domingo, 31 de maio de 2015

Maratona Grupo Record: Tammara Webber - Entrelinhas (livro #1)



Ficha técnica: Entrelinhas (Between the Lines)
Autora: Tammara Webber
Editora Verus
Lançamento original: 2011
Lançamento BR: 15/JUNHO/2015  PRÉ-LANÇAMENTO
347 páginas
POV: primeira pessoa - Reid e Emma
Gênero: Romance Contemp; Chick Lit; New Adult-Young-adult (maduro)


Protagonistas: Reid Alexander; Emma Pierce; Graham Douglas
Local/ano: Sacramento, CA; Austin,TX/atual

"Reid Alexander, um dos jovens atores mais bem pagos da atualidade, está acostumado a conseguir o que quer - e o que ele quer agora é Emma Pierce, a atriz novata que vai fazer par romântico com ele no próximo filme. Os astros parecem estar se alinhando para realizar o seu desejo, até que ele se vê diante de dois obstáculos inesperados: uma ex-namorada ressentida e um rival que vai disputar o coração de Emma. 

Emma Pierce acaba de receber uma oportunidade de ouro após anos atuando em comerciais e filmes para TV. Fazer o papel principal em um filme de grande orçamento, contracenando com o lindo Reid Alexander, deveria ser a realização de um sonho. Mas o coração de Emma esconde uma fantasia secreta: ela quer ser uma garota normal."



Um adolescente prestes a completar 18 anos que não vê a hora de sair de casa e se livrar do clima pesado que sua família mantém. Outra que está cansada da vida de comerciais e filmes de pouca importância e só pensa em ser uma garota normal. E mais outro que divide sua vida entre a família e os filmes independentes que participa, e precisa desesperadamente de alguém que o ajude a abandonar o tabaco.
É no meio desse triângulo amoroso que acabamos envolvidos em Entrelinhas...

Reid é um jovem astro em ascensão em Hollywood. Já há algum tempo ele saiu da fase de precisar fazer testes para filmes e seu agente acaba de lhe informar que é seu o próximo papel de um filme jovem, a adaptação de Orgulho & Preconceito, de Jane Austen, que se passa na época da escola.

O papel da mocinha, ou Lizbeth Bennet, já que os nomes de todos os personagens do livro clássico sofreram uma leve mudança, acabou a cargo da novata em grandes filmes, Emma Pierce. Apesar de Emma só ter experiências em pequenos filmes ou comerciais, uma coisa pesou a seu favor: houve a famosa química entre ela e o astro do filme.

O elenco viaja para Austin, no Texas, onde iriam filmar primeiro as cenas na escola, aproveitando as férias escolares de verão.

Aos poucos todos foram se entrosando, não só em relação a seus papéis, mas também no pós dia de filmagem, sempre aparecendo algum tipo de confraternização entre eles, fosse no quarto de um deles, fosse em alguma balada.

Para Emma estava sendo uma experiência e tanto filmar com o grande astro Reid e também com Brooke Cameron, uma ex-ficante de Reid - o que poderia causar uma certa saia justa durante as filmagens - e conhecida por um papel de uma patricinha numa série televisiva.

A química entre Emma e Reid começa a sair do estúdio indo parar nos momentos em que eles estavam em grupo. Isso estava mexendo com a cabeça dela, não só pelo fato de ele ser quem era, mas também porque havia outra pessoa nas filmagens tão interessante quanto: Graham Douglas.

Graham vinha de NY, era um pouco mais velho que o resto da turma, já com 20 anos, e tinha experiência em atuar em filmes independentes. Seu papel seria o do primo Collins.
A afinidade entre ele e Emma se deu desde a primeira vez em que se encontraram numa confraternização da equipe numa boate. Eles dividiram o taxi de volta ao hotel e descobriram que tinham o mesmo hobby, a corrida. A partir da manhã seguinte, antes das filmagens, e antes que qualquer um da equipe estivesse de pé, eles já estavam correndo. Isso estreitava os laços deles, mas, ao mesmo tempo, Emma sentia que Graham a mantinha um tanto afastada dele. Além do que, volta e meia, ela o via entrando ou saindo do quarto da poderosa e linda Brooke.

