quinta-feira, 9 de abril de 2015

Madeline Hunter - Segredos de um Pecador (Os Rothwells #4)



Ficha técnica: Segredos de um Pecador (The Sins of Lord Easterbrook)
Autora: Madeline Hunter
Editora Arqueiro
Lançamento original: 2009
Lançamento BR: 2015
240 páginas
POV: terceira pessoa
Gênero: Romance de época; Chick Lit; New Adult

Protagonistas: Christian Rothwell (Marquês de Easterbrook) e Leona Montgomery
Local/Ano: Londres e Oxfordshire, Inglaterra/ Indeterminado

"Leona Montgomery foi criada na China. Com pai inglês e mãe portuguesa, aprendeu desde cedo a se adaptar aos costumes de outras terras e adquiriu uma cultura e uma sofisticação incomuns às mulheres de seu tempo. Por isso, quando o pai, já viúvo, morreu, deixando os dois filhos em uma situação financeira difícil, Leona assumiu os cuidados do irmão caçula e os negócios da família. Trabalhando pela recuperação da Montgomery & Tavares, ela viajou por diversos países, negociou com homens rudes e enfrentou piratas. Recém-chegada a Londres, agora espera fechar parcerias comerciais e dar sequência a uma investigação que o pai não pôde concluir. Mas estar em Londres significa algo mais. 

Sete anos atrás, Edmund, um naturalista inglês, deixou Macau à noite, depois de um beijo de despedida que Leona nunca esqueceu, e retornou à Inglaterra. O que Leona não poderia imaginar era que Edmund na verdade é Christian Rothwell, o marquês de Easterbrook, um homem poderoso envolto em mistérios – e que talvez se beneficiasse com o fim das investigações de seu pai. Dividida entre o dever e a tentação, é na cama do marquês que ela fará suas maiores descobertas."


Como todos os livros desta série, os personagens acabam por passar por situações fora do comum, com muito perigo e a pitada de romance na medida certa.

Leona, agora aos 26 anos, passou por maus bocados quando seu pai faleceu e a situação precária da empresa deles, comércio marítimo, veio à tona. Por conta disso, até mesmo um pedido de casamento que ela havia recebido foi retirado. Ela estava apenas com 19 anos quando assumiu os negócios para salvar o que restava da empresa até que seu irmão caçula atingisse a maioridade. Agora, Gaspar estava com 22 anos, fazia comércio principalmente com a China, mas ainda precisava do apoio da irmã.

Pensando nisso, Leona viaja à Inglaterra com o objetivo de trazer novos associados à empresa, Montgomery & Tavares. 
Com poucas cartas de apresentação, ela começa a visitar pessoas de prestígio, que poderiam ajudá-la nessa empreitada. E foi numa dessas visitas que Leona acaba indo à casa de Easterbrook. Oficialmente eles não se conheciam, Leona teve contato apenas com a tia deste, Lady Henrietta Wallingford, e sua prima. Mas ele tinha motivos fortíssimos para encontrá-la. Motivos que o levavam a um certo jardim à noite em Macau...

Easterbrook conhecera Leona há 7 anos quando ele esteve em Macau, hospedado na casa dela. Naquela época ele se apresentara como Lord Edmund, um naturalista, com uma carta de apresentação do Marquês de Easterbrook. Ele se encantara com a bela morena e, apesar de ela estar noiva de um local, Pedro, eles tinham encontros secretos no jardim ao luar.
Edmund precisou partir às pressas e pouco tempo depois o pai de Leona morrera do coração.

A questão era que Leona não estava em Londres apenas a negócios, e Christian sabia disso.
O pai dela havia feito severas acusações à Companhia das Índias com relação a contrabando, especialmente de ópio, e isso mexeu com pessoas poderosas. Ele tinha um diário contendo todas as anotações sobre o assunto, principalmente com os nomes dos envolvidos. E ao ser confrontada com Christian e descobrir que ele e Edmund eram a mesma pessoa, Leona tinha certeza de duas coisas: uma, que Christian havia roubado o diário; duas, que ele estava envolvido em toda aquela falcatrua.

Easterbrook precisava manter Leona protegida das pessoas realmente perigosas, descobrir quem eram os sócios nessa empreitada desonesta e lidar com uma verdade que há 7 anos ele tentava mascarar: Leona era para ele mais do que apenas um rosto bonito; ela acalmava as vozes que sua mente gritavam a todo instante...



O livro é repleto de mistérios. A começar pelo real motivo da ida de Leona à Inglaterra. Há a descoberta da identidade de Christian-Edmund, o homem que arrebatou o coração da jovem que estava noiva de outro, e nunca foi esquecido. Há a questão das acusações levantadas pelo pai dela, com provas contundentes no tal diário. Há o clube secreto de nobres, que costumavam se encontrar apenas para beber, jogar cartas e fofocar sobre a sociedade, mas que também faziam justiça com as próprias mãos quando o delito envolvia algum nobre que, por sua posição, jamais seria julgado pela justiça comum. E mais ainda, havia o grande segredo que Christian escondia até mesmo de sua família.

Numa das resenhas dos livros anteriores foi falado que os irmãos Rothwells tinham o hábito de se isolar quando se envolviam em algum assunto marcante para eles. Hayden fazia cálculos dificílimos, Elliot fazia pesquisas históricas para seus livros e Christian meditava.

Quando esteve em Macau, mesmo sem entender o real motivo, Leona percebeu que "Edmund" era um homem inquieto e que precisava de fugas, afastar-se das pessoas. Ela pediu que um dos empregados da casa, o oriental Tong Wei, ensinasse Edmund a meditar, e eram essas meditações que até hoje o ajudavam a se isolar das "vozes".

Christian havia herdado de sua mãe uma espécie de dom. Para ele mais parecia uma maldição e muitas das vezes ele achava até mesmo que estava enlouquecendo. Leona, tão jovem na época, teve a sensibilidade de notar o seu desassossego e o ajudou. Agora, uma mulher linda e independente, ela ainda conseguia fazê-lo sentir-se adequado e em paz.
Mas antes que pudessem ficar juntos - ah, sim! Porque ele havia afirmado a ela, logo em seu primeiro reencontro, que ele a teria em sua cama -, ele precisava salvá-la do que quer que fosse a ameaça.

O livro traz um assunto um tanto diferente e até mesmo mais picante, em cenas hot, do que os anteriores.
A história me encantou e os segredos envolvendo o marquês de Easterbrook, que desde o primeiro livro mostrava-se bizarro, acabaram me conquistando.
Um belo desfecho de série.

5 ESTRELAS.

*Livro recebido pela editora, através de parceria, em troca de uma resenha de opinião sincera.




Nenhum comentário:

Postar um comentário