sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Erica Ridley - The Earl's Defiant Wallflower (Dukes of War #2)




Ficha técnica: The Earl's Defiant Wallflower
Autora: Erica Ridley
Editora Intrepid Reads
Lançamento original: 01/dezembro/2014
Lançamento BR: ainda não
250 páginas

"Oliver York retorna da guerra para encontrar seu pai morto, suas finanças em atraso, e sendo o novo Conde de Carlisle. Se ele não se casar com uma herdeira e rápido! - ele E seus inquilinos vão estar montando tendas às margens do Tâmisa. Ele definitivamente não deve trocar beijos com uma debutante sem dinheiro ... não importa o quão ela seja cativante!

Miss Grace Halton está na Inglaterra apenas o tempo suficiente para satisfazer os termos de seu dote. Mas um casamento de conveniência não é tão fácil como ela esperava. De volta à América, sua mãe doente precisa de remédio que só o dote de Grace pode pagar. O que significa que o arrojado conde que não  sai de sua mente é o homem que ela não pode permitir entrar em seu coração."

(English review scroll down)


ROMANCE HISTÓRICO. INÉDITO. PRÉ-LANÇAMENTO.

Grace Halton veio da América, mais precisamente de Pennsylvania, à procura de um marido rico. Não que ela quisesse o dinheiro dele. Mas se ele tivesse dinheiro suficiente, não se incomodaria caso ela levasse embora o dinheiro do próprio dote; por uma simples questão: sua mãe ficara na América extremamente doente, mal podendo levantar da cama, e esse dinheiro a ajudaria a ter recursos suficientes para um tratamento médico.

Mas Grace, mesmo tendo uma certa beleza, precisava vencer algumas barreiras. Primeiro sua avó; uma mulher intransigente que ainda guardava mágoa, mesmo mais de 20 anos depois, pelo fato de sua única filha ter fugido para a América. Com o aparecimento de uma neta que ela nunca vira e não aprendera a amar, seu rancor parecia estar em potência máxima, reclamando de tudo que Grace fazia ou não.
Depois, havia o fato dela não ser inglesa de nascimento, e seus hábitos, seu sotaque e sua falta de traquejo social a denunciavam.

Mesmo os britânicos sendo famosos por seus casamentos por conveniência, encontrar um marido num tempo hábil e que preenchesse os requisitos mostrava-se mais difícil do que ela previra.

Até que numa determinada festa, depois de passar desapercebida como sempre, ela foi tirada para dançar a valsa por um homem lindo e que a fez sentir-se como nunca antes. O Conde de Carlisle, Oliver York.

Oliver havia acabado de retornar da guerra. Anos antes ele e três companheiros haviam ido lutar, cada um por um motivo diferente. Edmund, Xavier e Bartholomew. O primeiro não teve a sorte de retornar com vida e Xavier estava num estado catatônico.
Ao voltar para casa, Oliver teve a surpresa de descobrir que era o novo conde; que seu pai havia morrido na cama de sua amante por uma intoxicação alimentar; que estava absurdamente falido. Solução? A mais comum numa situação dessa: casar-se com uma herdeira.

Ao comparecer numa das muitas festas da temporada, pronto para caçar sua herdeira utilizando-se de seu novo título, apenas uma pessoa chamou-lhe a atenção: uma jovem de pele alva, cabelos negros e que estava quase invisível relegada num dos cantos das solteironas. 
Através de um dos maiores fofoqueiros da ton, ele descobriu que ela tratava-se da Srta. Halton, uma americana que passava a temporada na casa de seus avós.
Não conseguindo resistir, Oliver a convida para dançar. E logo depois vem o Duque de Ravenwood, e, com isso, todos os outros cavalheiros "descobriram" os encantos de Miss Halton.

A atração foi mútua, mas ele precisava de uma herdeira bastante rica, e ela, de alguém que não precisasse de seu dote. Ou seja, eles não poderiam ser mais errados um para o outro.
Porém, como os convites às festas eram os mesmos, impossível eles não se encontrarem mais vezes.
E uma fala indelicada a respeito dela e uma situação comprometedora acabam por enredá-los no que eles queriam mas não podiam: casarem-se.

Para recuperar tudo que estava em atraso e em más condições de sua propriedade, Oliver precisava, para começar, de pelo menos 10 mil libras, mas o dote de Grace fora de apenas 1000. Ainda assim, ele não abriria mão dela, principalmente para tirá-la do julgo daquela avó horrível, de língua ferina.
Com todos os percalços e necessidades diferenciadas, somente um milagre poderia salvá-los de tantos problemas, mas o que sentiam poderia ser a base de uma nova vida cheia de esperanças...


Para tudo!
Este é daqueles livros em que você não consegue largar rezando por um milagre para que o conto de fadas aconteça.
É muito fofa a forma com que o sentimento deles se desenrola frente ao leitor. Apesar da atração primária - sim, a beleza sempre é o primeiro chamariz -, nada acontece de maneira instantânea. A convivência nas festas, a oportunidade de conversar durante as danças (que já sabemos pelos documentários que chegavam a durar 1h!), fizeram com que eles se sentissem cada vez mais atraídos.
Ambos sabiam que não eram talhados a ficar juntos. Cada um tinha uma necessidade financeira premente e respeitavam o porquê deles. Mas, ao mesmo tempo, o magnetismo parecia quase impossível de ser ignorado. E desde o início, mesmo sem Grace parecer ser do tipo frágil, o cavalherismo de Oliver o tornou defensor dela.