Enquanto Reid jogava seu charme em cima de Emma, e ela sempre dava um jeito de escapar na hora H, ele mantinha seus casinhos sem importância. Ele estava determinado a ficar com ela, mas não soube lidar com a situação numa noite em que não conseguiu localizá-la.
Dando um ultimato a ela, ele não gostou de sua resposta e a partir daí foi um desfile de outras garotas com ele, na frente de todos.

E enquanto isso, as filmagens prosseguiam...



Com o passar das semanas - as filmagens durariam por 3 meses -, as máscaras foram caindo e cada um deles, desse triângulo amoroso, teve que tomar uma séria decisão.
Quem Emma escolheria?



Como resistir ao bad boy Reid Alexander com todo seu charme e carisma? Ao mesmo tempo, como abandonar o cara legal, sempre pronto a ter a palavra certa quando você precisa? Com certeza Emma tinha uma decisão difícil a tomar.

O enredo é diferente, trazendo um pouco dos bastidores de uma grande filmagem. Mas admito que com tantos nomes fazendo parte da trama, eu às vezes me perdia com os personagens menores.
O ritmo é bom, com alguns saltos no tempo.

Os personagens são interessantes.
Temos o já conhecido bad boy, o cara legal mas misterioso e a garota que está dividida entre dois caras e  se quer prosseguir com  a carreira.

Emma está nessa vida desde que pode se lembrar. Perdeu a mãe muito cedo e viu seu pai, depois de um ano de luto, voltar a viver por conta de sua nova esposa. Chloe não era de todo ruim, mas era bem chata e incoveniente, e adorava se passar por "boadrasta" querendo ter uma enteada famosa.

Ela tinha uma melhor amiga desde a época do jardim de infância, Emily. Tanto que o apelido das duas era Em & Em. Mas um tempo depois, com essa vida de filmagens, Emma foi tirada da escola e desde então ela estuda com tutores. Isso para ela faz uma tremenda diferença porque no fundo ela quer voltar a ter uma vida normal, vivenciar as coisas que toda adolescente em fase escolar vive.
Mesmo quando ela se interessa por Reid, Emma mantém os pés no chão em relação a quem ela é. Sim, ela se enturma com o pessoal, mas na maior parte do tempo, por conhecer a fama de Reid, ela se mantém com um pé atrás.

Por outro lado, com Graham, ela sente uma conexão mais aberta. Suas corridas matinais traziam a ela uma certa paz, e ela sabia que o que sentia também vinha da parte dele. Mas ela ficava confusa porque ao mesmo tempo que ele mostrava interesse, ele não tentava avançar nenhum sinal e volta e meia estava na companhia de Brooke.

Reid era o queridinho do filme, aquele que levava as fãs histéricas à porta do estúdio ou locações, aquele que sempre dava um jeito de burlar as regras. Mas ele também tinha um lado que pouco se mostrava, como o alcoolismo da mãe e o jeito autoritário e ausente de seu pai.
Ele abusava do álcool e das noitadas, sempre com garotas diferentes. E mesmo quando decidiu que queria ficar com Emma, não abandonou seu jeito lascivo de ser.

Já Graham era o cara que socializava com todos; tinha o péssimo hábito de fumar e foi ajudado por Emma a começar a largar o vício. Tinha com Brooke uma amizade que levava todos a crer que havia mais ali envolvido e tinha algo mais a perder além de um papel num filme que daria grande bilheteria.

A história não termina em cliffhanger, mas é uma série em que os mesmos personagens voltam, e sinceramente, por mais que Emma e Reid tenham tido a "química" para a filmagem, eles não tiveram a "química" comigo.
Achei a leitura entediante até uma boa parte dela, o que muito me estranhou já que eu adorei a outra série da autora, BREAKABLE e EASY. Para mim, o livro só começou a melhorar exatamente quase no final, quando o casal tem a briga mais séria e a gente descobre o segredo de Graham.
Graham é uma graça de personagem e pelo menos saber que o livro #2 traz a segunda chance para ele, é um alento. Reid eu achei um porco chauvinisto chato.

Se vou ler o próximo livro? Com certeza, mas não posso dizer que tenha gostado desse aqui.

3,5 estrelas.

*esta blogueira NÃO tem parceria com o Grupo Record.
**Leitura feita a partir do original em inglês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário