sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Valter Simas - O Morro do Acaso








Ficha técnica: O Morro do Acaso
Autora: Valter Simas
Editora Chiado
Lançamento: 2014
186 páginas

"O Morro do Acaso narra a trajetória de Thiago, desde a adolescência à vida adulta. O livro é dividido em cinco capítulos: Efeito Borboleta, Correntezas do Além, Flor de Lótus, Roda-Gigante e Jogando os Dados, cada um tendo como foco um ciclo na vida do protagonista.

Através de uma trama envolvente, repleta de surpresas e com um final emocionante, O Morro do Acaso remete-nos a uma viagem interior na qual a mente humana é concebida como detentora de força própria. Esta não é definida como inimiga, mas a necessidade de tornarmo-nos senhores da mesma é evidenciada.

A meditação e seus benefícios são apresentados ao leitor assim como a noção de que o passado deve ser enterrado, baseado na conclusão de que só o presente existe e no instante repousa a eternidade.

A vida, por sua vez, é descrita como um grande sonho, finita e transitória. Logo, nada há para se preocupar, eis que tudo passa. Em sendo assim, o livro defende a assertiva de que até as tormentas do caminho devem ser vividas na sua plenitude. Isso decorre da noção de que toda moeda possui duas faces, ou seja, onde uma estiver também a outra estará necessariamente. Por consequência, ninguém ou nenhum acontecimento seria unicamente bom ou mau.

Em resumo, a arte de viver é ilustrada pela capacidade de se adaptar e valsar durante as diferentes músicas que se fazem presentes no decorrer da jornada de cada um."


ROMANCE CONTEMPORÂNEO. LITERATURA.

Como tantos outros jovens, Thiago tinha um sonho na vida: crescer e tornar-se alguém. O antigo e latente sonho de que o estudo leva a pessoa a ser alguém na vida, a ter posses, a ser importante. E acredite, ele batalhou muito para isso.
O caminho percorrido não foi fácil...como tudo na vida.

No início, morando próximo à praia, sua vida se resumia a ir à escola com seus amigos, surfar e admirar a paisagem a partir do Morro do Acaso. Mas os anos passam e seus planos se tornam uma ideia fixa.

Num período em que ainda estava na faculdade, um acidente que termina em tragédia faz com que ele acredite não ser merecedor das boas coisas da vida. Se seu amigo havia morrido, por que ele teria a oportunidade de seguir com a vida como se nada houvesse acontecido?

Isso por pouco custou-lhe a própria vida. Thiago entrou num ciclo de auto-destruição bebendo e fumando em demasia.
Mas ainda assim, o seu sonho estava tão arraigado em sua mente que ele prosseguia mais como se fosse um autômato.

Os esforços não foram em vão. Aos poucos ele foi galgando degraus na vida profissional, começou a possuir os bens materiais que tanto almejara, ajudara seus pais. Mas tudo isso veio com um preço, e "atropelar" determinadas pessoas no caminho foi um deles.

Mais à frente ele conhece Beatriz, e tudo parecia caminhar para um futuro mais promissor. Mas a culpa ainda o consumia e isso o fez afastar-se até mesmo da pessoa que amava.

Numa tentativa de assalto que sofrera, Thiago conhece Sebastião, um ex-detento que passa a transmitir a Thiago um conhecimento de vida que este, com toda a oportunidade de estudo que tivera, não havia alcançado, e tudo na sua vida começa a tomar uma proporção diferente.
Ele passa a fazer meditação e seu trabalho, antes foco central em sua vida, começa a perder força em seus pensamentos.
Surge então a ideia de libertação: montar um bar na mesma praia em que ele surfava com seu amigo Bruno; apoiar a sua esposa a escrever seu livro; desacelerar. Mas mais uma vez as tentações o seguem e ele é convidado a assumir a vice-presidência da empresa em que trabalhava.

Para terminar a apertar a corda em seu pescoço, um importante jantar de negócios, no qual ele seria apresentado em seu novo cargo, fora marcado para o mesmo dia da inauguração de seu bar. E agora? Qual das duas vidas escolher?

O Morro do Acaso é quase um conto. Um livro de leitura rápida, mas densa, traz pontos cruciais sobre as escolhas que fazemos na vida. 
Thiago não era uma má pessoa. E como tantas outros, ele tinha sonhos, aspirações, planejamentos. E durante muito tempo ele não arredou o pé do que queria conquistar na vida.
Fez inimigos? Decepcionou amigos? Deixou de viver? Sim para todas elas, mas que atire a primeira pedra quem, na louca escalada da vida, não teve que tomar decisões que, vistas de fora, mais pareciam traições!

A história é bem próxima do real, poderia acontecer com alguém conhecido. O final surpreende porque tudo leva a crer que o protagonista se enveredaria a um determinado caminho. Suas decisões levam o leitor a pensar sobre a vida.

Uma leitura interessante para quem gosta de uma literatura mais voltada à realidade.
Confesso que em alguns trechos fiquei um tanto depressiva, mas como disse, a leitura leva à reflexão; e a reflexão nos leva a tomar melhores decisões.

Uma forma de apresentação do Ciclo da Vida, aquela mesma que tantos de nós assistimos no desenho da Disney, Simbá. Tudo é uma questão de equilíbrio e não de hakuna matata.



A forma de escrita leva-nos a crer que o autor não é tão jovem. Não há nada sobre ele nas redes sociais, a não ser o perfil e página do LIVRO no Facebook. Seria bom que o autor se atentasse ao fato de que nos dias atuais é interessante estar em contato direto com os leitores nas redes sociais. O leitor gosta de "dar um rosto" a tudo que lê, seja personagem, seja autor. Um pouco de mistério é interessante, mas um sumiço total, não.

4 estrelas.

Sobre o autor: Facebook



Nenhum comentário:

Postar um comentário