Conforme a história avança e, ainda que o casamento ocorra, não saber como eles podem resolver seus problemas dá uma agonia. Até que... tudo termina como deve ser.

A história encanta.
A capa é linda.
O ritmo é maravilhoso, romance e suspense na medida certa.
Os personagens são divinos e é bom saber que eles retornam em outros livros, como foi o caso do duque de Ravenwood.
Estou totalmente apaixonada por esta série e agora terei de esperar até março, quando sairá o livro #3.


Mais uma autora, da nova geração, que merece ser acompanhada de perto.
5 ESTRELAS!!!


*ARC cedido pela editora, através do NetGalley, em troca de uma resenha de opinião honesta
**Gravura de Jon Paul Ferrara.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Synopsis:

Oliver York returns from war to find his father dead, his finances in arrears, and himself the new Earl of Carlisle. If he doesn't marry an heiress—and fast!—he and his tenants are going to be pitching tents down by the Thames. He definitely shouldn't be trading kisses with a penniless debutante... no matter how captivating she is!

Miss Grace Halton is in England just long enough to satisfy the terms of her dowry. But a marriage of convenience isn’t as easy as she’d hoped. Back in America, her ailing mother needs medicine only Grace’s dowry can afford. Which means the dashing earl she can't get out of her mind is the one man she can't let into her heart.

Review:

Grace Halton came from America, more precisely from Pennsylvania, looking for a rich husband. Not that she wanted his money. But if he had enough money, would not mind if she took away money from her dowry for a simple matter: her mother was extremely ill in America, barely able to get out of bed, and this money would help to have sufficient resources to her medical treatment.

But Grace, even though a certain beauty, needed to overcome some barriers. First her grandmother; an uncompromising woman who still had hurt even after 20 years, the fact that her only daughter had fled to America. With  a granddaughter she had never seen and learned not to love, her rancor seemed to be at full power, complaining about everything that Grace knew or didn't know to do.
Then there was the fact of not being English by birth, and her habits, her accent and her lack of social graces to denounce.

Even the British being famous for their marriages for convenience, find a husband in a short time and fulfil  the requirements seemed to be more difficult than she had anticipated.

Until a particular party, after stay  unnoticed as always, she was taken to waltz by a handsome man and that made her feel like never before. He was the Earl of Carlisle, Oliver York.

Oliver had just returned from the war. Years ago he and three best friends had gone to fight, each for a different reason. Edmund, Xavier and Bartholomew. The first was not lucky enough to return alive and Xavier was in a catatonic state.
Upon returning home, Oliver was surprised to discover that he was the new earl; that his father had died in the bed of his mistress by food poisoning; he was absurdly broken. Solution? The most common in this situation: marry an heiress.

By attending one of the many celebrations of the season, ready to hunt his heir using his new title, only one person called his attention: a young lady with pale skin, black hair and was relegated almost invisible in the corner of spinsters .
Through one of the biggest gossips of the ton, he discovered that she was Miss Halton, an American who spent the season at her grandparents house.
Unable to resist, Oliver asks her to dance. And soon after comes the Duke of Ravenwood, and with him, all the other gentlemen "discovered" the charms of Miss Halton.

The attraction was mutual, but he needed a very rich heiress, and she needed someone who did not need her dowry. That is, they could not be more wrong for each other.
But as invitations to parties were the same, they are not impossible to meet more often.
And speaking unkind about her and a compromising situation eventually entrap them in what they wanted but could not: get married.

To regain everything that was in arrears and in bad condition of his property, Oliver needed to begin with, at least 10 000 pounds, but Grace's dowry out of just 1000 pounds. Still, he would not given her up, mainly to take her out of her grandmother's horrible hands, and sharp tongue.
With all the mishaps and differentiated needs, only a miracle could save them from so many trouble, but what they felt could be the basis of a new life full of hope ...


This is one of those books you can not quit, praying for a miracle for the fairy tale happens.
It's very cute the way their feelings unfolds in front of reader. Although the primary attraction - yes, beauty is always the first gimmick - nothing happens instantaneously. Living together at parties, the opportunity to chat during the dances (we already know from the documentaries that some dances can  last up to 1 hour!), made them feel increasingly connected.
Both knew they should not to be together. Each had a pressing financial need. At the same time, the magnetism appeared almost impossible to ignore. And from the beginning, even without Grace seem to be the weak type,  Oliver's chivalry has made him as her savior.

As the story goes on, and though the marriage occurs, do not know how they can solve their problems gives us an agony ... Until it all ends as it should be.

The story enchants.
The cover is awesome.
The pace is wonderful, romance and suspense in the right measure.
The characters are superb and it's good to know that they return in other books, as was the case of the Duke of Ravenwood.
I'm totally in love with this series and now I have to wait until March, when the book #3 will come out.

5 STARS!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário