, nesta mesma ocasião, Matthew foi apresentado à melhor amiga de Kate, Dee.
Ah! Não se engane pela aparência de striper dela. Ela gosta de se vestir assim exatamente para chocar as pessoas quando estas descobrem sua verdadeira profissão. A mulher tinha cérebro...
Mas o ponto aqui é, Matt achou Dee fantástica. E como ele não estava interessado em compromisso, mas apenas nuns pegas, ela pareceu ser a pessoa ideal, porque ela também não saía com o mesmo cara mais do que duas vezes. BINGO! Par perfeito.
Tudo começa de forma perfeita... O cara bonitão e a garota sexy-que-sabe-usar-os-atributos-a-seu-favor. Dançam, conversam, bebem e a química na cama não poderia ser melhor.
E o que deveria ser algo casual, durando poucos dias, acaba tornando-se encontros diários. Isso até eles passarem a ficar dias um na casa do outro.
Matt não era cara para isso, mas estava se sentindo bem pela primeira vez porque tudo fluía naturalmente. Então, ele não contou quando numa certa noite Dee tomou uma atitude diferente...
"Desespero é um fedor que é impossível de se retirar depois que já foi sentido.
- Você precisa de espaço, é claro, entendi.
Ela abre a porta e entra e se vira pra mim, sorrindo desonestamente.
- Eu... te ligo.
Aceno.
Depois bate a porta na minha cara.
Ela não me liga.
Nem no próximo dia. Ou na segunda-feira. Ou até mesmo no tão abençoado terceiro dia. Não tenho checado meu telefone de cinco em cinco minutos ou algo do gênero... mas vou admitir, o filho da mãe tem estado bem carregado.
Deloris me deu um fora. Isso é apenas... cacete, UAU."

Como era novidade para Matt, normalmente um cara deixaria passar, colocaria seu alvo na próxima da fila e esqueceria a garota dos peitos grandes com um cérebro também privilegiado. Mas não. Ele atacou com tudo e, com isso, eles acabaram assumindo um verdadeiro relacionamento.
De fato, Matt estava realmente se apaixonando por Dee, mas pelas ações dela ele podia sentir que algo muito mais profundo estava escondido naquela fachada dela de "nada de compromisso". E como o estrategista que era, ele saberia a hora certa de se declarar...
"Não sei quais cicatrizes ela tem. Não sei quais experiências a ensinaram a ser tão cuidadosa. Vou esperar até estar pronta para me mostrar. Vou continuar tentando convencê-la de que sou um dos poucos em que ela pode confiar.
Porque vale a pena esperar e fazer de tudo pela Deloris."

Aí, você pensa: chegou nos Felizes para Sempre?
Esta série de Emma Chase tem tantas passagens engraçadas que só lendo mesmo para entender o contexto de cada uma delas. Em várias delas me peguei dando altas gargalhadas. O seu jeito de escrita é despojado; trazendo o personagem na primeira pessoa expondo seus medos e seus segredinhos sujos. E ter um livro pelo POV masculino é tão legal!!!
O ritmo é delicioso, trazendo o dia a dia dos personagens, com poucos saltos.
Os personagens já são conhecidos. O primeiro casal, Drew e Kate - ainda não acertados. Lembre-se que a história deles acontece ao mesmo tempo que esta aqui; a irmã de Drew, Alex, o marido Stephen e a filhinha deles Mackenzie.
Ah! Vocês lembram daquele lance da Alex de criar um pote de vidro no qual as pessoas que xingassem perto de Mackenzie deveriam literalmente pagar? Prepare-se para rir novamente com cenas sobre isso.
Alguns pontos altos do livro também são - novamente - as dicas masculinas para um relacionamento. É sempre bom saber o que se passa pela cabeça dos homens e o que eles acham que as mulheres pensam sobre determinados assuntos. Será que estão certos?
Tem também um pouco sobre a dinâmica familiar. Matt na verdade é filho único, mas foi criado muito próximo a Alex e Drew, que eram irmãos de fato. Assim, Matt nunca se sentiu totalmente sozinho. Com isso ele até mesmo encarava a pequena Mackenzie como sua sobrinha. E quanto a Alex, ela até poderia ser apelidade, pelas costas, de A VACA, mas quando ela se junta com o irmão para defender a honra de Matt, é lindo de se ver e hilário. Eles agem numa sincronia que só pessoas que se amam sabem fazer.
A parte ruim do livro? Ele acaba, porque dá vontade de ler sobre eles o tempo todo.
Ótimo para quem precisa se distrair, relaxar e dar muitas risadas para esquecer os problemas.
Aqui as resenhas do livros já lançados:
LIVRO #1 - com as capas originais e informações sobre a autora
E como na época da resenha do #1 ainda não tinha a capa do #4, ei-la (lançado lá fora em 04 de outubro):


5 ESTRELAS!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário